sexta-feira, 21 de dezembro de 2007

Concerto da OSB na Quinta da Boa Vista com entrada franca

Neste domingo, dia 23, às 11h, com entrada franca, a Prefeitura, por meio da Secretraia Municipal das Culturas, apresentará, na Quinta da Boa Vista, o Grande Concerto de Natal com a Orquestra Sinfônica Brasileira da Cidade do Rio de Janeiro.

Sob a regência de Roberto Minczuk, o programa será iniciado com o Hino Nacional (Francisco Manuel da Silva-Osório Duque Estrada), seguindo-se de obras de Glinka (abertura Russian e Ludmila), Suppé (Abertura Cavaleria Ligeira), Dvorak (Dança Eslava n.2, Op 72), Brahms (Dança Húngara n.5), J.Strauss II (No Belo Danúbio Azul, Op. 314) e Abertura da ópera "O Guarani" (Carlos Gomes).

A apresentação da OSB complementa os concertos de Natal, programados pela Prefeitura/Secretaria Municipal das Culturas, na Igreja de Nossa Senhora da Candelária e no Mosteiro de São Bento, também abertos ao público no início desta semana.
(www.rio.rj.gov.br)

Jesus, o sentido do Natal

“E o seu nome será: Maravilhoso Conselheiro, Deus Forte, Pai Eterno, Príncipe da Paz.” Isaías 9.6

Que possamos compreender o verdadeiro sentido do Natal. Mais do que festas, presentes ou o ambiente, importa encontrar o Senhor Jesus Cristo, do Natal, em Pessoa. Ele é o Único Mediador entre Deus e você . E o Único capaz de perdoar toda a injustiça, tornando você filho de Deus.
Feliz Natal!

quinta-feira, 20 de dezembro de 2007

Libertadores: Flu vai pegar pedreira


Tricolor carioca ficou em grupo considerado forte. Flamengo, São Paulo e Santos foram felizes no sorteio das chaves e terão adversários mais fáceis

ASSUNÇÃO - Flamengo, São Paulo e Santos se deram bem no sorteio para a Copa Libertadores-2008, realizado ontem, na sede da Confederação Sul-Americana (Conmebol), no Paraguai. Já o Fluminense pegou o ‘grupo da morte’, com o paraguaio Libertad, a equatoriana LDU e o vencedor do confronto entre o argentino Arsenal e o venezuelano Mineros.

O Cruzeiro fará um duelo de ida e volta válido pela primeira fase da competição, contra o paraguaio Cerro Porteño do atacante El Tigre, ex-Flamengo. Caso vença, entra no Grupo 1, com San Lorenzo (ARG), Real Potosí (BOL) e Caracas (VEN).

Apenas um rival de mais expressão está no caminho do Flamengo, o Nacional, do Uruguai. Mas fora a pressão de encarar um grande clube uruguaio, o peruano Coronel Bolognesi e o vencedor de Cienciano (PER) x Montevidéu Wanderes (URU), a única coisa que pode complicar para os rubro-negros será jogar em Cuzco, caso o Cienciano consiga a vaga.

Curtindo férias em Búzios, o técnico Renato Gaúcho considerou difícil o grupo do Fluminense, mas não reclama. “Reclamar de quê? Quem quer ser campeão não tem que escolher adversários. Tem que entrar em campo e ganhar”, disse.

Segundo Renato, quem entra na Libertadores não pode esperar facilidades. “O importante é que estamos trabalhando para formar um grupo forte, unido e com jogadores capazes de honrar a camisa tricolor”, afirmou o treinador, confiante.

O coordenador de futebol tricolor Branco, que participou do sorteio em Assunção, considerou o grupo 8 equilibrado. “Gostei. Temos boas chances de passar à próxima fase da competição, desde que montemos um grande time”, comentou.

Para Branco o Libertad, campeão do Paraguai, é um time que ganha força na América do Sul. “Já a LDU vai tirar partido da altitude de Quito, no Equador. Mas jogar contra 2.800 metros de altitude não é tão complicado assim”, analisa.

Branco aposta que o Arsenal, da Argentina, passará pelo Mineros, da Venezuela, ficando com a última vaga do grupo. “Os argentinos ganharam a Copa Sul-Americana e merecem muito respeito”, completou.

(O Dia Online)

Polícia Federal realiza operação contra pedofilia em 14 estados e no DF

A Polícia Federal deflagrou nesta quinta-feira a operação Carrossel, com o objetivo de reprimir a prática de pedofilia na rede mundial de computadores. A ação ocorre simultaneamente em 14 estados e no Distrito Federal.

No Rio, as equipes tentam cumprir cinco mandados de prisão. No Morro do Fubá, em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense, os agentes apreenderam um computador com fotos que comprovam a prática do crime.

As investigações, iniciadas em agosto de 2007, conseguiram localizar fotografias e vídeos com conteúdo pedófilo que estavam sendo disponibilizados para cópia por usuários de programas de troca de arquivos. Os policiais mapearam os endereços das máquinas utilizadas (conhecido como IP – Internet Protocol) para compartilhamento do material pornográfico e identificaram usuários em mais de 78 países, que foram avisados por meio da representação da Interpol no Brasil e pelas adidâncias da Polícia Federal em diversos países.

Cerca de 410 policiais cumprirão 102 mandados de busca e apreensão, que foram expedidos pela 12ª Vara Federal da Seção Judiciária do Distrito Federal, em diversas localidades (ver lista abaixo). Durante a ação serão apreendidos computadores, cds, dvds e qualquer material que configure a prática do crime de pedofilia. Tudo será periciado por especialistas da Polícia Federal.

De acordo com o Estatuto da Criança e do Adolescente – ECA, o crime de pedofilia se configura quando alguém fornece, publica ou divulga fotografias, imagens com pornografia ou cenas de sexo explícito envolvendo criança ou adolescente por qualquer meio de comunicação, inclusive a rede mundial de computadores. Importante ressaltar que quem assegura os meios ou serviços para armazenamento desses arquivos pratica o mesmo crime.

(O Dia Online)

IBGE: novo cálculo melhorou posição do Rio no PIB

1. O cálculo do PIB brasileiro deprimindo o setor de serviços, vinha afetando o cálculo do PIB da economia carioca. Agora com a correção feita pelo IBGE os números se aproximam da verdade, para angustia dos pessimistas. Esta revisão metodologia corrigiu o tamanho do PIB carioca. Na série antiga o RIO-Capital tinha em 2002, 2003 e 2004, respectivamente 4,67%, 4,34% e 4,67% do PIB do Brasil. 2. Na série nova a Cidade do Rio tem em 2003, 2004 e 2005, respectivamente 5,6%, 5,8% e 5,6%, ou seja seu PIB foi reavaliado em expressivos 1% do PIB nacional. Clique abaixo e leia as duas tabelas: uma pela metodologia antiga para 2004 e outra pela nova para 2005. A diferença são gigantescos 45 bilhões de reais. 3. Esse aumento -digamos- metodológico de 45 bilhões de reais, seria um PIB maior que todas as cidades brasileiras em 2005, exceção de SP, Brasilia e o próprio Rio. Eta errinho, hein? E os economísticos que diziam que o PIB do Rio tinha emagrecido em termos absolutos ? O que dirão agora com estes 45 bilhões de reais a mais? (Extraído do ex-Blog do Cesar Maia, 20/12)

quarta-feira, 19 de dezembro de 2007

Empresas podem adotar ciclovias do Rio


Os serviços de conservação e sinalização das ciclovias da cidade poderão ser assumidos por empresas, em regime de adoção. Conforme decreto publicado hoje, o prazo de adoção será de cinco anos, podendo ser prorrogado por igual período. Atualmente, a cidade do Rio de Janeiro tem 140 quilômetros de ciclovias, distribuídos da seguinte forma: 54 quilômetros no Centro e Zona Sul, oito na Zona Norte, 30 na Zona Oeste e 48 na Barra e Jacarepaguá.

As empresas também poderão assumir a implantação de um sistema de bicicletários em toda a cidade, utilizando as alternativas projetadas pelo Instituto Municipal de Urbanismo Pereira Passos. As propostas devem ser apresentadas até o dia 7 de janeiro próximo.

O uso da bicicleta triplicou nos últimos dez anos na cidade e entre os benefícios da sua utilização estão: ser um meio de transporte econômico e que não polui o meio ambiente, ser um hábito saudável e uma boa opção de lazer .

Réveillon de Copa com participação do público

O público vai dar o seu show no réveillon da Praia de Copacabana. Para homenagear o Pan 2007, o Cristo Redentor - uma das sete maravilhas do mundo - e os bairros cariocas, a Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro, através da Secretaria Especial de Turismo-Riotur, vai transformar a maior festa de fim de ano do planeta num espetáculo interativo, onde a animação da platéia será o grande termômetro da noite. Esse ano, a tradicional contagem regressiva terá uma novidade: será feita por um coro de milhares de pessoas, que irão dar as boas-vindas a 2008 ao som de uma música especial. A sonorização é um dos pontos altos do evento. Às 19h, o som começa a esquentar e a se espalhar pela orla, através das 32 torres de som de 10 a 12 metros de altura, instaladas do Leme ao Posto Seis. Isto irá garantir a qualidade sonora, com música ao alcance de todos. (Do Portal da Prefeitura, 19/12)

Árvore da Lagoa bate seu próprio recorde no Guiness

No livro dos recordes desde 1999, a árvore de Natal da Lagoa Rodrigo de Freitas, localizada na Zona Sul do Rio, ganhou novo certificado da entidade, por ter atingido 85 metros de altura, o equivalente a um prédio de 28 andares. A atração, considerada a maior árvore de Natal flutuante do mundo, bateu seu próprio recorde, de 76 metros.
Segundo a prefeitura, a árvore da Lagoa é o terceiro maior evento do calendário turístico do Rio de Janeiro, após o Carnaval e o Réveillon, sendo apreciada por 80 mil pessoas por dia. (Do Portal G1)

IBGE: Rio perde participação no PIB, SP ganha

IBGE diz que a renda gerada no país ainda continua muito concentrada e desigual. O ranking dos maiores PIBs do país manteve-se praticamente inalterado.São Paulo está entre as cidades que mais aumentaram sua participação no Produto Interno Bruto (PIB, soma das riquezas produzidas pelo país) brasileiro de 2004 para 2005, segundo dados divulgados nesta quarta-feira (19) pelo IBGE.

Confira os 100 municípios com maior participação no PIB brasileiro

A capital paulista aumentou sua participação no PIB de 11,7% em 2004 para 12,3% em 2005. Já o município do Rio de Janeiro, segunda maior cidade do país, caiu de 5,8% para 5,5%. (Do Portal G1, 19/12)

Prefeitura preserva mais imóveis do Centro do RJ

A Prefeitura criou, por decreto, mais uma ação para preservar imóveis antigos situados no Centro da cidade, desta vez abrangendo a área no entorno do imóvel situado na Rua da Candelária 2. A área se refere à quadra formada pelas ruas da Candelária, Alfândega, 1º de Março e Buenos Aires. A iniciativa conta com parecer favorável do Conselho Municipal de Proteção do Patrimônio Cultural do Rio de Janeiro. Com a medida, ficam preservados os imóveis situados na Rua da Candelária 4 (foto) e 6, com endereço complementar na Rua da Alfândega 11; o localizado na Rua da Alfândega 5, com endereço complementar Rua 1º de Março 57; e na Rua da Alfândega 7. Os imóveis preservados deverão manter suas principais características arquitetônicas. Os demais prédios daquela quadra foram declarados bens tutelados, cujas modificações ou substituições por construções semelhantes deverão ser aprovadas pela Prefeitura. (Portal da Prefeitura, 19/12)

terça-feira, 18 de dezembro de 2007

Concertos gratuitos no Centro e na Quinta da Boavista

A Secretaria Municipal das Culturas programou dois concertos gratuitos da Orquestra Sinfônica Brasileira da Cidade do Rio de Janeiro (OSB) para os próximos dias. Amanhã, no Mosteiro de São Bento, a orquestra fará uma apresentação às 16 horas que faz parte das comemorações dos 200 anos da chegada da Família Real ao Rio de Janeiro.O segundo concerto será no domingo, dia 23, às 11 horas, na Quinta da Boa Vista. Sob a regência do maestro e diretor artístico da OSB, Roberto Minczuk, a orquestra interpretará o Hino Nacional e obras de Carlos Gomes, Strauss, Brahms, Dvorak, Glinka e Suppé.

Ciclovias do Rio poderão ser adotadas por empresas

Os serviços de conservação e sinalização das ciclovias da cidade poderão ser assumidos por empresas, em regime de adoção. Conforme decreto publicado hoje, o prazo de adoção será de cinco anos, podendo ser prorrogado por igual período. Atualmente, a cidade do Rio de Janeiro tem 140 quilômetros de ciclovias, distribuídos da seguinte forma: 54 quilômetros no Centro e Zona Sul, oito na Zona Norte, 30 na Zona Oeste e 48 na Barra e Jacarepaguá. As empresas também poderão assumir a implantação de um sistema de bicicletários em toda a cidade, utilizando as alternativas projetadas pelo Instituto Municipal de Urbanismo Pereira Passos. As propostas devem ser apresentadas até o dia 7 de janeiro próximo.O uso da bicicleta triplicou nos últimos dez anos na cidade e entre os benefícios da sua utilização estão: ser um meio de transporte econômico e que não polui o meio ambiente, ser um hábito saudável e uma boa opção de lazer . (Portal da Prefeitura, 18/12)

segunda-feira, 17 de dezembro de 2007

Cesar Maia lança livro em noite de autógrafos


O livro ‘Cesar Maia — No Coração do Brasil’, lançado recentemente na livraria Travessa do Leblon, comemora os 15 anos de Cesar à frente da Prefeitura do Rio, mas não toca no assunto. A obra, compilada por Sergio Besserman, Augusto Ivan, Ágata Messina, Marcelo Garcia e Belisa Ribeiro, só reúne textos sobre o prefeito na época em que era deputado federal. O Secretário municipal de Transportes Arolde de Oliveira compareceu à noite de autógrafos acompanhado da neta Luiza Gerk. (Extraído de O Dia Online)

Rio Rotativo: dia 4/1 começa a licitação


A Comissão de Licitação, formada principalmente pelas secretarias municipais de Fazenda e Transportes vai licitar, dia 4 de janeiro, os serviços de operação de 43.162 vagas de estacionamento em logradouros públicos que fazem parte do sistema Rio Rotativo. As áreas foram divididas em cinco lotes e a modalidade escolhida para a licitação foi o pregão presencial. De acordo com o edital, o valor máximo a ser cobrado do usuário do estacionamento será de R$ 2, independentemente do período, e a contratada não poderá cobrar caso o veículo permaneça estacionado por menos de dez minutos. Os operadores dos estacionamentos deverão trabalhar devidamente uniformizados e identificados por crachá. As empresas vencedoras começarão a operar 30 dias após a assinatura do contrato com a Prefeitura e, como encargo, deverão fornecer e implantar, no prazo máximo de 180 dias, sinalização vertical e horizontal indicadora das áreas de estacionamento. (Do Portal da Prefeitura, 17/12)

Metrô apresenta problema na linha um na Presidente Vargas

Um trem do metrô da linha um apresentou problema técnico esta manhã na estação Presidente Vargas. Os passageiros foram retirados e os bilhetes devolvidos. Houve uma paralisação de cinco minutos, mas a circulação já está normalizada.Algumas pessoas chegaram a passar mal com o calor e foram atendidas pelos seguranças.
(JB Online)

Réveillon: Icaraí terá 20 minutos de queima de fogos e noite de shows

A cidade já está na contagem regressiva para o réveillon e quem pretende passar a festa da "virada" na orla já pode se programar. A tradicional queima de fogos de Icaraí promete ser destaque mais uma vez. Serão 20 minutos de espetáculo, que deverá ser assistido por milhares de pessoas. Para que tudo corra bem, um forte esquema de trânsito, segurança e atendimento médico foi montado. O presidente da Niterói Empresa de Lazer e Turismo (Neltur), José Mauro Haddad, garantiu que a população vai assistir ao espetáculo com muita tranqüilidade.

"O réveillon de Icaraí é tradicionalmente familiar e estamos trabalhando para manter esse perfil. Quem for à praia irá assistir a um belo show de fogos e vai passar uma virada de ano com muita alegria, tranqüilidade e harmonia", disse Haddad, acrescentando que a festa deste ano foi orçada em R$ 900 mil.

(Fluminense Online)

Família culpa médico que receitou coquetel de remédios para Ryan

Revolta e inconformismo marcaram o enterro do professor de jiu-jítsu Ryan Gracie, de 33 anos, ontem à tarde, no Cemitério São João Batista, em Botafogo. Parentes acusaram o psiquiatra Sabino Ferreira de Farias Neto de negligência no tratamento de Ryan, que teria tomado altas doses de medicamentos desnecessariamente, o que pode ter levado a sua morte, anteontem, numa cela da 91ª DP (Ceasa), em São Paulo. O lutador havia sido preso no dia anterior acusado de roubar o carro de um idoso e se envolver numa briga com motoboys, no bairro Itaim Bibi.

Segundo a irmã de Ryan, Flávia Gracie, o lutador já estaria mais calmo e controlado quando foi levado ao Instituto Médico Legal (IML) - ao ser preso, ele estava muito agitado. O médico, no entanto, aplicou um coquetel com seis medicamentos diferentes, atitude criticada pela família de Ryan.

- Eu falei que aquilo podia fazer mal, mas ele encheu meu irmão de remédio. Falou que era para ele não ficar nervoso, mas o matou. Ele veio me pedir desculpas, mas eu não aceitei. Perguntei se ele ia $o Ryan de volta - disse Flávia, acrescentando: - Ele disse que falou para o meu irmão que estava dando um comprimido inteiro de um remédio que, só a metade, poderia deixar alguém em coma. Como era forte, deu tudo.

(Extra Online)

sexta-feira, 14 de dezembro de 2007

Exército inicia projeto Cimento Social no Morro da Providência

Quase dois anos depois de ter ocupado o Morro da Providência, no centro do Rio, o Exército voltou nesta quinta-feira à comunidade, com um efetivo de aproximadamente 200 soldados.

Mas, ao contrário da primeira vez, quando o objetivo era buscar fuzis roubados de um quartel, o que gerou tiroteios no local, agora a missão é trabalhar na recuperação de 780 casas, que ganharão reboco, pintura e novos telhados.

A operação Projeto Cimento Amigo é resultado de uma parceria entre o Ministério das Cidades e o Exército e conta com verba de R$ 12 milhões. Ainda este mês, serão reformadas 80 residências. As demais, ao longo de 2008, quando será utilizada mão-de-obra dos moradores nas obras.

A polícia tem informações de que os principais bandidos da favela já haviam deixado a comunidade no domingo.

Eles estariam refugiados no Jacarezinho e no Alemão. Os traficantes teriam escapado porque dias antes houve uma reunião com moradores avisando da ocupação. Policiais militares continuam na favela.

A presença militar visa garantir a segurança dos trabalhadores, materiais e equipamentos, segundo o chefe da Seção de Comunicação Social do Comando Militar do Leste, coronel Carlos Barcellos. “Enquanto durar o projeto, estaremos presentes aqui”, disse, acrescentando que o convênio com o Ministério das Cidades é de 12 meses. Os moradores acordaram assustados, ao verem filas de caminhões e jipes militares subindo as íngremes e tortuosas ladeiras da comunidade, ainda pavimentadas em paralelepípedos e ladeadas por casas antigas, algumas centenárias, do tempo em que o local se chamava Morro da Favela.

Gloria dos Santos Lins, 66 anos de idade, vive no morro desde que nasceu e conta ter ficado surpresa ao ver os militares.

“Comigo não falaram nada. Quando não é dia de PM [Polícia Militar], é o Exército. As crianças ficam presas dentro de casa e a gente não vai deixar elas brincarem na rua. Está o maior perigo aqui e a gente está com medo”.

Dona Glorinha, como prefere ser chamada, lembrou da última incursão do Exército na comunidade, em março de 2006, quando traficantes trocaram tiros com os militares por dias seguidos.

“Tá vendo tudo furado alí? Foi o Exército”, diz ela, que ainda hoje cobra das autoridades as caixas d´água que foram estouradas na época pelos tiros e que os próprios moradores tiveram que repor.

Outros moradores são mais otimistas e comemoram a vinda dos soldados. É o caso do estivador Elson Vieira de Oliveira, que trabalha próximo dali, no cais do porto.

Segundo ele, a missão é bem-vinda, mas a comunidade ainda está traumatizada pela última vez. “Se for para ter melhoras, vamos gostar e aplaudir. Mas para piorar, é melhor deixar como está”.

De acordo com o coronel Barcellos, além das obras nas casas, também serão realizados trabalhos sociais, com atendimento de saúde, apresentação de bandas e reforma em creches e locais públicos.

“A nossa participação neste projeto é ser a mão amiga. Vamos realizar ações cívicas e sociais. Trazer nossos médicos e dentistas, fazer recreação com as crianças, recuperar creches e associação dos moradores. Tudo para estreitar os laços com a comunidade”.

Ele ressaltou que ações criminosas, como tráfico de drogas, não serão toleradas. “Não há como conviver com esse tipo de ato ilícito”, reiterou, ao acrescentar que a tropa está preparada para um eventual confronto com os traficantes.

A maior parte dos soldados pertence à 9ª Brigada de Infantaria Motorizada, que recentemente enviou um contingente ao Haiti. Muitos dos soldados destacados para o Morro da Providência fizeram parte da Missão das Nações Unidas para Estabilização do Haiti (Minustah), incluindo o comandante da ação, general Williams Soares.

“A orientação é a mesma. Em qualquer tipo de operação desenvolvida, respeitamos o princípio da proporcionalidade e da utilização da força na intensidade mínima para impedir qualquer tipo de ato hostil contra a tropa”, esclareceu o oficial, que conversou com a imprensa na quadra de esportes que à noite abriga bailes funk e que, a partir de agora, será uma das bases do policiamento.

(O Dia Online)

Basquete: Tri rubro-negro em cima do Vasco

Rio - Não foi com uma mas com três palavras que Marcelinho definiu o tricampeonato estadual do Flamengo, o 33º título do clube: “raça, amor e paixão” marcaram a conquista sobre o Vasco, numa vitória apertada por 75 a 73 (42 a 38) que fechou a melhor de três. Marcaram também a campanha que contou apenas com uma derrota para o rival, na fase de classificação.

Ontem, o Maracanãzinho entrou para a história dos três irmãos da família Machado, que pela primeira vez sentiram o sabor de erguer um troféu defendendo o time do coração. A felicidade deles contrastava com a tristeza do elenco vascaíno, que fez tudo certinho para levar a partida para a prorrogação, mas foi traído por um erro de passe, na última bola, dado de Valtinho para Brasília. “Fizemos o máximo que podíamos. A sensação é a de que perdemos sabendo que podíamos ter ganho”, lamentou o armador.

Do outro lado, o armador Hélio respirava aliviado. Poderia ter passado de herói a vilão da história por um lance livre errado no ataque anterior ao último do adversário. A sua pontaria certeira da linha dos três pontos fez o Rubro-Negro sair de um incômodo 8 a 0 no primeiro quarto, emender uma seqüência de 21 pontos seguidos contra apenas dois e fechar a etapa em 25 a 15.

A vantagem chegou aos 12 pontos no início do segundo período, mas apesar de perder por 42 a 38 o Vasco já dava sinais de que a virada viria mais adiante. Antes dela, Marcelinho e o médico vascaíno Igor Guimarães se estranhavam na entrada dos vestiários. O clima esquentou. “Esse é o Marcelinho que vocês dizem ser o craque do campeonato. É um marginal”, disse Igor.

De volta à quadra e sob a batuta de Valtinho o Vasco tomou o comando do marcador. Só que o Flamengo terminou novamente na frente (63 a 59) e voltou a desgarrar, fazendo 71 a 61 no início do último quarto. Dispostos a evitar que a equipe da Gávea fechasse a série, os vascaínos se empenhavam na defesa e faziam o adversário errar. A 24 segundos do fim, Arthur fez a diferença cair para 74 a 73. Em seguida, Hélio, cestinha com 30 pontos, acertou um lance livre e deu a chance para que o rival levasse o confronto para a prorrogação, mas a jogada não saiu como o planejado.

“Estava confiante de que acertaria os dois. Quando vi que errei, saí para marcar o Valtinho e a bola saiu espirrada da mão dele. Hoje fui cestinha, mas qualquer um poderia ter sido porque nosso time é assim”, diz Hélio.

“Meu banco todo produziu. O resultado apertado valorizou a conquista. Me considero um iluminado”, disse o técnico Paulo Chupeta.

(O Dia online)

+ 250 vagas no Centro


O Secretário municipal de Transportes, Arolde de Oliveira, inaugurou o primeiro estacionamento subterrâneo do Centro do Rio, que com 250 vagas, gerou 300 empregos e custou cerca de R$ 30 milhões. A área construída é de 6,4 mil metros quadrados.
O Estacionamento Subterrâneo Santa Luzia fica na Av. Presidente Antonio Carlos, entre as avenidas Beira-Mar e Almirante Barroso, e conta ainda com um bicicletário e vagas para deficientes físicos.
O empreendimento da Prefeitura cuja concessionária é a Auto-Park foi gerenciado pela Riourbe, empresa da Secretaria Municipal de Obras.
(Thereza Christina)

quinta-feira, 13 de dezembro de 2007

Flamengo comemora 20 anos de seu tetra do Brasileiro

Em pé:
Leandro. Zé Carlos. Andrade. Edinho. Leonardo e Jorginho.
Agachados:
Bebeto. Ailton. Renato Gaucho. Zico e Zinho.

Após um ano cercado de discussões referentes ao título de maior polêmica do futebol brasileiro, hoje é dia de a torcida rubro-negra comemorar os 20 anos da conquista - reconhecida pela CBF ou não - do tetracampeonato. No dia 13 de dezembro de 1987, um gol de Bebeto garantia a vitória por 1 a 0 sobre o Inter e transformava o clube no maior vencedor do Brasileiro.

Taxado de um time de "vovôs", segundo revelação de Zico, maior ídolo da história rubro-negra, o Fla estreou no Campeonato Brasileiro daquele ano com uma derrota por 2 a 0, em pleno Maracanã.

Porém, o questionado elenco contava com 12 jogadores que passaram pela Seleção principal, sendo que cinco deles seriam tetra do mundo sob o comando de Parreira, em 94.

Zico, à época aos 34 anos, era o líder do time, sendo assessorado pelos não menos experientes Leandro, Edinho e Andrade.

Jovens como Jorginho, Aldair,Leonardo, Aílton e Zinho, aliados aos também novos, mas já badalados Renato Gaúcho e Bebeto, eram os pulmões do time de Carlinhos.

Depois de sete vitórias em 15 jogos nos dois primeiro turnos, oRubro-Negro chegava à semifinal contra um favorito Atlético Mineiro, embalado por dez vitórias, cinco empates e nenhuma derrota.

Nas duas partidas contra o Galo, consideradas as verdadeiras finais daquele campeonato por grande parte do elenco campeão, vitórias por 1 a 0 e 3 a 2, no Maracanã e no Mineirão, respectivamente.

Na decisão, o Mengo tinha à sua frente o Inter de Taffarel. No Beira-Rio, um empate em 1 a 1. No dia 13 de dezembro, exatamente seis anos após o clube ter sido campeão do mundo, o Fla vencia com um gol em que cinco rubro-negros tocaram na bola antes de Bebeto dar números finais ao confronto.

(Lancenet)

Rio é pioneiro na implantação do Juizado de Violência contra a Mulher


RIO - Em iniciativa pioneira no Brasil, a Prefeitura do Rio vai oferecer as condições para a implantação e consolidação do Primeiro Juizado de Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher, a ser criado junto com um Centro de Assistência Social. Além das instalações, com inauguração prevista para 8 de março de 2008 (Dia Internacional da Mulher) e onde funcionará a Casa da Mulher, a Secretaria Municipal de Assistência Social oferecerá transporte, hospedagem e outros itens necessários para que as vítimas possam fazer valer os seus direitos junto à Justiça.

A iniciativa considera as parcerias bem-sucedidas que a Prefeitura mantêm com o Tribunal de Justiça do Estado, a Vara de Execuções Penais e a Primeira Vara da Infância Adolescência e Idoso. A ação em defesa das mulheres também será articulada com o Programa Rio Mulher e instituições a serem conveniadas, além de contar com a participação de assistentes sociais, psicólogos e outros profissionais da Prefeitura.

(Prefeitura do Rio de Janeiro)

Tarifas dos catamarãs do terminal de Charitas ficam até 23% mais caras

Quem utiliza os catamarãs da Estação Hidroviária de Charitas, em Niterói, terá que desembolsar até 23% a mais do valor atual da tarifa. A partir da próxima segunda-feira, dia 17, a passagem aumentará de R$ 6,50 para R$ 7 ou R$ 8,50, dependendo do horário. A notícia do reajuste deixou alguns usuários do transporte preocupados com o impacto no orçamento.

Há três semanas, a passagem de ônibus intermunicipal aumentou 5%. Aqueles que dependem do transporte coletivo para chegar até o Rio de Janeiro estão temerosos.

"Pego todo o dia o catamarã para ir ao trabalho. Com o reajuste, vai ficar complicado, o impacto no meu bolso vai ser grande" reclamou a analista de sistemas Maria Aparecida Machado, de 59 anos.

O administrador de empresas Ivan Fagundes, 30, foi pego de surpresa. Ele não esperava o aumento.

"O valor é alto. Estou preocupado com os brasileiros que ganham pouco e ainda tem que pagar esse absurdo de passagem. Realmente vai ficar difícil a partir de segunda-feira", lamentou o jovem.

A passageira Luciana Figueiredo acredita que com o aumento da tarifa o trânsito na cidade irá piorar.

"Em virtude do trânsito caótico de Niterói, esse transporte deixou de ser alternativo para ser tornar obrigatório para milhares de trabalhadores, principalmente aqueles que moram na Região Oceânica e Pendotiba. Com esse aumento, muitos deixarão de utilizar o transporte, piorando ainda mais o trânsito de Niterói", desabafou.

A concessionária Barcas S. A não divulgou o motivo do aumento da tarifa.

Valores e horários

Praça XV-Charitas : das 7h às 16h29, R$ 7. Após às 16h30, R$ 8.

Charitas-Praça XV: das 7h às 10h29, R$ 8. Após às 10h30, R$ 7.

Chuva provoca queda de 20 árvores na Baixada Fluminense


Em Mesquita houve a queda de dez árvores, segundo Defesa Civil.
Duque de Caxias e Campos Elíseos estão entre as áreas mais atingidas pela chuva.

Cerca de 20 árvores caíram nos municípios da Baixada Fluminense devido à forte chuva que desde a tarde de quarta-feira (12). Somente em Mesquita caíram dez árvores, segundo informou a Defesa Civil da cidade.

A chuva também provocou o alagamento de diversos pontos da Baixada Fluminense, segundo informou a Defesa Civil dos municípios da região na manhã desta quinta-feira (13). As áreas mais prejudicadas foram Duque de Caxias, Vila Santo Antônio, Campos Elíseos e Jardim Leal. Nestas regiões, ruas e casas ficaram alagadas. Moradores perderam móveis e eletrodomésticos.

A Defesa Civil municipal do Rio já registrou 53 chamados desde a noite de quarta-feira (12) até o início da manhã desta quinta-feira (13), por causa da forte chuva.

A maior parte deles, segundo o órgão, é de ameaças de barreiras e casas que apresentaram rachaduras por infiltração. Entre os bairros afetados estão Brás de Pina, Anchieta e cascadura, no Subúrbio, além de Campo Grande e Santa Cruz, na Zona Oeste da cidade.

O FUNERAL DA CPMF E AS MENTIRAS EM TORNO DELA !

1. O golpe final à CPMF veio quando o senador Jereissati

leu -já no final- em plenário a carta do ministro da

fazenda,desmentindo o que os representantes do governo diziam que era

o conteúdo da proposta. Lula mentiu até o ultimo momento. Não eram

100% para a saúde, mas progressivamente até 2010. Mentiram deslavada e

com firma reconhecida.

2. A proposta de 100% para a Saúde era uma farsa. Hoje o

orçamento da União aplica esses 40 bilhões de reais em Saúde. O que os

espertos do governo queriam era uma simples troca de fonte: de outros

tributos para a CPMF sem mexer em nada.

3. Qualquer estudante de economia sabe que quando se

reduz um tributo,( escola da economia de oferta), os recursos vão para

a sociedade. Esta gasta ou seja consome, investe, poupa, ou aplica

estes recursos. Sobre este gasto incidem os tributos existentes -a

renda, ao consumo, ao produto, ao serviço, às operações financeiras,

etc...Provavelmente com uma velocidade de circulação maior que o uso

anterior pelo governo. Portanto sobre o valor da CPMF transferido

automaticamente, incidirá no minimo a carga tributária atual de 37%.

Ou seja: retornam ao governo -´de forma segura- e por tributos muito

mais justos- pelo menos uns 16 bilhões de reais. Pelo menos.

4. Espera-se que os bancos reduzam na margem a taxa de

juros pois a carga tributária sobre a movimentação financeira,

diminuiu.

5. Espera-se que Lula tenha aprendido a lição e respeite

o Congresso Nacional e a Oposição. Recebeu aulas de democracia e de

economia, no episódio. Ganhou o Brasil !

(Blog do Cesar Maia)

quarta-feira, 12 de dezembro de 2007

Ônibus a etanol entra em circulação no Brasil


USP apresenta veículo com emissão quase nula de poluentes, como parte do Projeto BEST, idealizado pela universidade, com apoio de oito parceiros e incentivado pela União Européia

A Universidade de São Paulo (USP), por meio do Cenbio (Centro Nacional de Referência em Biomassa) do Instituto de Eletrotécnica e Energia (IEE), apresenta hoje o ônibus movido a etanol (álcool hidratado combustível). O veículo vai circular durante um ano em São Paulo, a partir de dezembro, como teste para demonstração de viabilidade, no corredor Jabaquara - São Matheus, com parada em nove terminais e atendimento a quatro municípios: São Paulo, Diadema, São Bernardo do Campo e Santo André.

Esperamos que esta tecnologia possa ser empregada brevemente no Estado do Rio de Janeiro.

(fonte: www.mundoautomotivo.blogspot.com)

Livro conta história da Rua do Lavradio

O carioca ganhou mais um presente, o livro "Rua do Lavradio". Organizado pelo arquiteto Augusto Ivan de Freitas Pinheiro e atual Secretário Municipal de Urbanismo, a obra conta a história dessa rua, desde sua abertura até o processo de revitalização nos dias atuais. O que for obtido com a venda será entregue a uma ONG.

Rua do Lavradio contém diversas ilustrações e reúne textos do Secretário, além das arquitetas Eliana Canedo de Freitas Pinheiro e Nina Rabha. A escritora Rachel Jardim e os jornalistas Isa Cambará e Joaquim Ferreira dos Santos também dão seus comentários. O livro pode ser encontrado nas travessas do Centro e no Rio Scenarium até agora. (Extraído do Portal da Prefeitura, 12/12)

Professor ganha até 11% de aumento

Por meio de decreto publicado ontem, a Prefeitura do Rio igualou o valor da hora-aula dos professores I (de 4ª à 8ª séries) com jornadas de trabalho semanal de 16 e 40 horas ao dos colegas que trabalham 30 horas por semana. A mudança vai beneficiar, segundo cálculos da Secretaria de Educação, 26.817 profissionais, que terão reajustes de 8% (40 horas) e 11% (16 horas) em seus vencimentos básicos.

Já a partir deste mês (salário a ser depositado no início de janeiro) a hora-aula dos professores I de 16 e 40 horas passa para R$ 17,21. Com isso, o vencimento básico (multiplicação da hora-aula pela jornada semanal) do pessoal de 16 horas vai de R$ 245,44 para R$ 275,36. Já a remuneração dos docentes de 40 horas sobe de R$ 639,60 para R$ 688,40.

O decreto também beneficia professores II (do pré-escolar à 4ª série) e especialistas de educação que estejam enquadrados por formação em licenciatura plena. Os docentes com formação em Nível Médio e aqueles com licenciatura curta passarão a receber valores proporcionais aos dos professores enquadrados em Nível Superior. Segundo a secretaria, será mantida a proporcionalidade do atual plano de cargos e salários. (O Dia Online, 12/12)

terça-feira, 11 de dezembro de 2007

Segurança no trânsito = + controle dos cruzamentos

Desde o início do ano, a Secretaria Municipal de Transportes – SMTR _ monitora os principais cruzamentos da cidade com equipamentos especiais que registram infrações de avanço de sinal e parada sobre a faixa de pedestre. A exemplo dos equipamentos de controle de velocidade - lombadas eletrônicas e pardais – os equipamentos para os cruzamentos visam diminuir o número de vítimas do trânsito. Até agora cerca de 30 estão em funcionamento. (Extraído do Portal da Prefeitura, 11/12)

Tele-Dengue já atendeu a mais de 200 mil ligações

O Tele-dengue funciona desde 2003. É um canal primordial da Prefeitura com a população em busca do controle da doença. O serviço de atendimento funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 20 horas. Para auxiliar no combate à doença é só ligar para o telefone 2575-0007 e solicitar informações. É possível também, por intermédio deste telefonema, agendar uma visita dos agentes ou mesmo denunciar alguma situação propícia ao desenvolvimento de focos do mosquito. O serviço permite que o cidadão confira os dados dos agentes que fazem visitas para que a população sinta-se mais segura ao abrir a porta de casa para uma vistoria. É importante que os agentes sejam recebidos nos lares para que as possibilidades de desenvolvimento do mosquito sejam erradicadas. (Portal da Prefeitura do Rio, 11/12)

TJ também suspende prova

Rio - Depois da Polícia Rodoviária Federal (PRF), agora é a vez do Tribunal de Justiça do Estado do Rio suspender a aplicação das provas do seu concurso, que aconteceriam no próximo domingo para quase 70 mil candidatos. Ontem, o corregedor-geral da Justiça, desembargador Luiz Zveiter, anunciou que vai aguardar a investigação do Ministério Público Federal para decidir se o NCE (Núcleo de Computação Eletrônica) da UFRJ continuará como responsável pela seleção. O NCE era o organizador do concurso da PRF, cancelado por descoberta de fraude. Na sexta-feira, provas originais da seleção para a PRF foram entregues ao Ministério Público Federal, em São João de Meriti. (Extraído de O Dia Online, 11/12)

segunda-feira, 10 de dezembro de 2007

Flanelinhas 'atacam' livremente em ruas de Niterói

A atuação de guardadores de carro regulamentados na cidade, através da concessão à empresa Niterói Rotativa, é restrita ao Centro e a Icaraí, na Zona Sul. Mas na prática, basta qualquer motorista estacionar o carro em uma rua movimentada para ouvir a incômoda pergunta: "E aí, patrão (madame), quer que eu dê uma olhadinha?". Temendo ver o veículo danificado ou, simplesmente, por terem simpatizado com o flanelinha, muitas pessoas acabam desembolsando pelo menos R$ 1.

No entanto, a grande maioria dos moradores da cidade não acha correto pagar para estacionar nas ruas, sendo que alguns deles afirmam que a cidade está sendo loteada.

Entre os bairros que mais sofrem com a atuação ilegal de flanelinhas, São Francisco lidera o ranking, seguido por Charitas. Diariamente, após as 19 horas, e nos fins-de-semana ou feriados, o canteiro central da Avenida Quintino Bocaiúva (orla de São Francisco) se transforma num verdadeiro escritório dos guardadores ilegais de carro. Já na Avenida Prefeito Silvio Picanço (orla de Charitas) a atuação fica restrita às margens do calçadão.

Segundo os freqüentadores destes dos bairros, dependendo do carro, alguns flanelinhas chegam a pedir entre R$ 3 e R$ 10. Mas no caso de festas particulares em casas noturnas, a tabela de preços fica mais salgada e a tarifa, irregularmente cobrada, não fica abaixo da casa dos R$ 10.

Clientes dos bares e restaurantes da orla de São Francisco ou dos quiosques de Charitas têm que arcar com a despesa extra do estacionamento. Foi o caso do turista de Natal Daniel Dantas, de 32 anos, levado pela amiga e moradora de Icaraí Mariana Peçanha, de 31, para conhecer o point.

"Confesso que fiquei um pouco impressionado com a forma com que os flanelinhas abordam os motoristas. Eles chegam pedindo R$ 3. Na minha cidade, infelizmente, esta prática já se tornou comum, mas lá os motoristas dão menos de R$ 0,50 e não escutam ofensas", disse Dantas, que é analista de sistemas.

Familiarizada com a situação, Mariana, que é universitária, contou que no bairro onde mora a atuação de guardadores é bem menor. Contudo, acha o serviço normal.

"Geralmente acabo dando R$ 3. Acho que estas pessoas estão na rua porque precisam trabalhar. Até hoje nunca me senti ameaçada", disse a jovem.

Ação paralela - Em Icaraí, um dos bairros que tem a concessão da Niterói Rotativa, guardadores de carro legalizados dividem espaço com flanelinhas. O polígono, que fica sob os cuidados dos vendedores de cartela, é formado, segundo a secretária de Serviços Públicos, Trânsito e Transporte, Dayse Monassa, pelas ruas Miguel de Frias, Joaquim Távora e Avenida Roberto Silveira. No entanto, segundo motoristas, o entorno da Praça Getúlio Vargas, após às 19 horas, é ocupado por flanelinhas irregulares.

( O Fluminense Online)

Polícia Civil faz operação no morro do Turano

RIO - Agentes da Polícia Civil realizam, nesta manhã, uma operação na favela do Turano, no Rio Comprido.

Segundo as primeiras informações, o clima no local permanece tranqüilo e a operação seria para coibir o tráfico de drogas local.

A operação estaria sendo chefiada pela delegacia da Cidade Nova

(JB Online)

Olímpicos levam surra

Engenhão vazio vê feras do Brasileirão dando baile e até ‘olé’ no time de Dunga

Rio - A trilha para o conto de fadas olímpico de Dunga terá um árduo caminho de pedras. Mesmo num amistoso festivo, que mais parecia uma pelada de solteiros contra casados, no qual até a arbitragem teve substituições, e atuando contra uma equipe de craques do Brasileiro em ritmo de férias, a confusa garotada da Seleção pré-olímpica levou um baile e até ‘olé’ na derrota por 3 a 0, ontem, no Engenhão.

O uruguaio Acosta, Íbson e Leandro Amaral marcaram os gols do time de craques. Eles puderam mostrar serviço para Dunga, que, por precaução devido a uma suspensão, não comandou a Seleção e ficou nas tribunas do estádio, deixando o trabalho para o auxiliar técnico Jorginho. Mas, além de Richarlysson, os craques cariocas que se destacaram na partida devem ter ganho muitos pontos com Dunga .

Até Obina, que nem sequer foi relacionado para o amistoso, foi citado na torcida, que brincou dizendo que o atacante rubro-negro era melhor do Alexandre Pato, estrela do time pré-olímpico que esteve apagadíssima.

Com o sol forte, o primeiro tempo foi muito lento, principalmente pela fragilidade da desentrosada Seleção pré-olímpica, que não criou sequer uma única boa chance de gol.
Já a seleção das estrelas esqueceu a ressaca das férias e mostrou seu potencial. Até Acosta parecia também estar querendo uma chance no time de Dunga. Tanto que foi o gringo do Náutico quem abriu o placar, aos 37 minutos. Josiel chutou cruzado da esquerda, Renan espalmou e o uruguaio só tocou para a rede.

No segundo tempo, Dunga e os dois técnicos da equipe dos craques fizeram várias mudanças, desfigurando ambos os times. Mas o show ficou por conta de ídolos do Flamengo e do Vasco, que nem pareciam arqui-rivais e se entenderam em vários lances, ampliando o placar.

Primeiro, foi Leandro Amaral quem cruzou para Íbson marcar, de cabeça, aos 2 minutos. Pouco depois, aos 17, foi a vez de o rubro-negro Leonardo Moura retribuir o passe do vascaíno, colocando a principal estrela cruzmaltina na cara do gol, para marcar de cabeça e fechar o placar.

(O Dia Online)

sexta-feira, 7 de dezembro de 2007

Cristo vai ser restaurado em 2008

Eleito uma das novas sete maravilhas do mundo, o Cristo Redentor vai ser restaurado em 2008. Com uma verba de R$ 1,7 milhão, serão feitas obras de proteção interna e externa (impermeabilização) na estátua; de recolocação de parte do revestimento externo da cabeça; e de restauração do piso onde o monumento foi erguido. A restauração faz parte de uma parceria do Ministério do Turismo e da Secretaria de Turismo, Esporte e Lazer do estado do Rio. A previsão, segundo a Secretaria, é que as obras comecem ainda no 1º bimestre de 2008. Por ser um monumento tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), a restauração requer um cuidado especial e não há previsão de quanto tempo será preciso para a conclusão do trabalho. (Extraído do Portal G1, 7/12)

Táxis que saem do Tom Jobim não ligarão taxímetro

Todos os táxis convencionais - os 'amarelinhos' - que partem do Aeroporto Internacional Tom Jobim, na Ilha do Governador, já estão obedecendo a uma nova tabela com valores pré-fixados para as corridas. A mudança, publicada ontem no Diário Oficial do Município, prevê o pagamento antecipado das viagens, a exemplo do que já ocorre na Rodoviária Novo Rio, no centro do Rio.

O preço das corridas não sofrerá reajustes. O objetivo da medida, segundo o secretário Municipal de Transportes, Arolde de Oliveira, é evitar que passageiros, principalmente aqueles que visitam a cidade pela primeira vez, sejam vítimas de golpes aplicados por maus taxistas.

"Como não conhecem a cidade, esses passageiros ficam reféns de alguns taxistas mal-intencionados, que nem sempre fazem o percurso correto para chegar ao destino desejado pelo cliente, só para aumentar o valor da corrida. Com a nova tabela, esse problema não vai mais ocorrer", destacou. (Portal Terra, 6/12)

Termina às 17h, as inscrições para aprendizes dos Correios

Jovens de todo o país que ainda não se inscreveram no Programa de Aprendizes para formação na atividade de auxiliar administrativo da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT) devem ficar atentos. O prazo final para cadastro é hoje, o dia 7 de dezembro até às 17. O edital está no site e deficientes poderão concorrer. A seleção, que será realizada pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), é para o preenchimento de 2.590 vagas. Deste total, 423 são para o estado do Rio de Janeiro e estão distribuídas pelas localidades da capital (321 ofertas), Niterói (40), Duque de Caxias (32), Nova Iguaçu (15) e São Gonçalo (15). (7/12)

Rio terá oito novos caveirões

Depois do fracasso da operação de quarta-feira na Vila Cruzeiro, na Penha, onde quatro carros blindados quebraram e frustraram o planejamento dos 650 policiais que foram ao morro, a Secretaria de Segurança informou que, até fevereiro, mais oito caveirões chegarão à cidade. Ao todo, o Rio contará com uma frota de 19 blindados, sendo que os novos modelos podem vir do exterior.

No dia 19, o Estado lançará a licitação para adquirir os oito caveirões. Já demonstraram interesse empresas do Iraque, Rússia, França, África do Sul e Brasil. Os novos blindados serão menores (para passar mais facilmente pelas vielas) e terão de seis a oito lugares. Segundo a secretaria, os novos carros deverão chegar entre janeiro e fevereiro e a verba já estaria disponível. Um dos últimos blindados adquiridos, de uma empresa de São Paulo, custou R$ 261.500. Os atuais blindados, utilizados há mais de seis anos, estariam sucateados e no limite de uso.

A quebra dos caveirões foi um dos principais empecilhos à operação - além de um possível vazamento de informações - negado pela secretaria. Membros da cúpula de segurança, porém, levantam não só a hipótese de vazamento como de falha na inteligência para explicar o fracasso.

- A ação não deu certo ou por vazamento, ou por falta de informações precisas - disse o policial que pediu para não ser identificado. - A operação se transformou numa ação de resgate dos blindados.

O que causou estranheza entre os policiais foi o fato de que o enfrentamento dos criminosos da Penha - conhecidos por nunca recuarem diante da polícia - foi considerado menos incisivo naquele dia. Os bandidos se reuniram na favela Caixa D'Água e, à medida que a polícia avançava, eles se concentraram na Vila Cruzeiro e Chatuba - onde os confrontos foram intensos, porém rápidos.

(JB Online)

Cesar Maia divide a cidade em quatro grandes áreas

O Rio de Janeiro foi subdividido ontem, por decreto do prefeito Cesar Maia, em quatro macrozonas. O objetivo da divisão, diz o texto, é orientar a expansão da ocupação urbana, as ações de planejamento, a regulamentação e aplicação dos instrumentos da política de urbanismo e ainda indicar as prioridades na distribuição dos investimentos. O decreto, no entanto, não foi bem recebido pela maioria dos vereadores na Câmara Municipal da cidade.

Ontem mesmo, os vereadores Eliomar Coelho (PSOL) e Jorge Felippe (PMDB) entraram com um Projeto de Decreto Legislativo contra o ato do prefeito, que, segundo eles, é ilegal. Toda e qualquer legislação urbanística tem que ser feita por lei complementar ou por lei ordinária e não por decreto. Deve, portanto, ser aprovada em plenário na Câmara Municipal.

(JB Online)

Carro flex com IPVA menor

Imposto para os bicombustíveis vai ser equivalente ao de veículos a álcool

Rio - A Assembléia Legislativa do Rio (Alerj) aprovou ontem, em segunda discussão, projeto de lei do deputado Gilberto Palmares (PT) que equipara o IPVA dos veículos modelo flex (bicombustível) ao dos movidos a álcool. O valor do imposto deverá cair à metade.

Atualmente o IPVA destes carros, cujo motor funciona com gasolina ou álcool, é calculado utilizando alíquota de 4% do valor do automóvel, mesmo índice dos veículos a gasolina. A proposta aprovada reduz a base de cálculo para 2%.

O autor do projeto explicou que a forma atual de cobrança do IPVA é uma distorção, porque não beneficia o contribuinte. Ele deu como exemplo os carros que utilizam gasolina e GNV, cujo imposto é fixado pelo menor valor, para veículos a gás (1%). “No caso do flex (bicombustível), o contribuinte acaba pagando mais, porque o IPVA é igual aos dos demais carros de passeio em geral (4%). Fica evidente, portanto, que há alguma coisa errada”, disse Palmares.

O petista lembrou que, de acordo com o princípio do tributarismo brasileiro, o Estado deve sempre observar o que for mais benéfico para o contribuinte quando houver dúvida. “Neste caso específico há uma grande divergência no pagamento do imposto já que pelo disciplinado em lei caberia também um pagamento menor”, disse o deputado.

O projeto agora vai para análise do governador Sérgio Cabral, que poderá vetá-lo ou sancioná-lo. A assessoria do governador informou que ele não fala sobre projetos aprovados pela Alerj antes de analisá-los.

(O Dia Online)

Falha mecânica em barca causa tumulto na Estação Araribóia

A falha mecânica em uma das barcas que fazem a travessia Rio-Niterói causou um tumulto na Estação Araribóia, no Centro de Niterói, na manhã de ontem. De acordo com passageiros, por volta de 9h15, o comandante anunciou que a embarcação não sairia devido a problemas técnicos e que todos iriam embarcar na próxima barca. Entretanto, segundo os passageiros, a outra embarcação já estava lotada, o que causou uma grande confusão e bate-boca na estação.

"Todos começaram a correr para a outra barca, mas não tinha mais lugar para ninguém. Foi um empura-empura horrível. É um absurdo não haver um planejamento de urgência que possa resolver esse tipo de problema mais rápido possível. Eu só consegui embarcar para o Rio às 10h30", reclamou o funcionário público Paulo Feldens, de 44 anos, acrescentando que ele e outros passageiros tentaram reaver o dinheiro da passagem mas não conseguiram.

Manutenção - De acordo com a assessoria da Barcas S.A, a embarcação Urca 3, que estava programada para fazer a travessia Niterói - Rio com saída às 9h15, apresentou problemas técnicos e foi levada para manutenção.

Os passageiros só puderam fazer a viagem na embarcação seguinte, a Ingá 2, no horário de 9h35, desembarcando na Estação Praça XV, no Rio de Janeiro, às 9h48h.

(O Fluminense)

quinta-feira, 6 de dezembro de 2007

Megaoperação leva centenas de policiais a favelas da Penha


RIO - Uma megaoperação das polícias Civil e Militar reuniu centenas de homens nas favelas da Penha nesta quarta-feira. Duas pessoas ficaram feridas e um ônibus foi queimado na Vila Cruzeiro. Nada foi apreendido e apenas dois suspeitos foram presos. Segundo a rádio CBN, pode ter havido vazamento sobre a operação porque, uma hora e meia antes da entrada dos agentes, dois ônibus foram roubados e usados como barreira contra a polícia em acessos à favela. Em entrevista após a operação, no entanto, o subsecretário de Integração Operacional, Roberto Sá, nega que tenha havido vazamento.
(CBN)

quarta-feira, 5 de dezembro de 2007

Prefeitura autoriza o uso de bermudas por servidores municipais

RIO - Pelo quarto ano consecutivo, o prefeito Cesar Maia publicou um decreto que autoriza o uso de bermudas por servidores municipais, cobradores de ônibus e motoristas de táxi, ônibus, vans e kombis credenciadas durante o verão. O decreto, publicado no Diário Oficial desta terça-feira, autoriza esses profissionais a usarem bermudões, calças e bermudas na altura dos joelhos até 31 de março de 2008.

A medida, que pode ser regulamentada pelos titulares das secretarias e presidentes de empresas, tem como objetivo permitir que esses profissionais trabalhem de uma forma mais confortável nos meses mais quentes do ano.
(O Globo online)

Dia da Bíblia será comemorado domingo com caminhadas

Diversas denominações evangélicas estão promovendo comemorações para festejar domingo, 9 de dezembro, o Dia da Bíblia, em toda cidade.

A Ilha do Governador recebeu o sinal verde da Secretaria municipal de Transportes para a caminhada no seguinte trajeto: Estrada da Cacuia, Rua Capitão Barbosa, Rua Mareante e Parque Manuel Bandeira, das 10:30 às 12:30h.

Na Barra da Tijuca, a passeata contará com um trio elétrico que seguirá por toda orla, com início na Praça do Ó, às 10:30h e término, no mesmo local, às 14:30h, após percorrer a Avenida Sernambetiba.

A data começou a ser comemorada em 1549, na Grã-Bretanha, e, em 1850, no Brasil. (5/12)

Alerj gasta 43% da pauta com títulos

A farra da distribuição de honrarias já ocupa quase metade da pauta de votação da Assembléia Legislativa. Dos 90 projetos desta semana, 39 se referem à entrega dos títulos e da Medalha Tiradentes, ou seja, 43,3% do total. Além do tempo perdido, há o desperdício de dinheiro público com a sua publicação no Diário Oficial. Por ora, os campeões de distribuição das benesses de 2007 são o presidente da Alerj, Jorge Picciani (PMDB), e Jodenir Soares (PTdoB), com 12 cada.

Ontem, o projeto que disciplina a entrega das condecorações, da Mesa Diretora (isto é, do próprio Picciani), saiu de pauta ao receber 19 emendas - quase todas do baixo clero, insatisfeito com a limitação. Pelo texto, cada um concederia 24 moções - ilimitadas ho$- duas medalhas, dois diplomas Cristo Redentor, dois títulos de benemérito e quatro de cidadão do estado por ano.

- Isso está demais. Tem que haver um limite - reclama Graça Matos (PMDB), primeira-secretária da Mesa.

O caso mais emblemático foi o da Medalha Tiradentes - a mais alta honraria do Legislativo estadual - dada ao senador e ex-presidente Fernando Collor de Mello, afastado por impeachment em 1992. Acostumados a aprovar as concessões simbolicamente, sem prestar atenção à pauta, os deputados concordaram com a proposta, apresentada por Renata do Posto (PAN).

- Apresentei um projeto para cassar a medalha do Collor, mas foi indeferido - lamenta André do PV.

Outro contemplado este ano foi o vereador Josinaldo Francisco da Cruz, o Nadinho de Rio das Pedras, preso semana passada como suspeito pela morte de um policial em fevereiro. A proposta foi de Natalino Guimarães (DEM).

- Tem de haver rigor maior. No meu caso, só concedi para quem realmente fez algo pela sociedade, assumindo até o papel do poder público - diz Jodenir Soares.

Ainda inédito, o Diploma Cristo Redentor, criado para quem contribui com o turismo, já tem um agraciado na fila de espera. Waldeth Brasiel (PR) o dará a uma jornalista:

- Ela veio de baixo e o seu currículo é muito bom.

(Extra Online)

Dia 10, inscrições para colônias de férias grátis

A Secretaria Municipal de Educação abre inscrições de 10 a 18 deste mês para as colônias de férias gratuitas que acontecerão em janeiro. As atividades serão realizadas em 40 escolas e em uma vila olímpica da Prefeitura. Poderão participar crianças com idade a partir de 4 anos, inclusive as que não são alunas da rede municipal. Serão oferecidas diversas oficinas, entre elas as de música, dança, artesanato e teatro. As inscrições serão feitas nas escolas-pólo, as mesmas unidades em que serão realizadas as colônias, em todas as regiões da cidade. Basta que o responsável formalize a inscrição sem necessidade de apresentar qualquer documento. As turmas serão divididas em três faixas de idade: 4 a 6 anos, 7 a 10 anos e 11 anos em diante. Veja a relação dos locais de inscrição (Portal da Prefeitura, 4/12)

terça-feira, 4 de dezembro de 2007

Flamengo: Prefeitura tomba torcida

No Diário Oficial de quarta-feira, a Prefeitura do Rio publicará decreto Tombando a Torcida do Flamengo como Bem Cultural da Cidade. (Ex-Blog Cesar Maia, 4/12)

Integração irá até ao Corcovado

Para facilitar o acesso ao Corcovado, a Prefeitura criou nesta terça-feira a linha especial turística de integração metrô-ônibus, a partir da estação Largo do Machado.

A nova linha terá ônibus do tipo “micrão” com ar condicionado e funcionará com intervalos de 30 minutos entre 8h30 e 17h. De acordo com a Secretaria Municipal de Transportes, o serviço deverá começar dentro de 90 dias.

O valor da tarifa será estabelecido em até R$ 12, acrescido da taxa a ser cobrada pelo Ibama. O bilhete dará direito a utilizar o metrô. Conforme decreto de criação da linha, durante os trajetos de ida e volta haverá paradas somente na Estação do Trem do Corcovado, no Largo das Paineiras e na Estrada do Corcovado, na base do Monumento do Cristo Redentor. ( O Dia Online, 4/12)

Um sonho no ar

Documentário ‘PQD’, que estréia sexta-feira, mostra dramas e alegrias de aspirantes à elite aérea

Rio - O cineasta Guilherme Coelho, 28 anos, nunca prestou muita atenção em homens de farda, até ver soldados do Exército apagando um incêndio na beira de uma estrada em Paracambi. O interesse repentino do autor do premiado ‘Fala Tu’ rendeu-lhe um ano e meio de convívio com os ‘pés pretos’ do 25º Batalhão de Infantaria Pára-Quedista, na Vila Militar, e estará a partir de sexta-feira nos cinemas do Rio, com a estréia do documentário ‘PQD’.
(O Dia Online)

Em julho, Vampeta dizia: 'Segunda é para o Rio'

Volante, rebaixado por três vezes no Brasileirão, falou em 'Flamenguinho'

O mundo dá voltas - seja para melhor ou pior. Com o rebaixamento do Corinthians no Brasileirão, este dito popular se aplicou perfeitamente à trajetória do volante Vampeta em 2007, ano em que obteve seu terceiro rebaixamento para a Série B.

Em 2004, o Velho Vamp foi rebaixado com Vitória, algo que se repetiu no ano seguinte com o Brasiliense. Mesmo assim , o polêmico jogador continuou disparando sua metralhadora: em 22 de julho deste ano, ele tranqüilizou a nação corintiana, alegando que rebaixamento era coisa para os clubes do Rio de Janeiro e usando o "Flamenguinho" - forma com a qual se referiu ao Rubro-Negro - como um exemplo de um time bem pior do que o Corinthians.

- Rebaixamento? Nunca! Jamais! Isso é para os times do Rio. O Flamenguinho, por exemplo... Está bem pior do que a gente - alfinetou.

(Lancepress)

Moradores de Niterói e São Gonçalo ficarão sem água por 24 horas

A Companhia Estadual de Águas e Esgotos (Cedae) fará a manutenção do sistema Imunana-Laranjal. Com isso, cerca de 1,5 milhão de habitantes dos municípios de Niterói e São Gonçalo terão o abastecimento de água interrompido por 24 horas, já que a empresa vai desligar todo o sistema, em data ainda não divulgada. Mas o diretor-executivo da Águas de Niterói, Cláudio Abduche, acredita que isso seja realizado nesta quarta-feira.

Ao todo, serão duas grandes obras visando melhorias para o verão 2008. A primeira é a troca de adutoras em dois trechos no bairro de Santa Luzia. A outra serão melhorias nas estações de tratamento.

De acordo com Abduche, os moradores devem economizar ao máximo, para não sofrerem uma falta total de água, nos dias que antecederem os trabalhos.

"Recomendo o uso racional, para não perderem toda água dos reservatórios. Nós dobraremos o número de carros-pipa para garantir o abastecimento em hospitais e escolas públicas", explicou.

(O Fluminense)


Preso homem que matou missionária em Botafogo


Motoboy Magno de Oliveira de Paiva chegou a se fazer de vítima de assaltantes, mas uma testemunha o reconheceu como um dos integrantes do bando

RIO - Está detido na delegacia de botafogo Magno de Oliveira de Paiva, de 27 anos. Ele é acusado de ser o assassino da professora de Religião, Vitória Lúcia Marques Kurrik, de 55 anos, que foi morta no domingo, em Botafogo.

O motoboy Magno chegou a registrar o roubo do seu Tempra, na delegacia de Copacabana, dizendo também ser vítima de assaltantes, mas uma testemunha o reconheceu como um dos integrantes do bando.

A professora estava em carro com o padre Franklin Luiz Franciscatto, 41 anos, que não obedeceu à ordem dos bandidos de parar e acelerou o Santana Quantum. A polícia descobriu que pelo menos quatro criminosos precisaram trocar de carro quando o pneu do Tempra furou na praia de Botafogo, próximo à rua da Passagem, por volta das 20h40.
(Agência JB)

Briga entre camelôs e Guardas Municipais deixa clima tenso

RIO - Continua tensa a situação na Rua Yolanda Saad Abuzaid, no Centro de Alcântara, em São Gonçalo.

Desde mais cedo, guardas municipais percorrem a rua para reprimir o comércio ilegal praticado por camelôs e ambulantes.

Policiais do batalhão de Alcântara em apoio ao trabalho da Prefeitura estão no local. Até o momento, não há informações de presos, feridos ou apreensões.
(Agência JB)

segunda-feira, 3 de dezembro de 2007

Morre ex-deputada Heloneida Studart


Ela teve uma parada cardíaca após ser operada na Clínica São José

Rio - A ex-deputada Heloneida Studart, 76 anos, morreu na manhã desta segunda-feira no Rio de Janeiro. Ela teve uma parada cardíaca por volta das 9h, seis dias após passar por uma cirurgia para a troca da válvula mitral na Clínica São José, no Humaitá, na Zona Sul do Rio.

O corpo será velado no saguão principal do Palácio Tiradentes. Em respeito à morte, a Alerj suspendeu o seminário que ocorreria no Plenário Barbosa Lima Sobrinho esta manhã.

Jornalista, escritora, política, feminista e mãe, Heloneida atuou na Alerj por seis mandatos na luta pelos direitos da mulher. Durante a Constituinte, Heloneida participou do chamado "Lobby do batom", para a inclusão dos direitos trabalhistas para a mulher, incluindo os 120 dias de licença-maternidade. Este ano, Heloneida foi nomeada diretora do Centro Cultural da Alerj e do Fórum de Desenvolvimento Estratégico do Estado do Rio de Janeiro Jornalista Roberto Marinho.

(O Dia Online)

Piscinão de Ramos reabre janeiro

O Piscinão de Ramos, no subúrbio do Rio, mudou de nome. Agora se chama Parque da Vizinhança de Ramos. A mudança ocorreu porque a administração passou do estado para a prefeitura, e o projeto que está sendo implementado no local é do mesmo modelo do aplicado em Deodoro, também no subúrbio. Segundo a Secretaria municipal de Esportes e Lazer, que coordena o projeto, a Rio Águas está responsável pela reforma da piscina, que atualmente está vazia. As obras devem começar ainda em dezembro. De acordo com a Secretaria, a água da piscina vem da Baía de Guanabara e passa por uma bomba que a purifica para banho, antes de desaguar na piscina. A previsão para o piscinão voltar a ficar cheio é para janeiro. (Portal do G1, 3/12)

Calçadão: desenho original fica em Lisboa

O desenho do famoso calçadão de pedras portuguesas da Av. Atlântica foi inspirado no traçado da Praça do Rocio (Praça D. Pedro IV, o nosso D. Pedro I), em Lisboa. Ele representava o encontro das águas doces do Rio Tejo com as do Oceano Atlântico.
Hoje, Rio e Lisboa têm ainda mais em comum. O bondinho que corta as ruas de paralelepípedos, o casario antigo, os pequenos becos e vielas estão aqui e lá. (Extraído do G1, 3/12)

Vendas no Saara devem crescer até 30% no Natal

RIO - O otimismo baixou entre os comerciantes das 11 ruas do Saara, no Centro, a maior área de comércio popular do Rio de Janeiro, para as vendas de fim de ano. As promoções e as facilidades de pagamento dos lojistas já estão alavancando as venda. É esperado um crescimento de até 30% em relação a 2006. Já o Clube dos Diretores Lojistas é mais moderado e acredita num aumento em torno de 10%.

Segundo o presidente da Sociedade dos Amigos e das Adjacências da Rua da Alfândega (Saara), Ênio Bittencourt, o aumento no comércio vem sendo verificado desde outubro. O grande movimento até o momento ocorreu no feriadão prolongado da proclamação da República e do Dia da Consciência Negra. Turistas de Minas Gerais, do Nordeste, do Sul do país e de São paulo aproveitaram para adiantar as compras de Natal.

(Agência JB)

CPI da Ampla realizará primeira audiência regional em Duque de Caxias

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Assembléia Legislativa do Rio que investiga denúncias de irregularidades nos medidores de energia da Ampla, presidida pelo deputado Marco Figueiredo (PSC), realiza, nesta segunda-feira (03/12), às 18h, na Câmara Municipal de Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, uma audiência pública itinerante para ouvir a população sobre as reclamações relativas aos serviços prestados pela concessionária.

A reunião dá início a uma série de audiências que serão feitas pela comissão em diferentes municípios, tais como Magé, Itaboraí e São Gonçalo. "Vamos começar o ciclo de audiências públicas regionais, para nos reunirmos com os vereadores e os moradores locais a fim de sabermos exatamente quais são os problemas que a ciadade tem com a aferição de energia. Caxias é uma das cidades onde mais temos recebido reclamações", esclareceu Figueiredo.

Na última audiência realizada pela CPI, no dia 14/11, os parlamentares ouviram os representantes das empresas fabricantes do sistema de medição por chips eletrônicos.

(Alerj)


Versão 2007 continua a empolgar


A árvore de Natal da Lagoa, inaugurada em 96 com 37 metros a menos, virou atração e programa de lazer. Ontem, milhares de pessoas, turistas e cariocas, aproveitaram o domingo para conferir a beleza do enfeite — apagado ou com as luzes acesas.

Depois de ser inaugurada na altura do Parque Cantagalo e permanecer no local por todo domingo, a árvore flutuante foi levada, nesta madrugada, para o centro da Lagoa, próximo à Curva do Calombo, onde fica até o dia 26. Em seguida, ficará ancorada no Parque dos Patins até o dia 6 de janeiro, quando será desmontada. O espetáculo de luzes e jatos d’água da árvore pode ser visto de domingo a quinta-feira, das 19h30 às 2h, e, às sextas-feiras, sábados e feriados, das 19h30 às 3h. (Extraído de O Dia Online, 4/12)

Multa em situação irregular

Pardais que registram avanço de sinal não são aferidos, o que pode anular cobrança

Rio - Os 29 aparelhos que registram o avanço de sinal vermelho e multam motoristas no Rio não passam por nenhum tipo de aferição regular. Expostos ao sol e à chuva, os aparelhos são responsáveis por quase 14% das multas aplicadas na cidade, mas o motorista não pode ter acesso ao laudo que verifica a confiabilidade da máquina porque o dispositivo não é submetido a revisão, como acontece com os radares. Só este ano foram 196.643 multas por avanço de sinal, o que corresponderia a receita de R$ 37,6 milhões para a Secretaria Municipal de Transportes.

A presidente do Instituto de Pesos e Medidas do Rio (Ipem), Soraya Santos, afirma que a ausência de norma técnica para regular o funcionamento dos aparelhos torna as multas irregulares. “Não tem nada que diga que o ‘start’ ligado à luz vermelha do sinal está certo ou errado. Sem certificado, a multa não está valendo. O cidadão tem o direito de verificar se o instrumento está correto”, avalia. O promotor Rodrigo Terra faz coro e afirma que a ausência de aferição compromete a autuação. “A existência da infração é questionada”.

De acordo com a assessoria de imprensa do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), é preciso haver “aferição constante” do Inmetro nos aparelhos. Mas diferentemente do que acontece com os pardais e lombadas eletrônicas, os dispositivos de avanço de sinal só são aferidos quando saem da fábrica. O subsecretário municipal de Transportes, Dalny Sucasas, afirma que os aparelhos são confiáveis porque o dispositivo está ligado a uma câmera. “O avanço de sinal é filmado. O aparelho só fotografa quando a luz está vermelha”, argumenta.

A falha na regulação dos dispositivos abre lacuna jurídica sobre a validade das multas. Pela Portaria 201 de 21 de agosto de 2006, do Inmetro, os aparelhos que registram avanço de sinal também integram a lista dos itens eletrônicos de detecção de infração e devem passar por aferição periódica. Por isso, alega o advogado especialista em Direito do Trânsito Ricardo Gonzaga a multa pode ser anulada. “As multas se tornam irregulares.”

Como fazer para entrar com recurso

Para o advogado Ricardo Gonzaga, a falta de regulamentação deixa “margem enorme” para as pessoas recorrerem. “O primeiro passo do processo é pedir o laudo de aferição quando o motorista entra com o recurso”, explica. O complicado trâmite pode desestimular o recurso. “Muita gente não discute multa para não ficar até cinco anos na Justiça. Para se questionar uma multa de R$ 191, o motorista gasta pelo menos R$ 1 mil, com honorários e perícia”, ressalta.

O recurso é apresentado, obrigatoriamente, na Vara de Fazenda Pública. O motorista multado não pode questionar a autuação no Juizado Especial de Pequenas Causas porque o órgão só vale para ações contra pessoas físicas ou privadas. O tempo de um processo na Vara de Fazenda Pública varia de 3 a 5 anos. “O motorista tem que recorrer contra o estado, não pode acionar o guarda que o multou”, explica.

As multas e a aplicação dos recursos obtidos com as infrações poderão ser objeto de uma CPI na Assembléia Legislativa. O deputado Audir Santana (PSC) vai entrar com requerimento solicitando abertura da comissão.
(O Dia Online)