quarta-feira, 31 de outubro de 2007

Rebouças: acesso ao Cosme Velho ainda fechado

Rio - Após nove dias de interdição, o Túnel Rebouças foi reaberto às 5h desta quarta-feira nos dois sentidos, menos o acesso ao Cosme Velho, usado como área de serviços para máquinas e operários, que continuará interditado.

O secretário municipal de Transportes, Arolde de Oliveira, vai avaliar o fechamento do acesso ao Rebouças. A liberação vai depender da transferência dos funcionários e equipamentos para um acesso na Favela do Cerro-Corá, no alto da encosta. (Extraído de O Dia Online, 31/10)

Secretário de Transportes explica o serviço de taxistas no Rio de Janeiro

Em entrevista ao programa Código de Barra, da TVE, o secretário municipal de Transportes, Arolde de Oliveira falou do serviço prestado por taxistas no Rio de Janeiro, das vistorias, do trabalho de fiscalização e do atendimento através da Ouvidoria do órgão para garantir atendimento mais sueguro e eficaz aos passageiros.

Explicou, ainda, todos os passos que o taxista deve seguir para oferecer um serviço de qualidade tanto para o morador do Rio como para o turista. O secretário esclareceu também o critério de utilização da Bandeira dois na rotina diária e da implantação de uma frota de táxis especiais, com plataforma de embarque, para atender pessoas com problemas de mobilidade, como idosos e portadores de deficiência.


Secretário Municipal de Transporte fala ao Bom Dia Rio sobre a reabertura do Rebouças

Os 190 mil veículos que passam pelo túnel diariamente vão encontrar caminho livre nesta quarta-feira. O trânsito permaneceu normal durante o início da manhã. Na pista sentido Norte-Sul, o tráfego ficou um pouco mais intenso, mas não houve congestionamento. A galeria Norte-Sul, que ficou fechada por sete dias, está liberada, mas a Secretaria Municipal de Obras não descarta a possibilidade de fechar novamente a galeria, caso o tempo mude e aconteçam fortes pancadas de chuva.

Pouco antes das 5h, garis da Comlurb terminaram de limpar as galerias. Na hora marcada, a CET-Rio liberou as entradas no Rio Comprido e na Lagoa.

Na segunda-feira e na terça-feira, o túnel foi aberto parcialmente, com um esquema alternativo. De manhã, no sentido Sul-Norte. E no meio da tarde, invertia para Norte-Sul. Os acessos no Cosme Velho, entre as duas galerias, vão permanecer fechados durante todo o período de obras emergenciais. Os operários que fazem a contenção da encosta vão trabalhar durante a madrugada. Acesso ao Cosme Velho continua fechado Arolde de Oliveira, secretário municipal de Transportes, explica o novo esquema de trânsito após a reabertura do Rebouças.

Bom Dia Rio - O acesso ao Cosme Velho está fechado. Há previsão para a reabertura?

Arolde de Oliveira - Enquanto persistirem as obras civis na encosta, imagino que o acesso deverá ficar fechado porque essa é uma área de acesso ao Cosme Velho. Vamos fazer uma reavaliação após os feriados, e então com engenheiros nós vamos ver o que podemos fazer. Vai depender da quantidade de caminhões e equipamentos que tenham que circular para dar suporte à obra.

O Túnel Rebouças voltou ao normal?
Acabou o sufoco, acabou a tensão, a prefeitura entrega de volta à população a sua principal via de conexão Norte-Sul.

O túnel vai ficar aberto 24 horas ou vai fechar em alguns períodos para obras?
Nesta semana e na próxima, o túnel deve ficar aberto 24 horas. Depois, iniciam-se as manutenções normais, semanais, que fazemos nas galerias. Temos que fazer toda semana.

Por causa dessa obra, do muro de contenção, ele não fecha?
Não, o túnel não fecha mais. A população motorizada tem a tranqüilidade de que a segurança é absoluta. Nós não abriríamos se houvesse um mínimo de risco para o motorista.

A faixa reversível da auto-estrada Lagoa-Barra também volta ao normal hoje?
Sim, já está voltando ao normal. Quem vier para a cidade pode se utilizar da faixa reversível Lagoa-Barra em São Conrado, está tudo normal. A cidade está normal, exceto o acesso ao Cosme Velho, este nós não temos condições de reabrir. Eu peço à população que costuma circular por aqui que tenha paciência por mais algumas semanas, que é o período de conclusão da obra da encosta. Não adianta insistir, é altamente arriscado.
(Bom Dia Rio, 31/10)

Operação Verão começa sexta-feira da Barra da Tijuca a Grumari


Rio - A partir de sexta-feira, a Secretaria Municipal de Transportes realiza a Operação Verão 2007/2008, com mudanças no trânsito na orla da Barra da Tijuca, Recreio dos Bandeirantes, Prainha e Grumari. A operação estará em vigor aos sábados, domingos e feriados, começando às 7h de sábado ou do feriado até as 7h da segunda-feira ou primeiro dia útil subseqüente ao feriado. O objetivo é ordenar e melhorar as condições de circulação, estacionamento e parada em vias de acesso e adjacências às praias.

Entre as ações previstas está a implantação do regime de mão única de direção na Avenida Lúcio Costa, sentido Recreio, no trecho do Eco-Orla entre a Avenida do Contorno e o Píer do Emissário. A faixa de trânsito junto à praia na área do Eco-Orla será destinada a Estacionamento Rotativo - Período Único, com a oferta de aproximadamente 1.400 vagas. O estacionamento irregular será coibido em toda a orla, especialmente a fila dupla. A Operação Verão vai até 2 de março de 2008.
(O Dia online)

Trânsito em torno do Maracanã terá mudanças para jogo de hoje à noite

Rio - Haverá mudanças no trânsito no entorno do Estádio Mário Filho, no Maracanã, em virtude da realização do jogo hoje à noite entre Flamengo e Corinthians. As medidas, já aplicadas em jogos anteriores, incluem a interdição da Rua Mata Machado, entre a Avenida Radial Oeste e o retorno junto ao Viaduto Oduvaldo Cozzi.

Para facilitar o acesso dos torcedores, haverá estacionamentos regulamentados pelo sistema Rio Rotativo na Rua Eurico Rabelo, Avenida Radial Oeste e Rua Paula Souza. Além disso, o público contará com cerca de 1400 ônibus, distribuídos por 70 linhas, que passarão no entorno do Maracanã e em outras áreas próximas ao estádio.

Os veículos estacionados em locais proibidos serão removidos para o Depósito na Rua Benedito Hipólito e somente poderão ser retirados a partir de amanhã, dia 1º de novembro, na Rua dos Andradas 96 – sobreloja.
(O Dia online)

Parece astro de rock, mas é bandido


Gritos, apertos de mão e fotos tiradas de celular. Marcinho VP, chefe da maior quadrilha de traficantes do Rio, recebeu ontem de amigos e parentes tratamento de celebridade no Fórum do Rio. Com Charles do Lixão, ele foi acompanhar o processo em que é acusado de homicídio.
(Capa do Jornal Extra)

Oficina de teatro gratuita na Lona Cultural de Vista Alegre


A Lona Cultural Municipal João Bosco, em Vista Alegre, promove hoje, das 19h às 20h (e todas as quartas-feiras), gratuitamente, oficina de teatro. No mesmo horário, às quintas-feiras, a programação é do Coral da Lona e, às terças-feiras, de Expressão Corporal.

Todas as oficinas são abertas ao público. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone 2482-4316. A Lona Cultural João Bosco fica na Avenida São Félix, 601, Parque Orlando Bernardes.
(www.rio.rj.gov.br)

Rebouças reabre

Rio - Após nove dias de interdição que deram um nó no trânsito do Rio, tumultuando a vida dos cariocas, o Túnel Rebouças foi reaberto às 5h desta quarta-feira nos dois sentidos.

À noite, operários implantavam muro de contenção de madeira resistente e uma cúpula metálica na saída da galeria sentido Zona Sul para garantir a segurança dos motoristas.
O acesso ao Cosme Velho pelo Túnel Rebouças, que está sendo usado como área de serviços para máquinas e operários, continuará interditado pelo menos até a semana que vem. O secretário municipal de Transportes, Arolde de Oliveira, vai avaliar o fechamento do acesso ao Rebouças. A liberação vai depender da transferência dos funcionários e equipamentos para um acesso na Favela do Cerro-Corá, no alto da encosta. O prefeito Cesar Maia pediu ontem que a população ande de metrô.

Obras vão durar até seis meses.

No último dia da interdição do túnel, operários construíram estrutura metálica de proteção de 17 m de altura sobre a saída da galeria para a Lagoa. Segundo o engenheiro Luiz Antonio Silva Costa, da Geo-Rio, as chuvas previstas para os próximos dias não deverão causar acidentes, e a construção da cortina de concreto pode durar seis meses. As placas de cimento terão árvores para não criar choque visual. O secretário municipal de Transportes, Arolde de Oliveira, respondeu às queixas de moradores da Zona Norte, que usam o Rebouças de manhã para chegar à Zona Sul, contra a escolha da prefeitura pelo sentido Rio Comprido: “Se fosse o contrário, a Zona Norte iria reclamar também. O critério da escolha foi que o fluxo no túnel de manhã é, em média, 15% maior no sentido Rio Comprido”, afirmou. Com o túnel aberto, circulam até 10 mil veículos, nas duas direções, na hora do rush.
(O Dia online)

terça-feira, 30 de outubro de 2007

Cesar Maia diz que motoristas deveriam trocar carro por metrô

Rio - O prefeito Cesar Maia publicou em seu ex-blog nesta terça-feira que motoristas deveriam trocar o carro pelo metrô. Ele comemora a reabertura do Túnel Rebouças, prevista para esta quarta-feira, mas destaca a importância do uso do transporte público para a melhoria do tráfego na cidade.

"Seria muito melhor se as pessoas que passaram a usar o metrô, continuassem, pois seria um importante impacto positivo para o tráfego, especialmente se uma parte dessas estiver trocando o automóvel pelo metrô", analisa o prefeito.

De acordo com Cesar Maia, na última sexta-feira, 632.315 pessoas usaram o metrô, recorde absoluto. O aumento de passageiros em relação à semana anterior foi de 14%. (O Dia online)


Trânsito no entorno do Engenhão terá esquema especial

A Secretaria Municipal de Transportes montou esquema especial de trânsito no entorno do Estádio Olímpico Municipal João Havelange, no Engenho de Dentro, para o jogo entre Botafogo e Cruzeiro, na próxima quinta-feira, dia 1º. Todas as medidas passarão a vigorar a partir das 18h do dia 1º de novembro e serão mantidas até 23h59 do mesmo dia.

Haverá interdição da Rua Dr. Padilha, no trecho entre as ruas Arquias Cordeiro e das Oficinas e restrição do estacionamento dos veículos nas vias próximas ao Engenhão. Será proibido estacionar nas seguintes ruas: das Oficinas, Arquias Cordeiro, Bento Gonçalves, Benício de Abreu, Gentil de Araújo, Henrique Scheid, Piauí, Comandante João Carneiro de Almeida, Guineza, Guilhermina, Goiás, José Domingues, Angelina, Dr. Padilha e José dos Reis.

Na Rua General Clarindo, será proibido estacionar no trecho entre as ruas José dos Reis e Guineza e na Rua Pedro Domingues, no trecho compreendido entre as ruas Guilhermina e Angelina. Já na Rua Cel.Cunha Leal, o estacionamento será proibido no lado das edificações de numeração par, em toda a extensão; na Rua Sales Guimarães, no lado das edificações de numeração ímpar, no trecho compreendido entre as ruas Cel. Cunha Leal e Piauí. Na Rua Dona Teresa, será proibido estacionar no lado das edificações de numeração par, em toda a extensão e na Avenida Amaro Cavalcanti, junto às edificações de numeração ímpar, no trecho entre a Rua Monsenhor Jerônimo e a Rua Dr. Leal.
(www.rio.rj.gov.br)

A Copa do Mundo é nossa!


Agora é oficial. O Brasil vai mesmo sediar a Copa do Mundo de 2014. Joseph Blatter, presidente da Fifa, acaba de anunciar que o país conquistou o direito de organizar pela segunda vez o maior evento esportivo do planeta em cerimônia realizada na sede da organização, em Zurique, na suíça.
(GloboEsporte.com)

Secretário Municipal de Transportes fala sobre o Rebouças no RJTV.


'Deixem os carros em casa'
O RJTV entrevistou o secretário municipal de Transportes, Arolde de Oliveira (foto), sobre a interdição do Túnel Rebouças.


Arolde de Oliveira – Tudo o que foi possível fazer operacionalmente, nós fizemos. Nós continuamos apelando para que a população não imagine que, por uma galeria do túnel ter voltado a funcionar, está solucionado o problema. Não está. Deixem os carros em casa, façam o transporte solidário e usem o transporte público. Nós precisamos retirar carros das ruas, senão, nesta terça-feira, teremos um outro dia de trânsito lento.

O que foi programado para esta terça-feira, no Túnel Rebouças e na Barra da Tijuca?

Continua o mesmo esquema. Na Barra da Tijuca, não vamos abrir a pista reversível de São Conrado. O Rebouças vai funcionar, de 5h as 15h, no sentido Sul-Norte. À tarde, a partir das 16h até meia-noite, no sentido Norte-Sul. Apelamos, mais uma vez, para que a população, que colaborou tanto até agora, contribua mais um pouco nesta terça-feira, deixando o carro em casa, para não termos a lentidão no trânsito na volta para casa.
(RJTV - 29/10)

Filme de graça sobre capoeira na Lona de Realengo

O documentário "Mestre Bimba, Capoeira Iluminada", de Luiz Fernando Goulart, será exibido gratuitamente hoje, dia 30, a partir das 20h, na Lona Cultural Municipal Gilberto Gil (Avenida Marechal Fontenelle, 5.000), em Realengo. O evento faz parte do projeto Sessão Pipoca da Prefeitura, coordenado pela Secretaria Municipal das Culturas.
A exibição do filme é a última deste mês nas lonas culturais do Município e na Casa de Artes da Ilha de Paquetá. (Portal da Prefeitura do Rio, 30/10)

Rio e São Paulo preparam festa

As cidades de Rio de Janeiro e São Paulo preparam uma grande festa para a confirmação do Brasil como sede da Copa do Mundo de 2014. O anúncio oficial sai hoje na sede da Fifa, em Zurique, na Suíça.

Por conta do evento, o Governo do Estado do Rio de Janeiro programou uma série de atividades, que acontecerão simultaneamente ao anúncio da Fifa, em três importantes pontos turísticos da cidade: Maracanã; Cristo Redentor - eleito, recentemente, uma das novas sete maravilhas do mundo - e Pão-de-Açúcar, um dos principais cartões-postais do Rio.

Em São Paulo, a grande festa acontecerá no Centro às 12h30m (de Brasília), mesmo horário do anúncio da decisão em Zurique, na Suíça. O Teatro Municipal será vestido de verde e amarelo e serão soltos 20 mil balões nas mesmas cores. Um show com muitos fogos de artifício completará o cenário que transformará a região em um grande palco da comemoração. O público presente, que receberá bandeirinhas do Brasil, poderá ainda acompanhar a apresentação "Mete Gol", da companhia Intrépida Trupe, e um pout-pourri de músicas-tema das Copas do Mundo anteriores.
Na Suíça, o anúncio oficial da sede da Copa acontece às 12h (também de Brasília).
(GlogoEsporte.com)

Copa Brasil de Patinação agita Velódromo no feriado

A Etapa Rio da Copa Brasil de Patinação de Velocidade vai agitar o Velódromo Municipal, no feriado do dia 2, das 17 às 20 horas, com entrada franca. As competições continuam no sábado, das 9 às 12 horas e das 15 às 20 horas, e no domingo, das 9 às 10h30min. Será o primeiro evento esportivo no local, após os Jogos Pan-Americanos Rio 2007.

De acordo com a Secretaria Municipal de Esportes e Lazer, haverá disputas de todas as categorias, da faixa etária dos 7 anos até acima de 50 anos. O Velódromo Municipal fica na Cidade dos Esportes – próximo ao Autódromo, na Barra da Tijuca.
(www.rio.rj.gov.br)

IPP e Prefeitura do Rio estudam providências no âmbito do meio ambiente


Economista e, atualmente presidente do Instituto Pereira Passos (IPP), vinculado à Prefeitura do Rio, Sérgio Besserman tem angariado seguidores na luta contra o aquecimento global. Desde a infância esteve muito ligado à natureza. Como morador da cidade do Rio de Janeiro teve ao longo da vida acesso a restingas e à Mata Atlântica além de ser apaixonado por observação de aves. O presidente do IPP atualmente faz parte do grupo criado pela Prefeitura do Rio para estudar providências a serem tomadas no âmbito do meio ambiente de forma integrada a outros segmentos, como o Planejamento da Cidade, reflorestamento e conscientização ambiental.

E por falar em aquecimento global, o IPP inaugurou um site totalmente dedicado ao problema que tem preocupado tanto a humanidade. No site é possível acessar notícias sobre o tema, a situação do Rio com relação ao aquecimento global, estudos, pesquisas, informações sobre eventos, links sobre meio ambiente, entrevistas e um canal de troca de informações criado para o internauta. Não deixe de acessar o site e se informar sobre este tema tão atual e importante: http://www.rio.rj.gov.br/ipp.

segunda-feira, 29 de outubro de 2007

Furo na tubulação foi a principal causa dos deslizamentos no Rebouças


Relatório elaborado pela Geo-Rio, que vai apontar as causas dos deslizamentos no Túnel Rebouças, revelou vazamento na tubulação de alta pressão (foto) com seis polegadas, responsável pelo abastecimento das caixas-d’água da comunidade Cerro Corá, localizadas na Ladeira dos Guararapes. Segundo o secretario municipal de Obras, Eider Dantas, esta foi a principal causa dos deslizamentos que tiveram como conseqüência o fechamento do túnel, que faz ligação entre as zonas Norte e Sul da Cidade.

"Tínhamos certeza de que havia um vazamento. Pedimos ajuda à Cedae há seis dias e só ontem, domingo, é que o furo, de 150 milímetros, foi consertado.

Assim, podemos trabalhar melhor", afirmou Eider Dantas. Ainda segundo o secretário, serão gastos cerca de R$ 5 milhões na construção de obras definitivas de contenção no local, que devem ser iniciadas no próximo dia 5. (Portal da Prefeitura do Rio de Janeiro)

Rebouças: a partir das 16h, direção Zona Norte

Rio - A Prefeitura do Rio liberou às 5h desta segunda-feira uma das galerias do Túnel Rebouças, sentido Lagoa-Rio Comprido, interditada desde a noite de terça-feira, quando houve desmoronamento. Às 15h, a pista será fechada e reaberta novamente às 16h quando o trânsito será invertido para o sentido contrário: Rio Comprido-Lagoa.
Os motoristas deverão seguir pelo elevado Paulo de Frontin, onde haverá uma saída de manutenção indicando o novo sentido. Não será permitido seguir pela mão invertida pela Avenida Paulo Frontin, porque a via estará fechada. À meia-noite, a pista será fechada, reabrindo às 5h de terça-feira.
A alça de entrada e saída para o Cosme Velho permanecerá fechada até a reabertura total da via. (O Dia Online, 29.10)

Rebouças reabre parcialmente

Rio - A reabertura da galeria do Túnel Rebouças, sentido Lagoa-Rio Comprido, às 5h desta segunda-feira, foi festejada pelos motoristas e por alguns funcionários que bateram palmas para os primeiros carros que passaram seguidos de três batedores de motos da Prefeitura e duas picapes da Coordenadoria de Vias Especiais (CVE), que fizeram o percurso do Humaitá ao Cosme Velho, em 10 minutos.
Interditada deste a noite de terça-feira, quando ocorreu um deslizamento de terra, a galeria voltará a fechar às 15h e novamente será reaberta às 16h, no sentido contrário, para desafogar o trânsito. A reabertura total do túnel, segundo o secretário de Transportes Arolde de Andrade, somente deverá ocorrer em dois ou três dias. (O Dia Online, 29/10)

Faixa reversível da Auto-Estrada Lagoa-Barra continua suspensa

A Secretaria Municipal de Transportes (SMTR) informa que, enquanto o Túnel Rebouças não for totalmente liberado para o trânsito nos dois sentidos, continua suspensa a faixa reversível da Auto-Estrada Lagoa-Barra, que normalmente funciona nos dias úteis das 6h30 às 8h30. As faixas reversíveis da Avenida Niemeyer e da orla do Leblon, Ipanema e Copacabana estão mantidas.

Para garantir a fluidez do tráfego, a CET-Rio está monitorando as principais vias da Cidade através das câmeras da Gerência de Controle de Tráfego (GCT), ajustando o tempo dos sinais de acordo com o fluxo de veículos.
(www.rio.rj.gov.br)

A hora dos cruzeiros

Orla do Rio vai receber 153 transatlânticos durante o verão

Rio - As águas do Rio vão receber 153 transatlânticos durante o verão. O primeiro deles atraca hoje à noite trazendo 920 passageiros e tripulação de 360 pessoas. Os turiscas de cruzeiros passam rapidamente pela cidade, mas aquecem a economia local. De acordo com o secretário municipal de Turismo, Rubem Medina, cada visitante gasta em média US$ 300 por dia. O secretário estima que a temporada de cruzeiros, que termina em março, deve movimentar cerca de US$ 130 milhões .

São esperadas para este verão 430 mil pessoas entre turistas e tripulação dos transatlânticos. A maioria dos visitantes é de brasileiros. Os estrangeiros correspondem a 23% do total. “Pesquisas mostram que 98,6% das pessoas que vêm de navio querem voltar com mais tempo. O cruzeiro é uma mostra da cidade muito interessante”, observa Medina.Hoje, às 19h, o transatlântico Grand Voyager, considerado um dos mais rápidos do mundo, atraca no Píer Mauá. A embarcação tem 180 metros de comprimento por 26 de largura e abriga 418 cabines. O custo médio de uma cabine dupla, para cinco dias de viagem é de R$ 2 mil. A cabine individual custa cerca de R$ 4 mil.

A Riotur distribuirá kit contendo o mapa da cidade e o Guia Rio, com a programação cultural e artística e os principais pontos turísticos do município.
(O Dia online)

sexta-feira, 26 de outubro de 2007

Rebouças pode ser liberado na próxima semana

Rio - O secretário municipal de Transportes, Arolde de Oliveira, estima que o Túnel Rebouças será reaberto até a próxima semana. Caso isto não seja possível, em decorrência de novos deslizamentos, o secretário informou que proporá ao prefeito Cesar Maia a edição de "decreto de emergência", implantando rodízio de carros de passeio no município a partir da próxima quarta-feira, 31 de outubro. Os transportes públicos, considerados prioridade, não seriam incluídos na restrição. (O Dia Online, 26.10)

Operadoras de celulares entram na telefonia fixa com tarifas menores.

Estamos assistindo a uma verdadeira batalha entre as operadoras de celulares, em participarem da telefonia fixa. Isto permitirá, a curto prazo, redução considerável nas tarifas de ligação, e, além do mais, um aperfeiçoamento das estratégias de marketing, para conseguir o maior número possível de clientes. O consumidor terá que procurar um plano adequado ao seu perfil, para não ter surpresas com custos elevados de tarifas. Todas as operadoras já estão bombardeando a mídia com a novidade e esquentando o mercado com uma saudável guerra de preços.
(Luiz Victor Werneck Borelli)

Skype prepara lançamento de celular na Europa.

Os usuários que utilizam o software da SKYPE para fazer chamadas gratuitas pela internet, já poderão, em breve, fazê-las de aparelhos celulares. Já estão em funcionamento em alguns dos celulares vendidos pela empresa 3.

A 3 é uma operadora do grupo Hong Kong Hutchison Whampoa e atua na Austrália, Hong Kong, Indonésia, Aústria, Dinamarca, Itália, Suécia, Irlanda e Reino Unido. Isto possibilitará a transformação da telefonia pela internet completamente móvel. Segundo o site da 3, a empresa tem mais de 10 milhões de clientes, sendo 3,5 milhões no Reino Unido. A Skype tem cerca de 240 milhões de usuários registrados no mundo, e com 10 milhões de pessoas usando os serviços da empresa ao mesmo tempo..
(Reuters.)

Rio tem manhã de trânsito carregado. Confira!

Rio - Com a interdição do Túnel Rebouças, os acessos ao Túnel Santa Bárbara, na manhã desta sexta-feira, estão com trânsito lento e com retenções. Motoristas devem evitar a Avenida Francisco Bicalho e a Avenida Presidente Vargas, no Centro. A situação também é complicada em Botafogo e Laranjeiras, na Zona Sul. Grande fluxo de veículos ainda no Viaduto do Gasômetro e na Avenida Perimetral. A melhor opção é seguir pela orla. Acompanhe as condições de tráfego na cidade pelas câmeras da CET-Rio.

Rio poderá adotar rodízio de placa de carros

Rio - O secretário municipal de Transportes Urbanos, Arolde de Oliveira, afirmou na manhã desta sexta-feira, em entrevista à Rádio CBN, que em caso de emergência a Prefeitura pode até adotar um rodízio de placa de carros, mesmo sistema usado em São Paulo, para evitar mais caos no trânsito da cidade. O secretário, no entanto, ressaltou que essa medida só será adotada em caso extremo.

(Jornal O Dia)

Corredor de ônibus para aliviar Rebouças

Prefeitura aposta na nova ligação entre Barra e Penha, mas especialista diz que isso é pouco

Rio - A prefeitura aposta no Corredor T5 — que fará a ligação da Barra à Penha com ônibus expressos — para reduzir o fluxo de veículos no Túnel Rebouças, por onde passam 190 mil veículos por dia. Especialistas de trânsito, porém, não crêem que só o T5 poderá aliviar o Rebouças. Ontem, em seu ex-blog, o prefeito Cesar Maia defendeu o T5 como caminho para o Rio deixar de ser refém do túnel. “É fundamental acelerar a construção do corredor, de forma a garantir a redução do fluxo da Barra ao Centro”, escreveu.

Na próxima semana, Cesar deve mandar à Câmara de Vereadores projeto de lei que regulamenta a ocupação ao longo da nova via, que custará R$ 630 milhões. O edital de licitação está pronto e aguarda só a conclusão de estudo sobre as desapropriações, que deverá custar R$ 140 milhões. “Vamos licitar ainda este ano”, prevê o secretário de Transportes, Arolde de Oliveira.

Para Arolde, a nova via pode ser alternativa para moradores da Baixada e subúrbio do Rio que costumam ir à Barra passando pelo Centro. O T5 fará integração com três ramais de trem (Deodoro, Belford Roxo e Saracuruna) e com a Linha 2 do metrô, em Vicente de Carvalho.

“Não se pode fazer ações isoladas, mas buscar soluções definitivas que dependem de planejamento de trânsito para a cidade e o Grande Rio”, argumenta Ronaldo Balassiano, engenheiro de trânsito. Ele lembra que é fundamental melhorar o transporte público. “Só assim as pessoas deixarão o carro em casa”, defende.

O Rebouças foi inaugurado há 40 anos com duas pitas para 70 mil veículos por dia. Na década de 80, perdeu o acostamento e ganhou mais uma pista nos dois sentidos, o que aumentou a capacidade para 110 mil carros. Hoje, está sobrecarregado: 190 mil veículos diários. No horário de rush, a via expressa recebe 76 mil carros.

O T5 será exclusivo para ônibus. O projeto prevê veículos articulados com capacidade para levar 380 mil passageiros por dia. O Terminal Alvorada, na Barra, deve ganhar bilheterias e roletas. Será construído terminal, no Largo da Penha. O projeto começou a ser elaborado em 2003. Em abril, Arolde chegou a prometer abrir a licitação em um mês.

Outro projeto analisado para melhorar o trânsito é o Metrô sobre Pneus, que criaria oito linhas de ônibus em faixas exclusivas. Uma delas ligaria a Zona Sul à Barra, via orla. Nenhuma empresa apresentou proposta em licitação, no início do ano.

(O Dia)

quinta-feira, 25 de outubro de 2007

Causas: Erosão ou vazamento

A mais provável causa do deslizamento de 7 mil toneladas de terra do Túnel Rebouças é a erosão do solo aliada à forte chuva que caiu na cidade. A Prefeitura do Rio, no entanto, investiga possível vazamento em tubulação da Cedae que passaria sobre a galeria.

Técnicos da Geo-Rio informaram que vistorias nas encostas são feitas semanalmente, baseadas, porém, em observações visuais. O Secretário Eider Dantas, lembrou que a favela que ficava acima do túnel foi removida da região em 1996 e toda a área foi reflorestada, também foi construído um muro de contenção.

De acordo com a Geo-Rio, não havia como prever o deslizamento. O geotécnico da Coppe/UFRJ Maurício Ehrlich afirma que encostas em áreas-chave para a cidade, como o rebouças merecem um monitoramento, mas como não há chuva assim há muito tempo, foi esquecido.

O Secretário de Transportes Arolde de Oliveira recomenda que a população utilize o transporte público. Quem precisa sair de carro deve ficar atento às alternativas para fugir dos engarrafamentos.

Quem vem da Barra para o Centro deve passar pelo Alto da Boa Vista até o bairro do Maracanã, passando pela Haddock Lobo na Tijuca, Frei Caneca até chegar a Presidente Vargas.

Do Centro para a Zona Sul, deve passar pelo túnel Santa Bárbara e Laranjeiras.

Os pontos de alagamento comnuns nesta época são:

Na Zona Norte: (Maracanã e Tijuca) Av. Radial Oeste, Rua Eurico Rabelo, Rua Afonso Pena, Rua Ibituruna, no entorno da Estação Saens Pena, Estação Afonso Pena e Praça da Bandeira.

No Centro: Av Francisco Bicalho, Av. Mem de Sá, Av. Marechal Floriano, Rua dos Inválidos, Av Gomes Freire, Rua do Lavradio.
(Fotos: Eliane Carvalho)




Neste domingo, 19 espetáculos a R$ 1

A Secretaria Municipal das Culturas realizará no dia 28 mais uma edição do Domingo é Dia de Teatro a R$ 1. A programação reúne 19 espetáculos teatrais e musicais nos Teatros e nas Lonas Culturais Municipais. Entre os destaques da programação, o espetáculo Meu Fatal Lado Esquerdo, um recital poético e musical com Carlos Vereza (foto), na Sala Municipal Baden Powell (Avenida Nossa Senhora de Copacabana 360), às 17 horas. Portal da Prefeitura do Rio, 25/10) Confira a programação

Trânsito flui bem nos principais pontos da Cidade na manhã de hoje

s câmeras da Secretaria Municipal de Transportes (SMTR) mostram que o trânsito está normalizado nas principais vias do Centro, Zona Sul e Tijuca, na manhã desta quinta-feira, dia 25.

No Centro, o tráfego segue lento apenas no entorno da Candelária, com retenções no cruzamento das avenidas Presidente Vargas e Rio Branco e no trecho final da Rua 1º de Março. Nos principais pontos de acesso ao Centro o trânsito está bom, incluindo o Trevo das Forças Armadas e a Avenida Perimetral, ambos nos dois sentidos.

Na Tijuca e em Vila Isabel, há apenas retenções na Rua Teodoro da Silva, na altura da Rua Barão de São Francisco. Nos demais pontos da área o fluxo é bom, em especial nas avenidas Radial Oeste e Maracanã.

Na Zona Sul, os veículos encontram lentidão na Rua Voluntários da Pátria (altura da Rua Real Grandeza), na Rua Pinheiro Machado (sentido Túnel Santa Bárbara), na Avenida Atlântica (altura do Posto 6, sentido Leme) e na Rua Jardim Botânico (próximo ao Parque Lage, sentido Botafogo).

Há também trânsito intenso nos dois sentidos da Rua Humaitá, na Rua São Clemente e na Praia de Botafogo (sentido Copacabana). Na Gávea, o trânsito está movimentado na Avenida Mário Ribeiro, na altura da Praça Sibélius. (Portal da Prefeitura do Rio, 25/10)

Mangueira abre inscrições para cursos profissionalizantes

Rio - O Centro Profissionalizante da Mangueira vai realizar dois cursos: Faz Tudo Instalador (60 vagas) e Faz Tudo Construção Civil (30 vagas). Podem se inscrever jovens de 17 a 20 anos e com estudo até a antiga 5ª série. As inscrições serão nos dias 30 de outubro e 6 e 13 de novembro, das 8h às 13h, na área 3 da Vila Olímpica. Mais informações pelo 2581-4636. (O Dia Online, 25/10)

Para evitar engarrafamentos


A Secretaria municipal de Transportes aconselha a população a deixar o carro na garagem e usar o transporte público, principalmente o metrô e trens. Devido à interdição do Túnel Rebouças, a faixa reversível da Auto-Estrada Lagoa-Barra, que funciona diariamente das 06:30 às 08:30 h não entrou em operação hoje para não sobrecarregar o tráfego de veículos na Zona Sul.
Dez linhas de ônibus que utilizam o Túnel Rebouças, tiveram seus itinerários remanejados para o Túnel Santa Bárbara. As linhas são: 569, 570, 460,461,462, 463, 473, 476 , 438 e 110.
Segundo medições da CET-Rio do índice de mobilidade viária, o trânsito ficou três vezes mais lento que nos dias comuns. As faixas reversíveis da Av. Niemeyer e da orla do Leblon, Ipanema e Copacabana serão mantidas. A recomendação da Prefeitura é que os motoristas procedentes da Barra da Tijuca em direção ao Centro da cidade façam opção pela orla da Zona Sul, Linha Amarela, Alto da Boa Vista ou Estrada Grajaú-Jacarepaguá.
A CET-Rio vai monitorar, através das câmeras do Centro de Controle de Tráfego, as principais vias da cidade ajustando o tempo dos sinais de acordo com o fluxo de veículos.
As ruas mais afetadas na Zona Sul foram: ruas Jardim Botânico, Humaitá, Voluntários da Pátria, Elevado 31 de Março (acesso do Túnel Santa Bárbara - nos dois sentidos), Rua Pinheiro Machado, Av. Radial Oeste (bloqueada pelo transbordamento dos rios Maracanã e Joana). O trânsito também ficou lento nas avenidas Brasil, Francisco Bicalho, Rodrigues Alves e Presidente Vargas. A Av. Rio Branco ficou congestionada desde o início da tarde prejudicando o acesso à Zona Sul. O trânsito também ficou confuso, nos dois sentidos, nas praias do Flamengo e Botafogo.
Devido as chuvas, vários pontos de alagamentos também foram registrados nas ruas Frei Caneca, São Clemente , Conde de Bonfim , Praça da Bandeira e Aterro do Flamengo. (Assessoria de Comunicação Social da SMTR, 25/10/07)

Niterói também sofre com a chuva

Chuva deixa ruas alagadas e trânsito engarrafado

O período de seca que ameaçou o abastecimento de água no Estado terminou ontem com muitos transtornos e prejuízos. Num só dia choveu o equivalente a 40 no Rio (210 milímetros) e o correspondente a todo o mês de outubro em Niterói (105,4 milímetros). No Rio, o trânsito virou um inferno com o desabamento de 5 mil toneladas de terra do Morro Cerro Corá, entre as duas galerias do Túnel Rebouças. Sair para o trabalho ou estudo se tornou um teste de paciência, com engarrafamentos de até três horas de duração.

A tempestade também castigou São Gonçalo e Itaboraí. Ruas alagaram, casas foram invadidas pela lama, levando embora sonhos e realizações de vários moradores.
Em Niterói, a população viveu um dia de muito tumulto. Bairros da Zona Sul e Região Oceânica foram os mais afetados. Em São Gonçalo, ruas e até o quartel do Corpo de Bombeiros ficaram alagados.

Os congestionamentos em Niterói não puderam ser evitados já que muitas ruas ficaram cobertas pelas águas. A chuva causou lentidão na Avenida Roberto Silveira, em Icaraí, Marquês de Paraná e Jansen de Mello, no Centro e na Alameda São Boaventura, no Fonseca. A água da chuva transformou ruas do Ingá, como a Paulo Alves, Presidente Pedreira e Visconde de Morais, num rio. Em Icaraí, foi quase impossível atravessar a Gavião Peixoto, Otávio Carneiro, Mariz e Barros e Cinco de Julho. Em Itaipu, o piso da Estrada Francisco da Cruz Nunes praticamente sumiu.

Para atravessar ruas e circular pelas calçadas, os pedestres pularam poças e até pagaram por "transporte". Daniel Souza, de 23 anos, entregador de uma farmácia, resolveu cobrar R$ 1 para atravessar pessoas em sua bicicleta, em frente ao Hospital Universitário Antônio Pedro (Huap), no Centro, enquanto outros preferiram passar com a água na altura dos joelhos. A aposentada Thereza de Souza, de 70 anos, atravessava uma rua alagada quando pisou num buraco e caiu, machucando os joelhos. Ela contou com a solidariedade do morador de rua Leandro Ribeiro, de 28 anos, que a ajudou. Já os motoristas foram pegos de surpresa e tiveram que mudar seus itinerários para evitar os pontos mais alagados.

Durante o início da manhã, a Ponte Rio-Niterói apresentou trânsito congestionado por causa da chuva, principalmente nos acessos, por conta da interdição do Túnel Rebouças.

(O Fluminense)

Defesa Civil recebe 170 chamadas devido a chuva

RIO - Devido à chuva constante que atinge a cidade do Rio de Janeiro, desde o fim da tarde desta terça-feira, a Defesa Civil Municipal recebeu 170 chamados, até às 17h desta quarta-feira. A maioria das ocorrências foram para ameaça de queda de muros de contenção, deslizamentos e vistoria em imóveis.

O caso mais grave, até o momento, foi em decorrência do deslizamento de uma encosta, na entrada da segunda galeria do Túnel Rebouças, onde o tráfego de veículos permanece interditado nos dois sentidos.

No Morro da Providência, onde houve um pequeno deslizamento, foram feitas notificações - conhecidas como interdições administrativas - a sete famílias cujos imóveis encontram-se em situação de risco por causa da chuva. Segundo a Defesa Civil, apenas duas delas atenderam a solicitação. As outras cinco preferiram permanecer no local. Também foi registrado um pequeno deslizamento na Pavuna.

De acordo com os registros da Defesa Civil, os bairros mais atingidos pela chuva foram Campo Grande, Taquara, Praça Seca, Piedade, Guadalupe, Tijuca, Centro, Catete, Glória, BarradaTijuca, Praça da Bandeira, Maracanã, Bonsucesso e Higienópolis. Equipes do órgão monitoram as condições do Morro do Vidigal e do Maciço da Tijuca para prevenir possíveis deslizamentos.
A Defesa Civil Municipal permanece em estado de alerta, com profissionais de plantão 24 horas. Para atendimento em casos de emergências ou solicitações, o órgão coloca à disposição da população o telefone gratuito 199.

(JB Online)

Limpeza do Túnel Rebouças não tem previsão para começar


Apesar da chuva ter diminuído, secretário diz que local ainda oferece riscos. Inmet prevê chuva forte até sexta-feira (26).

Apesar da chuva ter diminuído bastante na cidade, os técnicos da Geo-Rio não recomeçaram os trabalhos de limpeza e manutenção no Túnel Rebouças, na Zona Sul do Rio nesta quinta-feira (25).
O secretário municipal de Obras, Eider Dantas, informou que o local ainda oferece riscos.

Uma equipe ficou de plantão no local durante a madrugada. Além da Geo-Rio, técnicos da Defesa Civil também continuam no local.

Novos deslizamentos no túnel Rebouças

A terra voltou a desmoronar no final da noite de quarta-feira (24) bloqueando ainda mais o Túnel Rebouças, principal via de acesso entre as Zonas Norte e Sul do Rio de Janeiro. O novo desabamento, provocado pela chuva que atinge o Rio desde a noite de terça-feira (23), atrasou ainda mais o início das obras no local.


Investigação

O prefeito César Maia disse que o motivo do deslizamento está sendo investigado. "Temos que buscar as razões do desabamento. Estamos trabalhando lá em cima, perto do Cerro-Corá, com grupo de homens em cima de uma tubulação. Essa tubulação rompeu. Mesmo antes da chuva já vieram alguns deslizamentos. Temos que analisar direito se essa tubulação está na causa ou não esta na causa dos deslizamentos posteriores."

O presidente da Cedae, Wagner Victer, disse, no entanto, que é improvável que o deslizamento tenha sido causado por uma tubulação de água, já que não há adutora no morro do Cerro-Corá, apenas um cano fino de PVC. “Se alguém passou isso para o prefeito, só tem três alternativas: ou é mal informado, ou mal intencionado ou não tem formação técnica", disse Victer.

(G1)


Com Romário, Vasco vence mas é eliminado em casa

Bem que o Baixinho tentou, mas não deu. Na estréia de Romário como técnico, o Vasco venceu o América, do México, por 1 a 0, nesta quarta-feira, em São Januário, e foi desclassificado da Copa Sul-Americana. O gol foi marcado por Leandro Amaral, ainda no primeiro tempo. Apesar da luta do time, que pressionou o tempo todo, o Cruzmaltino não conseguiu superar a vantagem de dois gols que os mexicanos construíram na partida de ida.

Do banco de reservas, Romário assistiu a um novo Vasco em campo. O empenho dos jogadores empolgaram a arquibancada praticamente vazia de São Januário. Mesmo debaixo de chuva insistente, o Cruzmaltino lutou pela vitória desde o início. As finalizações se multiplicavam e o primeiro gol se tornou questão de tempo. Aos dez minutos, Conca cobrou escanteio, Rubens Junior desviou e Leandro Amaral empurrou para dentro: 1 a 0 Vasco.


(Lancenet)

quarta-feira, 24 de outubro de 2007

Rio: em quatro horas chove mais que em todo o mês

O sistema Alerta Rio, da Secretaria de Obras do município informou hoje, por volta das 10h, que, em quase todas as estações pluviométricas da cidade, o acumulado de chuvas em quatro horas superou o do mês de outubro. No Grajaú, choveu 80 mm, na Tijuca 82 mm, em Laranjeiras, 65,2 mm e, em São Crsitóvão, 75,8mm. As informações são do JB Online.

Metrô com bolinhas

Rio - O metrô do Rio vai virar 2008 de roupa nova. Os tradicionais tons de verde e laranja que predominam nos carros vão dar lugar a um visual ainda mais alegre depois da reforma no interior do metrô. A partir do mês que vem, 96 vagões ganharão cadeiras acolchoadas forradas com tecido colorido de bolinhas em cores tropicais. A disposição dos bancos vai mudar, o que deve diminuir o número de assentos. A idéia é ampliar o espaço no vagão para passageiros em pé. Painéis e luminárias também ganharão novos formatos e cores.

No próximo mês, equipes da empresa contratada para fazer as mudanças, a Pifer, trabalharão em dois carros por semana. “Primeiro, fizemos proposta menos colorida, mas optaram pela mais moderna”, afirma a engenheira da Pifer Ana Carolina Campos. Na sede da empresa, em Três Rios, a Pifer montou vagão-modelo com as novas características.
(O Dia online)

Rio de Janeiro vive um dia de caos nesta quarta-feira


Rio - O Rio de Janeiro vive um dia de caos nesta quarta-feira. Seguidos desmoronamentos de terra sobre a galeria do Túnel Rebouças, no Cosme Velho, provocam a interdição das duas pistas. A forte chuva que atinge a cidade desde a noite desta terça-feira complica ainda mais a situação. O trânsito deu um nó e ruas ficaram alagadas. Faltou luz em pelo menos sete bairros e semáforos ficaram desligados. Motoristas são orientados a deixar o carro em casa e utilizar o transporte público. Trens e ônibus ficaram lotados, o metrô reduziu o intervalo entre as composições. As barcas tiveram que reduzir o número de viagens por conta do mau tempo, que alterou ainda o funcionamento dos aerportos.
(O Dia online)

Defesa Civil da Prefeitura atendeu a 90 ocorrências

A Defesa Civil da Prefeitura do Rio, órgão da Secretaria Municipal de Governo, recebeu 90 chamados decorrentes das fortes chuvas que atingem a Cidade desde a noite de ontem. Equipes do órgão encontram-se agora no Túnel Rebouças, onde ocorreram deslizamentos de terra. O tráfego no local está interditado nos dois sentidos.

Os bairros mais atingidos pelas chuvas são Campo Grande, Taquara (Jacarepaguá), Praça Seca (Jacarepaguá), Piedade, Guadalupe, Tijuca, Centro, Catete, Glória, Barra da Tijuca, Praça da Bandeira, Bonsucesso e Higienópolis.

A Defesa Civil monitora as condições do Morro do Vidigal e do Maciço da Tijuca, permanecendo em estado de atenção com profissionais em plantão permanente. Em caso de emergência, a população deve utilizar o telefone gratuito 199.
(www.rio.rj.gov.br)

Trânsito muda em Vila Isabel

A Secretaria Municipal de Transportes fará mudanças no trânsito de Vila Isabel, a partir de domingo, para melhorar a circulação de veículos e evitar congestionamentos no bairro. Entre as alterações previstas está a inversão de sentido de circulação nas ruas Torres Homem (entre Duque de Caxias e Luis Barbosa), Souza Franco (entre Senador Nabuco e Silvio Pereira de Sá) e Luis Barbosa (entre Torres Homem e Senador Nabuco).

Haverá, também, mão dupla em trechos das ruas Sílvio Pereira de Sá e Engenheiro Gama Lobo, além de proibição de estacionamento em setores de oito ruas, entre elas a Souza Franco, a Torres Homem e a Conselheiro Autran.
(www.rio.rj.gov.br)

Túnel Rebouças está fechado por tempo indeterminado

Cerca de 100 toneladas de terra deslizaram por causa da chuva

Rio - Desmoronamento de terra na noite desta terça-feira sobre a galeria do Túnel Rebouças, no Cosme Velho, provoca a interdição das duas pistas por tempo indeterminado. O primeiro deslizamento aconteceu na encosta do Morro dos Guararapes, por volta das 21h. Outros ocorreram no início da manhã desta quarta-feira e a previsão é de que continuem enquanto estiver chovendo. Cerca de 100 toneladas de terra já deslizaram. De acordo com a Defesa Civil, ninguém ficou ferido.

Segundo agentes da GeoRio e da Defesa Civil, o desabamento foi provocado pelas chuvas que deslocaram faixa de terra, pedra e até árvores da encosta. Homens da Comlurb chegaram a iniciar o trabalho de remoção de terra, mas, devido a um novo desmoronamento, os trabalhos foram suspensos. A GeoRio afirma que a situação é de alto risco.

Pelo Rebouças trafegam diariamente 190 mil veículos. Sem previsão para liberação das pistas e temendo grandes engarrafamentos na cidade, as autoridades de trânsito apelaram para que as pessoas evitassem sair de carro nesta quarta e usassem os transportes coletivos.

Trânsito

O trânsito está caótico no Rio na manhã desta quarta. O transporte coletivo é mais indicado. O metrô reduziu o intervalo entre as composições de quatro para três minutos. Os trens estão lotados. Pelo menos sete bairros estão sem luz, entre eles, Copacabana, Freguesia, Anil, Barra da Tijuca, Santa Teresa e Tijuca. Alguns semáforos estão desligados.

Confira as condições de trânsito ao vivo:

Câmeras da CET-Rio
Ponte Rio-Niterói
ViaLagos
Rodovia Presidente Dutra
Rodovia Rio-Petrópolis - Juiz de Fora
Rodovia Rio-Teresópolis-Além Paraíba

Aeroportos

O Aeroporto Santos Dumont está fechado para pousos e decolagens para aeronaves acima de 20 t desde às 6h, quando começaram as operações, devido à chuva. Com isso, vôos da ponte aérea Rio-São Paulo estão suspensos. Segundo a Infraero, dos 18 vôos que estavam previstos até as 9h, nenhum partiu ou chegou.

O Aeroporto Internacional Antônio Carlos Jobim (Galeão) funciona por instrumentos para pousos e decolagens. Dos 39 vôos previstos entre 6h e 9h, quatro sofreram atraso superior a uma hora. Não houve cancelamentos no período.

(O Dia Online e G1)

terça-feira, 23 de outubro de 2007

RioCard Expresso nos trens e metrô

O Secretário municipal de Transportes deputado federal Arolde de Oliveira informou que até o final do ano o RioCard Expresso poderá ser usado não só nos ônibus e nas barcas mas também nos metrôs e trens. Para Arolde, o recém-lançado RioCard Expresso representa a universalização do bilhete eletrônico. Ele pode ser comprado a R$ 40,00 nos supermercados, farmácias e até pela internet. Uma das vantagens para o secretário é que a partir deste cartão, o sistema de transportes poderá criar promoções e preços especiais nos horários de menor demanda. A implantação do RioCard começou em 2003, com o cadastramento dos segmentos que têm acesso à gratuidade, hoje cerca de 1,7 milhão de beneficiados entre idosos, estudantes, portadores de deficiência física ou doenças crônicas. Uma das consequências do RioCard Expresso, segundo o Secretário de Transportes do Rio será a maior segurança nas viagens, já que não haverá necessidade de dinheiro nos ônibus. Outro ítem nesse sentido será a instalação de circuito interno de TV que também transmitirá notícias de interesse do público. As medidas também darão mais conforto aos passageiros. (23/10 Thereza Christina Jorge para o site www.aroldedeoliveira.com.br )

TCE adia a licitação de vans

Sem saber da decisão, 500 topiqueiros fazem ato contra o edital

Rio - Depois de aprovar, semana passada, por 3 votos a 2, o edital de licitação para o transporte complementar de passageiros nos trajetos intermunicipais, o Tribunal de Contas do Estado (TCE) adiou a abertura dos envelopes, marcada para hoje. “Quero analisar o texto para garantir a universalização do processo e evitar jogo político”, limitou-se a explicar o conselheiro Marco Antônio Barbosa de Alencar, autor do pedido de vista.

O TCE se reúne hoje para apreciar o pedido de Marco Antônio. Se o plenário rejeitá-lo, o cronograma da licitação será retomado amanhã; caso os conselheiros o aprovem, o texto poderá ser alterado, e o processo, adiado sem data para recomeçar.

Desconhecendo a determinação do TCE, cerca de 500 topiqueiros protestaram ontem contra o edital. Nas regiões Norte e Noroeste, Centro-Sul, Médio Paraíba e Serrana — as primeiras a serem licitadas — a oferta é de 66 licenças em 30 linhas. Em duas horas, os manifestantes seguiram a pé da Avenida Presidente Vargas, no Centro, até o Palácio Guanabara, em Laranjeiras. Não houve tumulto nem grandes engarrafamentos no trajeto.

“O planejamento sobre o número de linhas foi elaborado com base em dados de 1998. A demanda de passageiros hoje não é a mesma”, contesta Márcio Pires, presidente da Federação das Cooperativas de Transporte Alternativo (Fecotral). Topiqueiros criticam o número de concessões, a exigência de viagem sem paradas no meio do caminho e o valor das tarifas, 10% mais caras que a de ônibus.

Ontem, o Detro aplicou 111 multas e apreendeu 47 ônibus de transporte intermunicipal em 20 terminais na Região Metropolitana e no Interior do estado.
(O Dia Online)

Pista molhada suspende operações no aeroporto Santos Dumont

As operações de pouso e de decolagem no aeroporto Santos Dumont, no Rio, estão suspensas desde o começo da manhã desta terça-feira.

Segundo informações da Infraero (estatal que administra os aeroportos), a restrição vale para aeronaves com mais de 20 toneladas, devido ao mau tempo e à pista molhada.

Com a interrupção das operações, vôos foram desviados para o aeroporto Tom Jobim. O terminal opera por instrumentos desde as 4h.

Em São Paulo, o aeroporto de Congonhas (zona sul) tem movimento intenso de passageiros, mas registra poucos atrasos. Ontem (22), os passageiros enfrentaram filas e reclamaram da falta de informações.

A Infraero atribuiu os problemas ao fechamento do terminal na noite de domingo o que provocou remarcações de bilhetes e ao maior movimento de passageiros por causa da F-1.

O aeroporto ficou fechado para decolagens, no domingo, das 20h41 às 21h05, quando chovia forte. Na ocasião, a Infraero atribuiu o fechamento a um problema na freqüência de comunicação entre as aeronaves e a torre de controle. Ontem, porém, a Aeronáutica negou falha de comunicação e a Infraero disse que não forneceu essa informação.

Já o ministro Nelson Jobim (Defesa), em Brasília, disse que a falha na comunicação foi uma conseqüência do mau tempo. "Foi circunstancial. Teve um problema de comunicação decorrente do mau tempo", disse.

Segundo balanço da Infraero, os atrasos superiores a uma hora atingiram 30,5% dos vôos programados para ocorrer em Congonhas das 6h às 22h de ontem. Dos 262 pousos e decolagens previstos, 80 registraram espera. Outros 32 foram cancelados.

Balanço

De acordo com a estatal, da 0h às 8h desta terça, 50 dos 394 vôos previstos para ocorrer no país sofreram atrasos superiores a uma hora (12,7%). Outros 31 vôos foram cancelados (7,9%).

Em Congonhas, a espera atingiu 2 dos 42 vôos programados (4,8%), e outros quatro vôos foram cancelados. De acordo com o balanço, o aeroporto Tom Jobim registrava atrasos em 5 dos 28 vôos previstos (17,9%).

Juizado

O juizado especial do aeroporto de Congonhas teve na segunda-feira seu dia mais movimentado dos seus 15 dias de funcionamento. Segundo o Tribunal de Justiça de São Paulo, foram registradas 46 reclamações, das quais 12 terminaram com acordos. A média diária é de 20 atendimentos a passageiros por dia.

Os Juizados começaram a funcionar no último dia 8 de outubro para atender casos como falta de informação aos passageiros, overbooking, atrasos e cancelamentos de vôos, extravio e violação de bagagens.

Além de Congonhas, os passageiros também encontram os juizados em no aeroporto internacional de São Paulo, em Cumbica (Guarulhos, região metropolitana), nos aeroportos Santos Dumont e Tom Jobim, no Rio; e Juscelino Kubitschek, em Brasília. O atendimento é feito das 9h às 21 nos dias úteis e das 14h às 20h aos sábados, domingos e feriados.

(Folha Online)

Longa vida à base de soda cáustica e água oxigenada

A Polícia Federal analisa amostras de leite vendido em todo o país depois da ação que descobriu ontem contaminação no produto que era comercializado para os Estados de Minas Gerais, Goiás e São Paulo. A Operação Ouro Branco prendeu 27 pessoas ligadas a duas cooperativas nas cidades mineiras de Uberaba e Passos. Para aumentar o volume e o tempo de conservação, eram adicionadas ao leite longa vida substâncias como água oxigenada e soda cáustica.

A suspeita da PF é que a técnica tenha sido negociada e repassada a outras produtoras. Segundo os agentes federais, foram apreendidas notas fiscais de venda do leite da Cooperativa Agropecuária do Sudoeste Mineiro (Casmil) e da Cooperativa dos Produtores de Leite do Vale do Rio Grande (Coopervale) para grandes empresas alimentícias, como as multinacionais Nestlé e Parmalat. Em nota, as empresas dizem não haver riscos no consumo de seus produtos.

Participaram da operação, além dos agentes da PF, promotores do Ministério Público Estadual e Federal. A fraude foi descoberta devido a denúncias de outras cooperativas e de ex-funcionários das empresas. Depois das denúncias, amostras de leite industrializado comprado das cooperativas foram analisadas.

- Foi constatado um nível de substâncias alcalinas acima do normal, o que torna o leite impróprio para consumo humano - contou o delegado Ricardo Ruiz da Silva, um dos coordenadores da Ouro Branco.

Nas sedes das cooperativas, os policiais apreenderam tonéis com substâncias usadas para batizar o leite. A Coopervale e a Casmil produziam 450 mil litros de leite por dia.

Técnicos do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento - que ajudaram a PF nas análises - vão realizar novos testes com o leite recolhido. A Agência Nacional de Vigilância Sanitária prefere esperar o resultado dos exames laboratoriais para decidir pela retirada ou não de produtos lácteos do mercado.

(JB Online)

Convênio entre Exército, Cedae e prefeitura abastecerá Nilópolis

O Exército cedeu parte do terreno do Campo de Treinamento de Gericinó, na Zona Oeste, para construção de uma subadutora para abastecer Nilópolis e bairros cariocas vizinhos ao município da Baixada Fluminense. Ao todo, 150 mil pessoas serão beneficiadas. A obra custará R$ 10 milhões e deve ser iniciada em seis meses. O acordo foi assinado ontem com a Cedae e com a Prefeitura de Nilópolis.

O projeto prevê também um reservatório com capacidade para 12,5 milhões de litros de água e um tronco de distribuição. A obra deve durar um ano, segundo a estimativa da Cedae.

Em Nilópolis, os bairros atendidos serão Centro, Chatuba e Olinda.

- Tem um bairro chamado Cabral também - complementa Wagner Victer, presidente da Cedae, fazendo alusão ao sobrenome do governador Sérgio Cabral.

- Usaremos o dinheiro do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) para cobrir toda Nilópolis, que hoje fica na ponta de linha no sistema de abastecimento e sofre com a falta d'água. Isso não acontecerá com a subadutora - explica Victer.

A Cedae também começou ontem a testar um chip , colocado em caminhões-pipas, para liberação de água em suas bicas da Avenida Francisco Bicalho, no Centro, somente após a confirmação de pagamento. Sgundo Wagner Victer, a Cedae só vê pingar em seus cofres 5% do valor referente à venda do produto. Os outros 95% seriam, segundo ele, furtados por pipeiros.

- Esse é um projeto-piloto, com faturamento online, para evitar desvio de água. O nosso prejuízo é de 95%. De cada cem litros vendidos, só recebemos por cinco. O chip também vai garantir ao consumidor a procedência da nossa água. E até os donos de caminhão vão se beneficiar, porque tem motorista terceirizado que desvia água - disse Victer, que pretende levar a novidade para bicas da zonas Sul e Oeste.

(Jornal Extra)

Lagoa e Cristo unidos por um teleférico


Rio - Da Lagoa Rodrigo de Freitas ao Cristo Redentor, por um fio. A prefeitura licitará o serviço que pretende ligar os dois cartões-postais cariocas por teleférico, aos moldes do bondinho do Pão de Açúcar. O edital com as regras básicas para a elaboração do projeto — uma parceria da Secretaria Municipal de Turismo e do Instituto Pereira Passos (IPP) — deverá ser publicado até o fim do mês. “Será uma nova atração turística, uma coisa grandiosa, que vai chamar a atenção do mundo inteiro”, garante o secretário de Turismo, Rubem Medina. A secretaria estima o custo de instalação em pelo menos US$ 40 milhões (cerca de R$ 73 milhões) gastos em etapas.

O tempo para início de pelo menos parte do serviço é de dois anos a partir da aprovação da concessão. O termo de referência para o edital, elaborado pelo IPP e sob avaliação do prefeito Cesar Maia, permite a construção de uma ou mais estações de desembarque intermediárias. Uma delas seria no Morro dos Cabritos.

As gôndolas partirão de uma das margens da Lagoa, a ser definida, e deverão ter capacidade para no mínimo seis pessoas, ser totalmente fechadas, com ventilação forçada, e adaptadas a portadores de deficiência, observa o IPP. Quem definirá o trajeto, as paradas e a tecnologia usada será a iniciativa privada, usando critérios de engenharia e economia.

Segundo a Secretaria de Turismo, a idéia surgiu de empreendedores, que procuraram o Município com propostas para a execução do serviço. Os recursos usados serão das próprias empresas, que serão remuneradas a partir das tarifas.

Por envolver áreas de proteção ambiental, o projeto precisará ser submetido a todos os estudos de impacto ambiental, o que deve prolongar o tempo de espera pela nova atração turística. As torres das diferentes estações deverão ser instaladas por helicóptero, “não havendo qualquer possibilidade de construção de estrada de acesso”, diz o termo de referência para o edital. Além disso, um plano de recuperação da área deverá ser apresentado junto com o projeto.Para a Secretaria Municipal de Turismo, o bondinho do Pão de Açúcar é prova de que um projeto de baixo impacto para o meio ambiente pode ser posto em prática.

(O Dia online)

7.937 vagas para cursos grátis na rede Faetec

Oportunidades vão desde creche até ensinos Técnico, Médio e Superior Rio - Já estão abertas as inscrições para o concurso da Fundação de Apoio à Escola Técnica (Faetec) para o ano letivo de 2008, que reservou 7.937 vagas. O cadastro vai até 19 de novembro para Educação Infantil, Creche e Pré-escola (263 lugares), Ensino Fundamental (373), Ensino Médio concomitante com o Técnico (4.769) e Técnico para quem já concluiu o Médio (2.142). Além disso, o Centro Universitário Estadual da Zona Oeste (Uezo) terá 180 vagas, e os Institutos Superiores, outras 210.

A Faetec oferece cursos profissionalizantes nas áreas de Agropecuária, Comunicação, Informática, Saúde e Turismo, entre outros. As inscrições são somente pela Internet em www.faetec.rj.gov.br/concurso2008. O candidato deverá preencher o formulário, imprimir o boleto bancário e pagar taxa de inscrição de R$ 27 em qualquer agência bancária.

O cadastro, no entanto, será gratuito para Educação Infantil e Ensino Fundamental, que têm seleção por sorteio, com base na extração da Loteria Federal de 15 de dezembro. Os interessados deverão escolher a unidade no site. As provas para as demais séries serão dia 16 de dezembro.

Quem não tem computador pode se inscrever gratuitamente em um dos 28 postos da Faetec Digital, que funcionam de segunda a sexta-feira, das 9h às 17h. Endereços e mais informações no telefone 2117-2450.
(O Dia online)

segunda-feira, 22 de outubro de 2007

Mesmo privatizado, terminal de Niterói sofre com problemas antigos

Pouco mais de dois meses depois de ser privatizado, o Terminal Rodoviário João Goulart, no Centro de Niterói, ainda sofre com os antigos problemas: plataformas com infiltrações, pistas esburacadas, banheiros em má conservação, iluminação precária e falta de vigilância.

É comum ver pedestres se arriscando ao atravessar vias restritas aos coletivos, sem qualquer fiscalização.
Quando assumiu a administração do João Goulart, a vencedora da licitação, Terminal de Ônibus de Niterói (Teroni) – formada pela Construtora Zadar Ltda e KF Empreendimentos – prometeu que nos primeiros meses seriam feitas modificações, principalmente nas áreas com grande circulação de passageiros, como os banheiros. Mas até agora não foi feita nenhuma intervenção visível.

"Não percebi diferença. O terminal continua como antes, com os mesmos problemas. À noite, apenas uma parte fica iluminada e só uma plataforma funciona. Eu tenho medo de andar sozinha aqui depois das 23 horas. Falta segurança", comentou a vendedora Amanda Souza, de 27 anos.

O contrato assinado entre a Prefeitura e o consórcio Zadar-KF prevê a concessão do terminal por 20 anos. A exigência é de um investimento de R$ 4 milhões nos próximos cinco anos. Em contrapartida, a nova administradora poderá explorar comercialmente o local, alugando espaços para estabelecimentos. Algumas entidades públicas possuem unidades já estabelecidas, e a Teroni afirma que os órgãos serão mantidos.

Segundo a assessoria de imprensa da Prefeitura, o processo de privatização do terminal esteve em debate durante mais de um ano, mas parte da população desconhece a mudança na administração. Dos seis entrevistados, nenhum tinha conhecimento da privatização.

Para o porteiro Sandro Pereira, de 36 anos, o terminal continua com as mesmas deficiências.

"É um absurdo que nem os problemas emergenciais foram resolvidos", reclamou.

Segundo o motorista Eric Gregório, de 28, as pistas precisam de reparo urgente.

"Os buracos continuam, e os motoristas acabam se desdobrando para desviar os ônibus. Além disso, em dias de chuva, as infiltrações nas plataformas incomodam", contou.

(O Fluminense)

Casos de dengue aumentam 718% em Niterói

O ministro da Saúde, José Gomes Temporão, admitiu esta semana que "o governo está levando uma surra" do mosquito da dengue e que o Brasil vive hoje uma nova epidemia, principalmente na região Sudeste, que teve um aumento de 75,64% nos casos. Niterói é um dos municípios afetados. De acordo com dados da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), houve alta de 718% em relação ao ano passado: em 2006 foram registrados 171 casos, enquanto até este mês de outubro já foram contabilizados 1,4 mil casos.

Conforme dados da Secretaria Estadual de Saúde, até outubro foram notificados 12.908 mil casos de dengue no Estado e 66 casos de dengue hemorrágica, com três mortes confirmadas só na Região Metropolitana-2, que abrange os municípios de Niterói, São Gonçalo, Maricá, Itaboraí, Tanguá, Rio Bonito e Silva Jardim.

A Secretaria informa que os bairros mais afetados são os da Região Oceânica, por causa da grande extensão de área verde e das casas de veraneio. No local, só neste ano houve um aumento de 50% de casos e os moradores temem uma epidemia.

Segundo a vice-presidente de Atenção Coletiva, Ambulatorial e da Família, da Fundação Municipal de Saúde, Maria Célia Vasconcellos, a situação já tinha sido identificada como alarmante desde o início de fevereiro, por isso a Secretaria se antecipou e deflagrou, em setembro, uma ação denominada "Operação Primavera", para combater o foco do mosquito e conscientizar a população.

"Nós identificamos o aumento desde o início do ano, por isso criamos uma operação para combater e conscientizar a sociedade. Podemos considerar uma guerra e a nossa luta é derrubar o mosquito", disse.

Cidade registra aumento de casos em áreas de veraneio

A vice-presidente de Atenção Coletiva, Ambulatorial e da Família explicou que o aumento de casos em Niterói se dá por alguns fatores:

"Muitas pessoas vêm de outros municípios para procurar médicos na cidade. Além disso, na Região Oceânica há muitas casas fechadas de veraneio, o que impossibilita a entrada dos agentes para combater o mosquito".

A "Operação Primavera" está fazendo uma mobilização de todas as secretarias e a sociedade civil organizada, para diminuir o número de casos de infecção. Foi formado um Comitê Regional de Dengue por um grupo de agentes do governo e da sociedade civil, que está realizando, junto às associações de moradores, pais e professores, o trabalho de conscientização.

"Em novembro, a maioria das escolas está fechada. Com a antecipação dos trabalhos, queremos contar com pais, alunos e professores engajados nessa campanha. O mosquito transmissor da dengue é caseiro e, sem a ajuda da população, não teremos resultados satisfatórios", insistiu Maria Célia Vasconcellos.

Apesar do aumento de casos em todo o Estado do Rio de Janeiro, a rede pública da cidade tem conseguido prestar atendimento de qualidade e realizar uma vigilância epidemiológica eficiente, na avaliação da servidora.

"Não somos uma ilha isolada do Estado ou do País; também registramos um aumento no número de casos. Nossa parceria com a iniciativa privada, que tem informado e notificado os casos com agilidade, e um serviço de vigilância epidemiológica eficiente, também contribuíram para um registro maior e mais exato, no sistema de saúde, das pessoas adoentadas. Nosso trabalho é ininterrupto durante todo o ano. Os laboratórios que confirmam ou não a notificação para dengue, no Largo da Batalha, na Zona Norte, e no Miguelote Viana, deram respaldo às nossas ações por conta da avaliação precoce, fundamental em casos de dengue", completou Maria Célia Vasconcellos.

Campanha de conscientização

A operação está sendo realizada com participação das secretarias regionais, associações de moradores, Corpo de Bombeiros, escolas públicas e particulares e equipes do Programa Médico de Família (PMF). Os agentes do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) que fazem o trabalho durante todo o ano, neste período de calor intensificam o combate.

"Estamos fazendo um mutirão de combate e conscientização. Vamos unificar os procedimentos de toda a rede de atenção básica com a rede hospitalar e de emergência. Este ano, a experiência de transformar as policlínicas regionais em locais de referência para diagnóstico, tratamento e acompanhamento foi muito positiva e será repetida, se necessário. A antecipação das ações e a grande mobilização que estamos preparando tem por objetivo evitar a proliferação do aedes aegypti, conseqüentemente, a alta de casos", contou Maria Célia.

Ela citou alguns cuidados que a população deve ter, como: evitar água parada em tonéis, pneus e garrafas, ou que a caixa d’água, sanitário e vasilha para animais fiquem destampados, além de manter piscinas bem tratadas.

Os ovos deixados pelo mosquito, que ficam na parede dos recipientes, podem viver até 450 dias, por isso a necessidade de lavá-los com freqüência e receber sempre os agentes do Centro de Controle de Zoonoses em casa.

"Ainda há resistência da população em receber os agentes nas residências Caso o morador queira confirmar os dados do agente, ele pode ligar para os telefones 2719-4614 ou 2621-6191. E é importante frisar que não é uma ação isolada da Secretaria de Saúde, mas de toda a população", explicou.

Na última sexta-feira um grupo formado por agentes do CCZ esteve no Mangueirão, Região Oceânica. A moradora Maria da Conceição, de 59 anos, disse que já teve dengue e o seu neto ficou doente duas vezes. Na casa dela, o agente vistoriou a caixa d’água, que estava coberta por uma tela e eliminou alguns depósitos de água. O aposentado Ozias Viana Gomes, de 68 anos, disse que tenta evitar o mosquito.E o casal de moradores Andréia Lace, de 37 e Gilberto Lace, de 39, que é frentista, está com medo do aumento do número de casos, mas aprova o trabalho feito.

(O Fluminense)

Fla bate o Grêmio e pensa na Libertadores

Com recorde de público no Campeonato, o Flamengo venceu o Grêmio por 2 a 0, no início da noite deste domingo (21/10). Com a vitória, o rubro-negro pulou para a sexta colocação na tabela, sonhando cada vez mais com uma vaga na Libertadores 2008.

Com a bola rolando, o Flamengo tomava a iniciativa do jogo, mas não conseguia chegar com perigo ao gol adversário. A primeira chance foi do Grêmio, com um chute de Diego Souza, de fora da área, aos 15 minutos. O chute saiu fraco e Bruno agarrou facilmente. A resposta rubro-negra veio dez minutos depois. Léo Moura lançou para Cristian na ponta direita, que cruzou a bola para Souza. A zaga gremista vacilou e o atacante completou para fazer 1 a 0 para o Flamengo.

Com mais uma péssima atuação da arbitragem, que errava seguidamente contra o Flamengo, o Grêmio viu suas melhores chances em cobranças de falta. Tcheco, aos 38 minutos, cobrou com perigo, por cima do gol de Bruno.

O primeiro tempo terminou com poucas chances para os dois lados, e o resultado justo de 1 a 0 para o Flamengo.

Na segunda etapa, o Grêmio assustou o gol rubro-negro com Danilo, logo no início, com chute rasteiro, que Bruno defendeu. Aos 10 minutos, Bruno fez grande defesa em cabeçada de Jonas.

A pressão gremista passou e, aos 15 minutos do segundo tempo, Ibson, o melhor jogador em campo, ampliou para o Flamengo. O apoiador tabelou com o argentino Maxi, na ponta esquerda e chutou no canto do goleiro Saja.

A torcida do Flamengo fazia uma linda festa nas arquibancadas quando Bruno fez linda defesa, após conclusão de Tcheco. Logo depois, aos 30 minutos, Souza, que vinha tendo excelente atuação, cabeceou na trave.

Joel então mudou duas vezes, botando Renato Augusto e Obina, nos lugares de Maxi e Souza. Obina, que usou a camisa de número 100, em homenagem a centésima participação com o manto rubro-negro, quase ampliou o placar aos 33 minutos, em chute que Saja defendeu. Aos 35 minutos, Renato Augusto perdeu chance incrível, chutando em cima do goleiro gremista.

O Flamengo tocou a bola e, aos gritos de olé, comemorou mais uma vitória diante de 73 mil rubro-negros.

(Agência Fla)

domingo, 21 de outubro de 2007

Projeto prevê construção de rodoviária perto do Tom Jobim


Autoridades do estado e do município além da Infraero avaliaram nesta sexta-feira (19) os serviços oferecidos por táxis e ônibus no Aeroporto Internacional Tom Jobim, na Ilha do Governador, subúrbio do Rio. Com a expectativa do aumento do número de vôos no aeroporto, já que o governo pensa em usar o aeroporto para desafogar outros, as autoridades de transportes querem diminuir os problemas. Calcula-se que o fluxo de passageiros deva aumentar em 20%.

As autoridades que foram até o Tom Jobim avaliaram que é preciso melhorar a oferta de transporte. Um projeto prevê a construção de um terminal rodoviário na estrada do Galeão. A curto prazo, a idéia é integrar ônibus e metrô.

As principais reivindicativa das companhia aéreas são a redução do valor das taxas pagas por companhias e passageiros, o aumento do número de fiscais da Receita Federal e de policiais federais no controle de embarque e desembarque.

“Nós vamos fazer um entendimento com o metrô no sentido de estender algumas linhas de integração aqui do Galeão com a estação Del Castilho”, afirmou o secretário municipal de transportes, Arolde de Oliveira. (G1.com)

sexta-feira, 19 de outubro de 2007

Em dez meses, Detro apreende mais de 5 mil veículos irregulares

Nos últimos dez meses, o Departamento de Transportes Rodoviários (Detro) apreendeu um total de 5.131 veículos irregulares que atuavam no Estado do Rio. O número, considerado recorde pelo órgão, é o resultado de operações realizadas diariamente, entre elas, as volantes, iniciadas em janeiro; "Estado Presente", desde fevereiro em 17 pontos fixos da Região Metropolitana e Interior; "Sou Legal e Daí?", iniciada há um mês em dez pontos do município do Rio e há uma semana em cinco pontos da cidade de São Gonçalo.

O auto de infração número 5 mil foi emitido, segundo divulgou o Detro, a um motorista de carro particular que realizava transporte de passageiros sem autorização. A caminhonete, do tipo H-100, foi flagrada pela fiscalização na Avenida Washington Luiz, no ponto fixo localizado na altura da Refinaria de Duque de Caxias (Reduc).

Desde janeiro, os fiscais já retiraram de circulação 5.131 veículos. Deste total, 1.615 referem-se a vans "piratas", 827 a vans regulares, 638 a ônibus regulares (de empresas legalizadas), 483 a ônibus "piratas" e 1.568 a carros de passeio, Kombis e táxis realizando transporte de passageiros sem autorização.

Além disso, foram multados outros 3.517 veículos – 389 vans regulares, 867 vans "piratas", 427 ônibus regulares, 740 ônibus "piratas" e 1.094 Kombis, carros de passeio e táxis. Os números específicos de Niterói e São Gonçalo não foram divulgados.

O presidente do Detro, Rogério Onofre, afirmou que este é o resultado de um trabalho sério de enfrentamento àqueles que atuam à margem da lei.

"Esse resultado só foi possível graças à integração dos governos Municipal, Estadual e Federal que, somando esforços, estão dando uma resposta a quem insiste em pensar que o Rio de Janeiro é o paraíso do jeitinho e do não-cumprimento das leis", destacou Onofre.

Para o Sindicato dos Trabalhadores Autônomos do Transporte Alternativo (Sintral), o número de veículos apreendidos não representou surpresa. De acordo com o presidente da entidade, Guilherme Biserra, o sindicato estima que atualmente circulem 30 mil veículos irregulares no Estado do Rio.

(O Fluminense)

Operação da Polícia Civil na Zona Oeste deixa mortos e feridos

RIO - Cerca de 350 policiais civis da Delegacia de Homicídios da Baixada e Oeste, da Delegacia de Repressão a Explosivos (DRAE), da Delegacia de Roubos e Furtos de Automóveis (DRFA), da Delegacia de Roubos e Furtos de Cargas (DRFC), da Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA), da Polinter e da Coordenadoria de Recursos Especiais (Core) realizam, neste momento, operação no Morro da Coréia, em Bangu, na Zona Oeste do Rio.

Segundo as primeiras informações, há sete pessoas mortas, entre elas um Policial Civil, que se chamaria Sérgio e seria da Polinter. Ele foi morto com um tiro no peito. Um policial da Delegacia de repressão a Explosivos, cujo nome seria Humberto, foi ferido por estilhaços no nariz. Além dele, o comandante da Coordenadoria de Recursos Especiais (Core), Rodrigo Oliveira, foi ferido de raspão no pescoço e transferido, no helicóptero Águia da Polícia Civil para o Hospital Miguel Couto, na Zona Sul do Rio, com outros três policiais também atingidos.

Uma criança de dois anos foi atingida por uma bala perdida e levada para o Hospital Albert Schweitzer. Uma outra criança de quatro anos, também baleada, não resistiu aos ferimentos e morreu no hospital.

Cinco bandidos que estavam escondidos dentro de uma casa se renderam há pouco. Um caveirão está atolado na favela, os policiais estão tentando reirá-lo de lá.

(Agência JB)

Galvão é xingado no ar e Globo corta voz da torcida

"Galvão, vai tomar no c...", cantava a torcida, empolgada, anteontem, no Maracanã (RJ), durante transmissão do jogo Brasil x Equador, pela Globo. A provocação contra Galvão Bueno foi ao ar mais de uma vez. Para evitar mais constrangimento para o apresentador, a Globo cortou, algumas vezes, o áudio com a voz dos torcedores.
(Folha Online)

Mengão sobe, sobe, sobe....

Fla vence o Vasco e sobe mais no Brasileirão

Vasco e Flamengo se enfrentaram na noite desta quinta-feira, no Maracanã, e exibiram um clássico eletrizante em partida remarcada da sétima rodada do Campeonato Brasileiro, devido aos Jogos Pan-Americanos do Rio de Janeiro. Após 90 minutos e mais os acréscimos dos dois tempos, o Rubro-Negro saiu com a vitória por 2 a 1 e pulou para sétima posição com 46 pontos - a cinco da zona da Libertadores -, ocupando o lugar justamente dos cruzmaltinos, que desceram um degrau na tabela e têm 43. A primeira etapa foi algo de sensacional. Três gols, duas expulsões e uma enxurrada de emoções, ilustradas pela chuva que assolou o Rio de Janeiro.

(Lancenet)