quinta-feira, 3 de maio de 2007

Anel viário terá desapropriações

Lista com os imóveis de quatro municípios sai até o mês de julho

Rio - Famílias de localidades de Duque de Caxias, Nova Iguaçu, Japeri e Itaguaí terão suas casas removidas para a construção de trecho novo do Arco Rodoviário. As desapropriações serão feitas pelo governo do estado em áreas que somadas compreendem distância de quase cinco quilômetros. Os imóveis ainda não foram listados, mas com a finalização do traçado já se sabe que a saída dos moradores será inevitável.

Para o secretário de Obras e vice-governador, Luiz Fernando Pezão, se o projeto não for executado o quanto antes, mais difícil será tirá-lo do papel por causa do crescimento urbano.

Em Caxias, trecho urbanizado de um quilômetro no entroncamento da Rodovia Washington Luís com a Rio-Teresópolis terá que ser desapropriado. O ponto é o início do que está sendo chamado de trecho virgem do projeto que vai até o início da Rio-Santos no fim da Avenida Brasil , que tem ao todo 72 km. A futura rodovia também cortará as localidades de Vila de Cava e Santa Rita, em Nova Iguaçu, numa extensão de 2,5 km.
Em Japeri, o impacto será menor, mas alguns imóveis terão que ser retirados. As desapropriações também serão necessárias em Itaguaí, próximo ao porto.

Segundo o subsecretário estadual de Obras, Vicente Loureiro, a lista de casas que terão que ser removidas ficará pronta até julho, quando será concluído o plano básico. As desapropriações devem custar entre R$ 35 milhões e R$ 70 milhões.

O Dia

7 comentários:

arco metropolitano disse...

até o momento fala-se em desapropriação, porém não nos informam quem pagará pela desapropriação, qual o método utilizado para calcular o valor da indenização, por exemplo um sítio com
benfeitorias, qual o valor por metro quadrado da benfeitoria e o metro quadrado da tera nua utilizada por pastagens e arvores frutíferas

gabi disse...

quero saber qual dos lotes da rua amilcar mourão e escrava isaura que ficam em itaguaí RJ, serão desapropriados para o arco metropolitano.

solange disse...

O valor da indenização não deveria dá para a pessoa comprar outra casa?Pois o valor que ofereceram para mim não dá sequer para comprar um terreninho,imagina comprar uma casa.Acho que querem que eu vá com minha família para debaixo da ponte.

Rosaléia disse...

Porque ainda não fizerão a notificação dos moradores e proprietários de Santa Rita, para que seja definida a desapropriação? Porque o DNR continua não querendo notificar os propietários para que seja definido o trecho do anel viário?

raquel disse...

EU E MEU MARIDO PASSAMOS 8 ANOS DE NOSSAS VIDAS PAGANDO O TERRENO COM MUITAS DIFICULDADES E MUITOS OUTROS ANOS PARA CONSTRUIR PRIVANDO NOSSOS FILHOS DE TUDO Q UMA CRIANÇA PRECISA NOS PRIVANDO DE FERIAS PARA CONSTRIR E AGORA QUEREM ME PAGAR UMA MERRECA E EU Ñ ACEITEI E AGORA ESTÃO FALANDO Q VÃO ME PAGAR MENOS DO Q ELES ME PROPUZERAM ANTERIORMENTE E TENHO Q ACEITAR OU VAMOS SER DESPEJADOS

leinenando disse...

eu quero saber se é verdade o que as pessoas estão falando aqui aonde eu moro em Itaguaí no bairro santana pro-cimo a ponte preta perto do shop patio MIX ,se é verdade que a Petrobras vai desapropriar os moradores para fazer um condomínio de luxo ,,eu só quero saber se isso é verdade ,,pq eu preciso fazer obras em minha casa pq quando chove enche a minha casa ai eu mão quero agastar dinheiro em vão ....

museudotrememxerem disse...

VOCES QUE SÃO OS ESTUDIOSOS DE TUDO E SABEM DO FUTURO DAS ESTRADAS DO BRAZIL O QUE IRAN ACONTER COM ELAS, E COM ESSE TAL ARCO ANEL VIÁRIO A DURAÇÃO DELES É POR POUCO TEMPO, POIS TUDO FICARAM IGUAL AS ARENAS DE FUTEBOL, OKE...VÃO VIRAR ELEFANTE BRANCO, KEM VIVER VERAR....TINHA QUE INVESTIR EM KE???? AI VAI SER TARDE DE MAIS....ME DESCULPE ESSA PREVIZÃO....POIS É MUITOS NÃO ESTUDA HISTÓRIA....