domingo, 29 de abril de 2007

Guerra no Fumacê continua e granadas são encontradas


Rio - Moradores do Fumacê, em Realengo, reclamam que foram acordados às 5h deste domingo com intenso tiroteio, causado por nova tentativa de invasão de bandidos próximo ao local onde uma univeristária foi baleada na Estrada da Água Branca esta semana.

O Esquedrão Anti-bombas está no local porque foram encontradas seis granadas. Algumas, utilizadas no confronto, não explodiram. A Polícia fez incursões no local para reprimir a ação dos bandidos.

A universitária Juliana Pereira da Silva, 23 anos, morreu quinta-feira ao passar num confronto entre bandidos da Favela do Batan e do Conjunto do Fumacê.

o Dia Online

Em jogo eletrizante, Fla e Bota empatam


Foi um jogo típico de uma final do Campeonato Carioca. Com muitos gols, muita confusão e muita correria, Flamengo e Botafogo ficaram no empate em 2 a 2 no Maracanã, no primeiro jogo da decisão. Dodô e Lucio Flavio abriram 2 a 0 primeiro tempo, mas Renato e Souza empataram na segunda etapa.

O mistério do técnico do Flamengo, Ney Franco, às vésperas da partida, começou não surtindo efeito. Com três zagueiros e seis jogadores no setor de meio-de-campo, o Rubro-Negro se mostrou vulnerável e desorganizado em campo. O zagueiro Ronaldo Angelim era o responsável por armar as jogadas e o único atacante, Souza, constantemente voltava para ajudar a organizar jogadas.

Lancenet
Em compensação, o ofensivo time do Botafogo não abdicava de marcar. Foi possível por diversas vezes ver o atacante Jorge Henrique e o apoiador Lucio Flavio voltando até a área defensiva. Para se ter uma idéia, o primeiro chute a gol do Fla só aconteceu aos 14 minutos, com Leonardo Moura.

Brasil vence desafio internacional de remo, evento teste para o Pan


Rio - O remo brasileiro teve 100% de aproveitamento no Desafio Internacional, realizado neste domingo na Lagoa Rodrigo de Freitas, no Rio de Janeiro. A Força Nacional de Segurança fez a escolta do evento, e mudou a rotina dos pedestres que passavam pelo loca, que observavam os oficiais enquanto faziam exercícios na Lagoa. A prova também serviu de teste para a nova raia que será utilizada nos Jogos Pan-Americanos, o Brasil venceu as três provas disputadas: Single Skiff Peso Leve Feminino, Double Skiff Peso Leve e Dois Sem.

O Dia Online

Mexicano Diaz derrota Popó por nocaute técnico nos EUA



NOVA YORK - O campeão dos Leves pela Associação Mundial de Boxe (AMB), o mexicano Juan Diaz, venceu o boxeador brasileiro Acelino Popó Freitas, que defendia o seu título pela Organização Mundial de Boxe (OMB), na noite de sábado, em Mashantucket, nos Estados Unidos.

Diaz derrotou Popó, quatro vezes campeão do mundo, por nocaute técnico após oito assaltos, unificando os títulos da AMB e da OMB.

Popó defendia pela primeira o título reconquistado em abril de 2006, na vitória contra o norte-americano Zahir Raheem.

O brasileiro de 31 anos, com 38 vitórias no currículo, que chegou a anunciar sua aposentadoria, não resistiu ao jovem mexicano, de 23 anos, em sua volta ao ringue.

O boxeador brasileiro falhou ao sair de seu "corner" no início do nono assalto, o que levou o seu treinador a interromper a luta.

Com o resultado, Diaz acumula um impressionante cartel de 32 vitórias, sendo 16 por nocaute.

"Ele é um cara brigão", disse Diaz sobre Popó. "Eu tenho que dar crédito a ele, ele é um verdadeiro campeão, um verdadeiro guerreiro."

Popó, caso vencesse, seria o único brasileiro a ganhar cinco vezes títulos de campeão mundial.

Ele tornou-se campeão mundial de boxe na categoria Super Pena pela Organização Mundial de Boxe quando iria completar 24 anos, em agosto de 1999.

Em janeiro de 2002, Popó venceu o cubano naturalizado americano Joel Casamayor pela unificação dos títulos dos Super Penas da Organização e Associação Mundial de Boxe.

Depois de doze disputas na categoria Super Pena, o pugilista retornou ao peso Leve e levou para casa o título de Campeão dos Leves pela Organização Mundial de Boxe.

(Reuters)

sábado, 28 de abril de 2007

Furacão: negado habeas corpus para presos


Entre os pedidos, estavam os dos contraventores Capitão Guimarães e Anísio.
Tesoureiro do bicho prestou depoimento, mas se recusou a falar em juízo.


O Tribunal Regional Federal (TRF) negou na noite desta sexta-feira (27) o pedido de habeas corpus de oito dos acusados pelas investigações da Operação Furacão de envolvimento na exploração de jogo ilegal, corrupção e venda de decisões judiciais. Os pedidos foram enviados e analisados nesta mesma sexta pelo desembargador federal Abel Gomes, da 1ª Turma Especializada do TRF.

Dois desembargadores, um procurador e um juiz conseguiram o benefício em decisão do Supremo Tribunal Federal.

Entre os acusados que pediram para responder o processo em liberdade estão Aílton Guimarães Jorge, o Capitão Guimarães, o sobrinho dele, Júlio César Guimarães Sobreira, acusado de ser o tesoureiro da quadrilha, e o contraventor Aniz Abraháo David, o Anísio. Os outros pedidos eram de Licínio Soares Bastos, Laurentino Freire, José Luis da Costa Rebello, Sérgio Luzio Marques de Araújo e Virgílio Medina.

G1

Editora aceita recolher livro de Roberto Carlos, que desiste de indenização

Cantor, editora e autor de biografia não-autorizada fecharam acordo.
Trechos do livro de Paulo Cesar de Araújo desagradaram ao 'Rei'.


O cantor e compositor Roberto Carlos e o jornalista e escritor Paulo César de Araújo chegaram nesta sexta-feira (27) a um acordo sobre as vendas da biografia não-autorizada “Roberto Carlos em Detalhes”. A Editora Planeta, responsável pela publicação, vai parar de imprimir e vender o livro e assumiu o compromisso de recomprar os exemplares já distribuídos para as livrarias num prazo de até 60 dias. Depois disso, Roberto Carlos poderá comprar quantos exemplares encontrar, com ressarcimento da editora pelo dinheiro gasto nisso, até o limite de R$ 2.000,00 mensais, num período de 12 meses, mediante apresentação de notas fiscais.

G1

Infraero registra atrasos de mais de uma hora em 23,8% dos vôos no país

Rio - Dentre os 638 vôos programados para pousar ou decolar entre a 0h e 11h deste sábado, 152(23,8%) estão com atrasos superiores a uma hora de acordo com a Infraero, responsável pela administração dos aeroportos do país.

No Rio, o aeroporto do Galeão possui 12 atrasos. O caso mais grave era de um vôo de Belém (PA) que deveria ter pousado às 10h30 no terminal, mas deve chegar apenas às 19h. Já no aeroporto Santos Dumont, há 16 atrasos.

No aeroporto de Congonhas, em são Paulo , 15 das 91 partidas tiveram atrasos. O aeroporto internacional de São Paulo, em Guarulhos (Grande São Paulo), também registra atrasos. Às 12:15, 24 vôos haviam sofrido atrasos. A chuva na cidade agravou o problema, segundo as companhias aéreas.

Em Brasília os passageiros de 15 vôos têm problemas com atrasos. O maior atraso era de um vôos que deveria ter chegado às 6h30 de Porto Velho, mas permanece sem previsão de pouso.

O caso mais grave em termos de porcentagem é no aeroporto Confins, em Minas Gerais. Nove dos 21 vôos estão atrasados (42,9%). Em Garulhos, 24 dos 104 vôos têm problemas.

No total, 11 vôos foram cancelados no país até o momento.

O Dia Online

sexta-feira, 27 de abril de 2007

Três pessoas atropeladas em calçada no Centro estão em estado grave


Rio - Três pessoas que estavam na calçada da Praça 4 de Julho, em frente ao Consulado dos Estados Unidos, no Centro da cidade, foram atropeladas por uma van desgovernada na manhã desta sexta-feira. As vítimas foram levadas em estado grave para o Hospital Souza Aguiar.

De acordo com as primeiras informações, a van vinha em alta velocidade e o motorista tentou desviar de um táxi parado no sinal da Avenida Presidente Wilson, mas não conseguiu e atropelou os pedestres. Em seguida, a van ainda bateu em um Siena Fire, derrubou quatro frades de concreto e só parou ao atingir um Toyota.

O Dia Online

CCJ DO SENADO APROVA REDUÇÃO DA MAIORIDADE PENAL PARA 16 ANOS


A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado aprovou nesta quinta-feira a redução da maioridade penal para 16 anos nos casos de crimes hediondos, tráfico, tortura e terrorismo. A Proposta de Emenda Constitucional (PEC) foi aprovada por 12 votos a 10.

Para entrar em vigor, a emenda ainda tem de ser ratificada em dois turnos pelo plenário do Senado, passar por duas comissões na Câmara e por mais dois turnos no plenário da Câmara, caso não haja modificações. Se elas forem feitas, a proposta volta para o Senado.

O relator da proposta, senador Demóstenes Torres (DEM-GO) acatou duas emendas para tentar facilitar a tramitação do texto.

A primeira diz que os jovens de 16 anos não poderão dividir celas com adultos e que ingressarão no sistema prisional em uma ala isolada do presídio ou em cadeias específicas a serem construídas.

A segunda emenda diz que eles terão de passar por uma junta médica que avaliará se têm consciência do próprio ato.

"A argumentação não faltou de parte a parte", disse Torres. "Os contrários à iniciativa dizem que colocar os adolescentes na prisão só os promoverá na escola do crime. Mas eu pergunto: é melhor ter um adolescente irrecuperável na cadeia ou nas ruas?"

"Porque se a argumentação é de que as cadeias não recuperam eu certamente prefiro não contar com eles nas ruas", disse o senador.

O líder do governo, Romero Jucá (PMDB-RR), afirmou que o Palácio do Planalto é contra a iniciativa.

"Vamos fazer o possível para derrubar a proposta onde ela estiver", declarou.

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva manifestou-se mais de uma vez contra a redução da maioridade penal, pregando a educação como a melhor forma de integrar os jovens à cidadania.

A proposta de redução da maioridade penal para 16 anos foi sempre invocada diante de crimes hediondos cometidos por menores. A idéia ganhou força após a morte do menino João Hélio, de 6 anos, que ficou preso ao cinto de segurança do carro da mãe e foi arrastado por quilômetros em ruas do Rio, num assalto com envolvimento de menores.

Reuters

Mais de 25 mil ingressos já foram vendidos


Informação é dada pelo diretor de marketing do CO-Rio, Leonardo Gryner, no 'Bom Dia, Rio'

O diretor de marketing do CO-Rio, Leonardo Gryner, anunciou no "Bom Dia Rio", na manhã desta sexta-feira, que em menos de seis horas já foram vendidos mais de 25 mil ingressos em 24 estados para os Jogos Pan-Americanos do Rio.

Segundo ele, alguns eventos podem inclusive estar com ingressos esgotados. Ele ainda explicou as formas com que os ingresos podem ser adquiridos pela internet:

- Há duas formas de se comprar os ingressos. Uma é pelo cartão de crédito, podendo parcelar em até três vezes, se forem feitas compras acima de sessenta reais. A outra é pelo boleto, com o prazo de dois dias para se fazer o pagamento. Como é preciso a confirmação do pagamento, é possível que agora se encontre alguns eventos com ingressos esgotados, mas o interessado deve voltar a olhar na segunda-feira, pois pode haver desistências.

Gryner ainda esclareceu que para limitar a ação de cambistas só será permitida a venda de seis ingressos por pessoa. Ele acrescentou que todos ingressos terão lugares marcados:

- A pessoa escolhe o setor em que deseja assistir ao evento, e o computador escolhe o assento no setor determinado.

O diretor de marketing do CO-Rio explicou ainda por que ainda não estão à venda os ingressos para o futebol:

- Como foi aumentado o número das seleções que disputarão o torneio, o regulamento será ajustado e na semana que vem já iremos pôr à venda os ingressos para o futebol.

Ele disse ainda que os torcedores receberão um guia que explica como chegar aos locais de competições, sobre a organização do Pan e as facilidades que encontrará dentro dos estádios, entre outras informações.

- Assim, ele já irá para os locais, já familiarizado com as instalações esportivas -ressalta.

A partir de 1º de julho também será possível comprar ingressos nas bilheterias dos locais de disputas. As vendas pela internet, que começaram à meia-noite desta sexta-feira, só serão encerradas no dia 29 de julho, quando haverá a cerimônia de encerramento do Pan.

G1

Nova era no transporte

Dois grandes projetos ferroviários prometem abrir uma "nova era" para a rede brasileira de transportes, segundo matéria publicada nesta sexta-feira no jornal espanhol El País.

Trata-se da instalação, dentro de sete anos, de um trem de alta velocidade entre as cidades de Rio e São Paulo, o que relaxaria a pressão hoje existente sobre a ponte aérea que liga os aeroportos de Santos Dumont e Congonhas.

"O transporte por trem tem sido desde 1856 um sonho mil vezes acariciado no Brasil", diz o El País. "A ressurreição do trem no Brasil suporia um dos projetos económicos e industriais mais importantes dos últimos cem anos."

O jornal espanhol diz que "o trem entre Rio e São Paulo seria apenas o ponto de partida para outros projetos de linhas de alta velocidade entre outras principais cidades brasileiras, como São Paulo e Curitiba, ou Rio e Belo Horizonte".

O outro projeto, "ainda mais ambicioso", é a linha férrea entre os portos de Santos, em São Paulo, e de Antofagasta, no Chile, conectando os oceanos Atlântico e Pacífico e encurtando a via de produtos brasileiros aos mercados asiáticos.

Citando a imprensa brasileira, o El País diz que empresários chineses estariam interessados em investir no trecho de 4,3 mil quilômetros.

El Pais

Japão introduzirá trem magnético para passageiros até 2025


O Japão anunciou que pretende instalar, até 2025, seu primeiro serviço de trens que viajam levitando sobre trilhos magnéticos.

Os chamados maglevs, que hoje só operam comercialmente em um pequeno trecho na China, viajam a altíssimas velocidades, acima de 500 km/h.

Os trens eliminam o atrito com os trilhos, já que os vagões são dotados de magnetos, ou imãs, que fazem os carros flutuarem.

Em 2003, um maglev japonês atingiu 581 km/h.

Segundo as autoridades japonesas, o plano é unir a capital, Tóquio, à cidade de Nagoya, cerca de 270 quilômetros distante.

Hoje, o trecho é coberto por um "trem-bala", que supera 300 km/h.

O Japão e a Alemanha são os países que lideram a corrida pelo desenvolvimento de tecnologia de trens maglev. Testes vêm sendo realizados em ambos os países.

Mas hoje a única operação comercial do maglev se dá em um trecho de cerca de 30 km que liga o aeroporto internacional de Xangai, na costa da China continental, ao centro da cidade.

BBC Brasil

Mais um futuro interrompido pela violência no Rio


Mais uma pessoa é vítima da violência no Rio de Janeiro. A estudante de Publicidade, Juliana Pereira da Silva, de 23 anos, morreu atingida por uma bala perdida dentro de seu carro, em Realengo, voltando de uma festa por volta das 4h da manhã. A jovem passava na hora do confronto entre traficantes de facções rivais.

A universitária, conhecida como Juju, voltava de um evento da fabricante de energético para a qual trabalhava e comemorava o início de suas férias. Acompanhada de alguns colegas, Juliana emendou o festejo em uma casa de shows em São João de Meriti. Na volta, ela foi deixar a amiga Estefani Serpa de Castro, 23 anos, em casa. No caminho, quando passava pela Estrada da Água Branca, em Realengo, onde ocorria confronto entre traficantes da Favela do Batan com rivais do Conjunto Fumacê, o carro foi atingido por quatro tiros nos pneus e na lataria. Um deles acertou a virilha da universitária, que conseguiu dar entrada no Hospital Albert Schweitzer, em Realengo.

Na hora do tiroteio, as duas amigas de Juliana pararam um táxi que passava pelo local, e o amigo Daniel Domingues da Silva, 26 anos, seguiu no carro de Juliana. Sem gravidade, Estefani teve alguns ferimentos pelos estilhaços de vidros do Celta.

Após dar entrada no hospital, Juliana, que perdeu muito sangue ao ser atingida em uma veia femoral (vaso sanguíneo que acompanha a artéria), não resistiu. Inconformados, os amigos e o namorado da vítima, o nutricionista Thiago Madeira, 25 anos, ficaram revoltados pela ausência de um cirurgião vascular na unidade. De acordo com a secretaria, um helicóptero foi acionado para transferir Juliana para o Hospital Souza Aguiar, no Centro, mas a estudante teria morrido antes de entrar na aeronave.

Filha única, Juliana morava com a mãe em Bangu, e havia perdido seu pai há dois anos. A universitária cogitou, diversas vezes, a hipótese de se mudar do bairro, mas o que a prendia era a proximidade com os parentes que moram na mesma rua.

Ela estava no 5º período de Publicidade e Propaganda na Universidade Hélio Alonso, em Botafogo. Segundo uma amiga de sala de aula, a jovem estava feliz com o seu estágio em uma empresa de energético e finalmente havia conseguido comprar um carro. Juliana completou 23 anos no último dia 12.

Revolta e Saudade

No site de relacionamento Orkut, centenas de amigos já deixaram mensagens afirmando que estão chocados com a perda de Juliana. A colega Simone desabafou, dizendo que ‘infelizmente estamos somando vítimas ao invés de somarmos pessoas recuperadas pelos crimes cometidos. Não vejo outro jeito de nos livrarmos desse pesadelo a não ser todos nós, vítimas ou não, tomarmos uma atitude de buscar a paz, denuniciar o tráfico e as pessoas de má índole...'.
No álbum de fotografias do namorado de Juliana o rapaz exprimiu o sentimento de revolta, saudade e amor que tinha pela estudante.

"A pessoa mais linda do mundo... Dona de uma luz e um sorriso sem explicação!! Amor pra vida inteira... Está indo para brilhar em um outro lugar... Por aqui passou como um cometa na vida de todos... Cometa de luz e felicidade... Que tanto me fez feliz e a muitos que um dia tiveram o prazer de ver esse sorriso!! Leva contigo o meu coração... Minha vida e minha paz!! Sei que será mais um belo anjo olhando por nós!! Peço a deus que te ajude... Junto com seu papai você estará muito bem... O difícil é a saudade que tenho... E vou sentir pra sempre!! Te amo... Te admiro... Te contemplo!! Siga seu caminho minha baixinha... Estarei sempre aqui rezando mto por vc... Eterna saudade de um lindo amor!! Te amo!!!", declarou Thiago.

O Fluminense Online

Ponte Rio-Niterói deve ter 83 mil veículos no sentido Niterói nesta sexta-feira


Começa nesta sexta-feira o movimento em direção a Niterói, Região dos Lagos e outras cidades do interior do estado, pela Ponte Rio – Niterói, em função do final de semana prolongado pelo Feriado do Dia do Trabalho.

A Ponte S/A estima que 214 mil veículos passem pela Praça de Pedágio até domingo. Sexta e sábado deverão ser os dias de maior movimento, com previsão de 83 mil e 81 mil veículos, respectivamente, no sentido Niterói. No domingo devem passar 50 mil veículos.

A concessionária também inicia nesta sexta uma operação especial para atender ao aumento da demanda dos usuários, que contam com equipes de controladores de tráfego e do SOS Usuário (mecânico e médico), 24 horas prontas para entrar em ação. Na Praça de Pedágio, os papa-filas (arrecadadores volantes) agilizam a cobrança à frente das cabines. No período do feriadão, os serviços de manutenção ficarão restritos aos horários de menor movimento e às pistas de contra-fluxo.

O Dia Online

Desconfia do posto? Saiba se a gasolina é adulterada antes de abastecer


Desconfia do combustível no posto onde você abastece? Não precisa esperar o carro começar a falhar e apresentar outros problemas para saber se a gasolina era ou não adulterada com mistura a mais de álcool. De acordo com a Agência Nacional de Petróleo e Gás (ANP), o consumidor tem direito de pedir, na hora em que for abastecer seu veículo, o "teste da proveta".

Atualmente, a proporção do derivado de cana-de-açúcar ao de petróleo é autorizada em 23% do total. Segundo especialistas, total acima de 25% prejudica o motor dos carros comuns, que não possuem a tecnologia bicombustível.

Como identificar?
Por outro lado, de nada adianta pedir o teste se você não sabe identificar o resultado. Portanto, fique atento ao que o frentista do posto vai fazer para que, na hora, você saiba se a conta deu mesmo o que deveria dar. Vale lembrar que o teste é feito com a mistura da gasolina a uma solução aquosa de cloreto de sódio (NaCl):

Em uma proveta de vidro de cem mililitros, com divisões demarcadas a cada mililitro, serão colocados 50 ml da amostra de gasolina e os outros 50 ml da solução;
Deve-se chacoalhar - não muito rápido - o frasco cerca de dez vezes;
Depois disso, esperam-se 15 minutos para que as duas soluções fiquem separadas em duas camadas;
No máximo 23%
Segundo a ANP, a gasolina, de tom amarelado, ficará na parte de cima do frasco. A água e o álcool (que vai misturado à gasolina), de tom transparente, ficarão na parte inferior. Dessa forma, veja qual foi o volume desse líquido transparente: o resultado deve ser subtraído por 50 mililitros (a quantidade da solução aquosa inicial). Esse resultado deve ser multiplicado por dois e, o novo resultado, deve ser adicionado a um.

Supondo que a altura da camada inferior (álcool e solução) seja 61 ml. Subtraindo-se 50 ml de água destilada, chega-se ao volume de 11 ml de álcool anidro. Multiplicando-se este último valor por dois e somando mais um, obtém-se 23 ml ou 23% de álcool - o máximo permitido pelo governo. Veja:
61 ml - 50 ml = 11 ml
11 ml x 2 = 22 ml
22 ml + 1 = 23 ml
23 ml = 23%
Contudo, a assessoria de imprensa da ANP informou que há uma tolerância para essa proporção, de um ponto percentual para cima ou para baixo. Em outras palavras, o resultado dessa soma pode dar entre 22% e 24%.

Denúncia
Caso o posto venda gasolina adulterada, a pessoa deve fazer uma denúncia à ANP. Esse contato pode ser feito por meio do site www.anp.gov.br

Yahoo Notícias

quinta-feira, 26 de abril de 2007

Chernobyl com homenagem às vítimas


A Ucrânia e outros países que fizeram parte da União Soviética durante o regime comunista relembraram nesta quinta-feira (26) o 21º aniversário do pior acidente nuclear da história. Um reator da usina de Chernobyl explodiu em 26 de abril de 1986 e espalhou nuvens radioativas no ar. Foram contaminadas grandes áreas da Ucrânia, Bielorússia, Rússia, antes integradas à URSS. A radiação atingiu também países da Europa, entre eles, Suécia, Noruega e Finlândia.

G1

Carro a gás: Não caia em armadilhas


RIO - Há dez anos, o gás natural veicular chegou com força ao mercado, impulsionado pela liberação de seu uso em automóveis particulares. No início, havia poucos postos vendendo GNV, e o grande problema era abastecer. Hoje, as filas migram para as oficinas especializadas, por causa de conversões inadequadas e pela falta de conhecimento sobre a manutenção do sistema.

Antigo e novo, juntos
Desde os primeiros equipamentos, cinco gerações de kits foram lançadas. Uma não substituiu a outra e, assim, os sistemas ultrapassados ainda convivem com os modernos. O mais atual traz bicos injetores e gerenciamento eletrônico para o GNV, igual ao utilizado no Astra Multipower.

O gás é dosado diretamente no coletor de admissão. O sistema reduz a possibilidade de excesso de GNV na mistura e elimina o backfire (retorno de chama), que é a explosão do gás no coletor. O problema é o preço. A instalação custa entre R$ 4 mil e R$ 5 mil, cara demais para um segmento em que o consumidor busca a máxima economia.

Na procura por menores gastos, há donos de carros com complexos sistemas eletrônicos que preferem equipamentos dimensionados para modelos mais simples. Os sintomas são perda elevada de potência, engasgos, luz da injeção de combustível permanentemente acesa, apagões do motor e excesso de poluição, entre outros. Tudo isso somado ao desgaste natural.

Freios e suspensão
A instalação do kit de GNV gera peso adicional, o que aumenta o esforço do sistema de freios e da suspensão. No segundo caso, trocar as molas traseiras nem sempre funciona, pois optar por um conjunto mais rígido significa alterar as características originais do carro e prejudicar o equilíbrio.

Para evitar as constantes idas à oficina, o melhor é investir mais e comprar o acessório correto. Sistemas de gerações recentes se ajustam até a motores complexos. A administradora de empresas Daniele de Oliveira precisou voltar várias vezes à instaladora para acertar a regulagem de sua Xsara Picasso 2.0 16v, mas ficou satisfeita com o resultado.

— O carro funcionava mal na gasolina e o computador de bordo indicava que havia um defeito no motor, pois o sistema não reconhecia o GNV. Foi preciso instalar um componente eletrônico para simular o sinal da bomba de combustível e resolver o problema — diz Daniele, que pagou R$ 2.500 pela instalação do kit.

Desgaste maior
Ainda que o funcionamento seja correto, sistemas adaptados sempre trarão desgaste maior ao carro.

— O GNV é extremamente seco e sempre afetará partes como cabeçote, válvulas e retentores. Por mais evoluído que seja o equipamento, sempre haverá desgaste maior — diz Eduardo Campos, engenheiro da Magneti Marelli.

Motor Extra

Rio ataca mosquito da dengue na Vila do Pan


Agentes começaram nesta quarta-feira (25) a verificar os apartamentos da Vila.
Objetivo é evitar que atletas contraiam a doença durante a competição.


A Prefeitura do Rio está intensificando as ações contra o mosquito da dengue nas obras do Pan 2007. Nesta quarta-feira (25), agentes da Secretaria Municipal de Saúde começaram a fiscalizar os apartamentos da Vila do Pan, na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio, para verificar se existem focos do mosquito Aedes aegypti, transmissor da doença.

Ao todo, 30 agentes deverão verificar até a próxima sexta-feira (27) se existem focos do mosquito nos 1480 apartamentos que compõe a vila. As dependências internas do local, como jardins e área de lazer, também serão verificados pelos agentes.

Além da Vila do Pan, os agentes também vão atuar nas próximas semanas em outras obras do Pan-Americano, como as do estádio João Havelange, no Engenho de Dentro, subúrbio do Rio, e no Autódromo de Jacarepaguá, na Zona Oeste.

G1

Secretaria de Educação vai convocar concursados de 2004


Rio - A Secretaria Estadual de Educação convocará 2.600 professores de 5ª a 8ª séries e de Ensino Médio aprovados no concurso de 2004. A medida foi a saída encontrada pelo secretário Nelson Maculan para tentar resolver o déficit de 4 mil profissionais na sua rede de ensino.

“Vou me reunir com o governador Sérgio Cabral terça-feira para definir as convocações”, disse. O anúncio acalmou cerca de 300 manifestantes que protestaram ontem, em frente ao Palácio Guanabara, em Laranjeiras, para reivindicar 26% de reajuste e a incorporação da gratificação do Nova Escola.

Houve tumulto quando PMs tentaram impedir que o carro de som se aproximasse da sede do governo. Eles jogaram gás de pimenta sobre os mestres, que fizeram fogueira próxima ao Palácio.

Após muita confusão, comissão formada por diretores do Sepe, pais e responsáveis de alunos foi recebida no palácio por Maculan. No encontro, ficou definida audiência na semana que vem com as secretarias ligadas à área financeira para discutir o reajuste. Professores fizeram ontem paralisação de 24 horas, que se repetirá nos dias 23 e 24 de maio para exigir o cumprimento de promessas de campanha.

Secretário não define prazos

O governo dispensará a apresentação do exame médico no processo de admissão para agilizar a efetivação dos concursados de 2004. A exigência será suspensa conforme parecer da Procuradoria-Geral do estado, que já havia autorizado a admissão de 2 mil professores sem o exame. Serão chamados mestres para assumir turmas de 5ª a 8ª série do Ensino Fundamental e do Ensino Médio. Para Física, Filosofia e Ensino Técnico, não há mais concursados de 2004. Nesse caso, a secretaria vai recorrer ao banco de contratos.

“Não vamos falar em prazo. Estamos tentando resolver o problema, colocando novos professores nas salas de aula”, minimizou Maculan. Segundo ele, as 1.400 contratações temporárias continuarão sendo feitas pela ordem de classificação do concurso de 2001, que já expirou, e do banco de contratos. Dos 388 que se apresentaram às coordenadorias, só 133 estão em sala.

De acordo com Maculan, a convocação dos 2.600 concursados será possível graças a R$ 70 milhões do Fundo da Educação Básica (Fundeb). O vice-governador, Luiz Fernando Pezão, não garantiu novo reajuste no índice pedido pela categoria.

O Dia Online

terça-feira, 24 de abril de 2007

PRF promove operação para combater crime nos acessos ao Rio

Rio - Cem agentes da Polícia Rodoviária Federal, especializados em técnicas e ações de combate ao crime, atuarão nas principais vias federais de acesso ao Rio de Janeiro a partir desta terça-feira. Os policiais são integrantes da Divisão de Combate ao Crime (DCC), unidade de elite sediada em Brasília, e dos Núcleos de Operações Especiais (NOE) de 11 estados. Eles serão apoiados por 28 viaturas e dois helicópteros.

A operação, batizada de Centurião em função do número de policiais empregados neste primeiro momento, vai atuar em barreiras na região metropolitana do Rio de Janeiro. Os policiais estarão atentos, principalmente, ao tráfico de drogas, armas e munições e outros crimes que possam ocorrer no ambiente da malha viária federal fluminense. Como as barreiras são móveis, as equipes poderão ser deslocadas rapidamente para outros pontos.

O envio dos policiais ao Rio de Janeiro foi anunciado na semana passada pelo ministro da Justiça, Tarso Genro, em reunião com o governador Sérgio Cabral, e faz parte do esforço do Governo Federal em auxiliar o Estado do Rio de Janeiro no enfrentamento da criminalidade. Durante a estada no Rio de Janeiro, os policiais também darão curso de capacitação em técnicas especiais para 430 agentes de todo o Brasil, que serão empregados no PAN 2007.

O Dia Online

Pegue sua ficha e reclame:travessia Niterói-Rio de mal a pior


Hoje, 24, terça-feira, estava um caos controlado. Cheguei à Praça de Araribóia, em Niterói, às 7:50h e encontrei uma fila razoável de passageiros para o Rio. Antes do caos, havia uma discreta fila que evaporava rapidamente.
O embarque estava sendo de 15 minutos em 15 minutos, quando este horário o intervalo é de 10 minutos.


Embarquei às 8h e cheguei à Praça XV às 8:40, a barca saiu depois das 8:17h. Só havia barcas velhas no percurso.
O Posto de Fiscalização em Niterói fica escondido. Não consegui entregar a minha reclamação em Niterói.
Quando entreguei a ficha no Rio, o funcionário do posto abriu um caderno preto e disse que ia protocolar.
Curioso: em duas semanas de funcionamento tumultuado e desrespeitoso, eu fui a 16ª queixosa. Será?
O funcionário escreveu alguma coisa no livro e disse que ia encaminhar a reclamação; mas não me entregou nenhum protocolo.



Thereza Christina Jorge fotos e matéria para o InformativoRio, às 11:40.

Balão com mais de 16 metros e 1,4 mil rojões é apreendido no Barreto


Um balão com mais de 16 metros de comprimento - equivalente a cerca de cinco andares de um prédio - e seis de largura, que pode ficar horas no ar, segundo policiais do Batalhão de Polícia Florestal do Meio Ambiente (BPFMA) do Colubandê, em São Gonçalo, foi apreendido, na madrugada desta segunda-feira, no Barreto, Zona Norte de Niterói.

O balão estava sendo preparado por rapazes para ser solto por volta das 4 horas. O grupo se concentrou na linha férrea da antiga estação de trem, na localidade da Leopoldina. No momento da ação dos agentes, os homens, que seriam moradores da região, conseguiram fugir, abandonando o material.

Além do balão, os policiais apreenderam um botijão de gás de três quilos, um maçarico e 19 bandejas com mais de 1.400 rojões. Todo o material foi levado para a sede do Batalhão, em São Gonçalo. A operação foi desencadeada depois que os agentes receberam uma denúncia anônima.

De acordo com o Batalhão Florestal, casos como esse têm sido freqüentes na região. Só nos três primeiros meses desse ano, já foram apreendidos 23 balões de tamanhos variados - uma média de mais de sete por mês -, várias armações e farto material explosivo.

Com a chegada das festas juninas, a corporação já tem em mãos um plano de ação para evitar a soltura desse tipo de artefato. Segundo o batalhão, os balões são um dos grandes causadores de incêndios, principalmente, nas matas fechadas.

Segundo o tenente-coronel Soares, além do Batalhão Florestal, outros importantes órgãos também atuam em ação conjunta no combate a crimes ambientais, como a soltura de balões, depredação do meio ambiente e venda ilegal de animais silvestres. Qualquer informação pode ser passada pelo telefone 3399-4832. Não é preciso identificar-se.

O Fluminense

segunda-feira, 23 de abril de 2007

Helicóptero resgata vítimas de acidente na Avenida Brasil

Duas pessoas teriam ficado presas no carro.
Acidente foi na altura da Fazenda Botafogo.


Um helicóptero dos bombeiros resgatou as vítimas de um acidente na Avenida Brasil, na manhã desta segunda-feira (23), no Rio. Duas pessoas teriam ficado presas dentro do carro. Márcio Carmo Fraga e Everaldo Oliveira Costa foram levadas para o Hospital Getúlio Vargas, na Penha, no subúrbio do Rio.

O acidente foi na altura da Fazenda Botafogo, também no subúrbio. O helicóptero do Grupamento de operações Aéreas (Gat) pousou na pista central. De acordo com os bombeiros, o motorista do Ômega teria perdido a direção e capotado, atingindo um Pálio.

A motorista do Pálio, Denise Assumpção Mathias, foi levada para o Hospital Miguel Couto, no Leblon. De acordo com os bombeiros, nenhuma vítima corre risco de morte.

Globo Online

Começa campanha de vacinação contra gripe


Mais de 11,1 milhões de idosos deverão ser imunizados até o dia 4 de maio.
Tire suas dúvidas sobre a vacinação.


Começa nesta segunda-feira (23) a campanha nacional de vacinação contra a gripe. Como acontece desde 1999, os idosos são o público-alvo do Ministério da Saúde.

O objetivo é vacinar pelo menos 70% dos brasileiros com mais de 60 anos - o que significa 11,1 milhões de pessoas. No ano passado, 13,5 milhões de idosos foram imunizados.

Segundo Eduardo Hage Carmo, diretor da Vigilância Epidemiológica do Ministério da Saúde, os idosos podem procurar, até o dia 4 de maio, os 65.600 postos de vacinação distribuídos em todo o país para receber a imunização gratuitamente. Foram investidos mais de R$ 140 milhões no projeto neste ano.

G1

Fogão é campeão da Taça Rio


Com três gols em menos de 20 minutos, Glorioso bate Cabofriense por 3 a 1 e disputará o título do Carioca com o Flamengo

Rio - O Botafogo precisou de menos de 20 minutos para sagrar-se campeão da Taça Rio na tarde deste domingo, ao vencer a Cabofriense por 3 a 1, no Maracanã. Túlio, Dodô e Zé Roberto marcaram para o time da estrela solitária. William fez para a Cabofriense. Com o resultado, o Botafogo decide o título do Carioca 2007 contra o Flamengo. Serão dois jogos, nos dois próximos domingos, e o Alvinegro tenta o bicampeonato da competição.

O Dia Online

domingo, 22 de abril de 2007

Quem vai ser o campeão?


Botafogo e Cabofriense, que decidem neste domingo o título, não temem morrer na praia
Rio - Mudou a expressão. Nadar e vencer na praia, na de Cabo Frio ou de Botafogo. Depois do empate em 2 a 2 no primeiro jogo, o Alvinegro enfrenta a Cabofriense neste domingo, às 16h, no Maracanã, na decisão do título da Taça Rio. O vencedor decidirá com o Flamengo, nos dias 29 e 6, o Campeonato Estadual.

Pelo lado do Botafogo, concentração por parte do time e festa na torcida. Milhares de bolas e apitos serão distribuídos para transformar o estádio numa festa em preto e branco. Quase 40 mil ingressos foram vendidos antecipadamente. O time está invicto há seis jogos, vem de vitória na Copa do Brasil, mas mantém os pés no chão. “Respeitamos o adversário, mas vamos em busca do título. Chegou a hora de o Botafogo mostrar sua cara”, disse o técnico Cuca.

Pelo lado da Cabofriense, concentração, promessa de prêmios em dinheiro caso o time seja campeão e uma muralha chamada Gatti. O goleiro fechou o gol no primeiro jogo decisivo da Taça Rio, mas sabe que cairá no esquecimento caso não repita a grande atuação.

“O goleiro tem que mostrar serviço sempre. De nada adiantará aquela atuação caso eu venha a falhar nesse jogo. É a partida da minha vida”, destacou Gatti.
Os alvinegros supersticiosos comemoraram o novo patrocínio assinado na sexta-feira, mas reclamaram de o novo uniforme ser usado pela primeira vez justamente na decisão desta tarde.

Waldemar Lemos, técnico da Cabofriense, comemora o fato de poder escalar força máxima na decisão e acredita na vitória. “O empate na primeira partida deixou as coisas do mesmo jeito que começaram. Temos que partir para o ataque, mas tendo cuidado com o ataque do Botafogo, que é muito forte. Será a partida mais importante da história do clube e, desde que assumi o cargo, estamos trabalhando para viver esse momento. A hora chegou e a preparação foi bem feita”, disse Waldemar.

O Dia Online

Fifa exige dez garantias do governo até julho


Caderno de Encargos da Copa 2014 faz 141 exigências. Tudo tem de estar pronto em 2013

Para organizar a Copa do Mundo de 2014, o Brasil vai precisar cumprir 141 exigências que a Fifa incluiu em seu Acordo de Candidatura, um documento de 92 páginas que faz parte do Caderno de Encargos. Destas, dez terão de ser assinadas pelo governo federal até o dia 31 de julho deste ano, segundo reportagem publicada neste domingo pelo jornal "O Globo" (leia as exigências em tabela abaixo).

O coordenador-geral da candidatura brasileira, Rui Rodrigues, se diz impressionado com o detalhamento do Caderno de Encargos.

- Nunca peguei nada tão complicado. Eu já coordenei estruturas enormes e gosto de fazer isso. Mas esse trabalho da Copa do Mundo-2014 é o maior deles. É algo único. Você não organiza duas Copas do Mundo na sua vida - destaca Rodrigues.

G1

Obra da 'nova' Alameda deve começar em agosto


Os aposentados Marinela Guimarães, de 75 anos, e Almir Menezes, de 79, há mais de sete décadas moram na Alameda São Boaventura, no Fonseca, Zona Norte de Niterói. Ao longo dos anos, as mudanças aconteceram diante dos seus olhos e mexeram com suas rotinas. E eles estão prestes a presenciar uma das maiores transformações já realizadas na via, que é hoje uma das mais importantes da cidade. O Corredor Viário da Alameda, que promete transformar a área em uma via expressa, deve começar a sair do papel em junho, quando será aberta a licitação. E em agosto, as obras devem estar em andamento. Em março de 2008, a população poderá conferir os resultados finais.

Atualmente, a Alameda São Boaventura recebe grande parte do fluxo de veículos provenientes de São Gonçalo, destinados ao Centro de Niterói e ao Rio de Janeiro. A via também concentra o tráfego que segue para a Região dos Lagos e Maricá. Segundo dados da Secretaria Estadual de Transportes, trafegam, diariamente, pela Alameda 530 ônibus, com 112.627 passageiros.

De acordo com o secretário de Transportes do Estado, Julio Lopes, o projeto, que tem como meta desafogar o trânsito na região, prevê a cobertura de parte do canal para a implantação de estações de embarque e desembarque de passageiros. Ao todo, estão programadas a construção de seis plataformas: no início da Alameda, próximo ao Hospital Getúlio Vargas Filho (Getulinho), em Riodades, no Santo Cristo, nas proximidades da Fundação Jardim Zoológico de Niterói (ZooNit), no Bairro Chic e na altura do colégio Nossa Senhora das Mercês.

Além disso, a via contará com travessias com sinais para pedestres nas estações, Onda Verde (seqüência de sinais abertos ao mesmo tempo) e o monitoramento constante por câmeras, que vai possibilitar o melhor controle de tráfego. O tratamento paisagístico e arborização já estão previstos.


Apoio – As melhorias na via contam com a aprovação da população. A funcionária pública aposentada Marinela mora há 70 anos na Alameda. Ela acredita que as intervenções serão benéficas para os moradores e comerciantes da região.

"Lembro bem do meu tempo de criança, que ainda podia brincar sem preocupação. Mas acho que o progresso trouxe coisas muito boas. Temos oferta de transportes, além de contar com uma gama variada de comércio. Os únicos problemas são a violência e o tumulto no trânsito. Acho que o Corredor Viário vai ser muito bom para todos que freqüentam a via", contou ela.

A implantação do Corredor Viário é motivo de comemoração para o funcionário público aposentado Almir Menezes.

"Muita coisa mudou para melhor e o trânsito só piora. Essa iniciativa tem que sair do papel e nos trazer tranqüilidade", comentou Almir, antes de sua caminhada pela Alameda São Boaventura.

Passado e presente unidos

Quem passa pela rotina agitada da Alameda não percebe a existência de prédios e instituições importantes na história recente e antiga da cidade. São áreas que unem passado e presente de forma harmoniosa.

Um dos exemplos é o refúgio verde em meio ao concreto, o Horto do Fonseca, localizado no número 770 da via. A área conta com um zoológico, um jardim botânico e uma feira de artesanatos. O espaço fica cheio pela manhã, quando serve de cenário para caminhadas.

O casal Silvana da Silva, de 45 anos, e Paulo Roberto Leite, de 56, não perde a oportunidade de fazer exercícios e admirar a vista.

"Esse lugar é um refúgio na Zona Norte. Podemos fazer nossa caminhada e entrar em contato com a natureza", disse Silvana.


Educação – Com a fachada preservada desde a inauguração em 1933, o Colégio Nossa Senhora das Mercês faz parte da história da Alameda São Boventura. A instituição, que antes só educava meninas, se modernizou, mas continua como referência acadêmica e arquitetônica.


O Fluminense

sábado, 21 de abril de 2007

Nova opção para cruzar a Baía


Secretaria de Transportes anuncia criação de mais duas linhas para Niterói e São Gonçalo

Rio - Os passageiros que utilizam o serviço de barcas no Rio terão uma nova opção de transporte para fazer o percurso marítimo que liga a capital aos municípios de Niterói e São Gonçalo. O secretário estadual de Transportes, Júlio Lopes, anunciou ontem que vai criar duas novas linhas de operação no setor: Praça XV — Araribóia, em Niterói, e Praça XV — Porto da Madama, em São Gonçalo.

Técnicos da secretaria terão 30 dias para elaborar o edital de licitação, que vai definir os critérios de escolha da empresa que ficará responsável pelo serviço.

No fim do dia, a juíza Fernanda Galliza do Amaral, da 3ª Vara Empresarial do Rio, concedeu liminar favorável ao Ministério Público Estadual, em que obriga as empresas Barcas S/A e Transtur — atuais responsáveis pelo serviço — a retirar de circulação todas as embarcações que representem risco para os usuários.

Preocupado com os constantes acidentes ocorridos com as embarcações que fazem o transporte de passageiros no Rio, nos últimos dias, Lopes informou que pretende excluir as duas empresas da disputa pelo controle das novas linhas.

“Nosso objetivo é melhorar a qualidade dos serviços prestados à população, e oferecer aos usuários novas alternativas de transportes que estimulem a competitividade no setor”, explicou o secretário.

EMPRESA RECLAMA

Em nota, a empresa Barcas S/A informou que não vê razão para ser impedida de participar de eventual licitação para a concessão do serviço, tendo em vista que já dispõe de embarcações e infra-estrutura necessária para atender aos usuários das novas linhas. Quanto à decisão judicial, a empresa informou que não foi notificada oficialmente.

Procurado por O DIA, nenhum representante da Transtur foi encontrado para comentar a decisão do secretário.

EM DOIS MESES, 9 ACIDENTES

Nos últimos dois meses, foram registrados nove acidentes com embarcações que fazem o transporte de passageiros pela Baía de Guanabara. Ontem, duas barcas voltaram a apresentar problemas.

A barca Ingá, que entrou em operação na linha Rio/ Niterói em dezembro de 2006, bateu o motor e teve que ser tirada de circulação. Na hora do incidente não havia passageiros a bordo.

O acidente mais grave ocorreu quarta-feira, quando pelo menos 14 pessoas se feriram quando a barca Gávea 1 se chocou contra o píer. A Barcas S/A acredita que as embarcações estejam sendo sabotadas.

o Dia Online

Marina acusa Álvaro Lins


Deputada federal e inspetora licenciada diz, em gravação da Polícia Federal, que ex-chefe de Polícia, atualmente na Assembléia, comandava quadrilha que beneficiava máfia dos caça-níqueis

Rio - Em escutas telefônicas feitas pela Polícia Federal (PF), a deputada federal e inspetora licenciada Marina Maggessi acusa o deputado estadual e ex-chefe de Polícia Civil no Rio Álvaro Lins e o ex-subchefe José Renato Torres de serem comandantes de uma quadrilha. A conversa entre Marina Maggessi e o inspetor Hélio Machado da Conceição, o Helinho, aliado de Álvaro Lins, foi gravada em 16 de dezembro, um dia após a expedição do mandado de prisão contra o policial por envolvimento com a máfia dos caça-níqueis.

Helinho e outros dois policiais civis ligados a Álvaro Lins foram denunciados pelo Ministério Público Federal por formação de quadrilha, acusados de integrar o grupo do capo do jogo Rogério Andrade, que está preso. Agentes federais tentaram cumprir o mandado de prisão de Helinho durante a Operação Gladiador.

ACUSAÇÕES

“Que (quem) comandava a sacanagem tá solto, Doutor Álvaro, Doutor Zé Renato”, reclama Maggessi, que ainda diz ter pedido à mulher do ministro da Cultura, Gilberto Gil, Flora Gil, para falar com o então ministro da Justiça, Márcio Thomaz Bastos, sobre prisão de Helinho.

A O DIA, ontem, Maggessi afirmou que só pediu à amiga Flora Gil um telefone de contato do ministro da Justiça, mas não chegou a falar com ele. “Mas fui à ministra do Supremo Tribunal (Federal), Carmem Lúcia (Antunes Rocha). Essa conversa não foi com o Helinho, mas com um primo dele, no dia em que ele seria transferido para o presídio de Bangu 1. Falei que era absurdo um policial ir para lá”, contou a deputada, sem revelar o nome do tal primo.

Procurado pela reportagem, o deputado Álvaro Lins não foi localizado. Seus telefones de contato estavam desligados, assim como os do delegado José Renato Torres. Helinho se entregou seis dias depois da Operação Gladiador, em dezembro. Na ocasião, a PF prendeu 19 acusados de envolvimento no esquema de caça-níqueis.

HOSPEDAGEM

No mesmo processo, o Ministério Público Federal pediu busca e apreensão no apartamento do ex-chefe de Polícia, em Copacabana. O mandado acabou não sendo cumprido porque Álvaro Lins já tinha imunidade parlamentar, pois já havia sido diplomado deputado estadual pela Justiça Eleitoral.

Em outro trecho da mesma gravação, onde Helinho diz à deputada que não tem onde ficar porque sua prisão foi decretada, Maggessi oferece sua casa, para hospedá-lo. Ela ainda disse que não teria problema se policiais o procurassem lá porque era diplomada e tinha imunidade, portanto, na sua casa, só entrariam “com ordem do Supremo Tribunal Federal”. A inspetora licenciada marcou de ir buscar o policial porque estava de “viatura”.

Um dia depois de ter dito que Helinho havia dormido em seu apartamento no Leblon, ontem, Maggessi negou a hospedagem ao policial. “Falei: ‘Dorme aqui, amanhã vou com você se entregar na DAS (Divisão Anti-Seqüestro)’. Ele não quis ficar. Ele nunca foi para minha casa”, garantiu. Sobre as acusações a Álvaro Lins e José Renato Torres, a inspetora licenciada não quis comentar.

A Corregedoria da Polícia Civil e a Corregedoria Geral Unificada (CGU) já abriram sindicância para apurar se Maggessi deu abrigo a um foragido da Justiça e se teria dito que um delegado merecia levar tiros.

O Dia Online

Torcedor poderá escolher ingresso do Pan para ver Brasil

O torcedor terá condições de saber, quando começar a comercialização de ingressos para os Jogos Pan-Americanos do Rio, pelo menos quais serão os dias e horários em que o Brasil vai atuar nos esportes coletivos, em suas fases classificatórias. O adversário, porém, ainda será uma incógnita - exceto para basquete, softbol e hóquei sobre a grama.

O Comitê Organizador dos Jogos Pan-Americanos (Co-Rio) encontrou hoje uma fórmula para não deixar o torcedor comprar um tíquete "completamente no escuro" a partir do dia 27 deste mês, quando começará a comercialização dos ingressos para o Pan. A solução que vai permitir visualizar no site de vendas quando o Brasil atuará foi conseguida graças a uma benesse concedida pelos promotores da competição continental.

"O Brasil, por ser o país-sede, já tem seus jogos apontados na fase de classificação dos esportes coletivos. Essa posição estará disponível para os interessados em comprar os ingressos", divulgou em nota o Co-Rio.

O impasse, no entanto, permanece quanto à ausência dos confrontos dos demais países. Assim, ao acessar o site para comprar os ingressos, o torcedor encontrará dia e hora dos confrontos do Brasil, mas não saberá seus adversários, porque as tabelas completas dependem da aprovação das entidades de cada esporte. O Co-Rio ainda informou que, além do basquete, hóquei sobre grama e softbol também aprovaram seus confrontos. Mas modalidades como o vôlei, futebol e futsal permanecem sem definição.

Sobre a possibilidade de ser alvo de processos por parte dos torcedores pela falta de informações na comercialização das entradas, por desrespeito ao Código de Defesa do Consumidor, o Co-Rio foi sintético: "A venda de ingressos está sendo discutida com o Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro".

Yahoo Notícias

sexta-feira, 20 de abril de 2007

Ônibus londrino vai rodar com álcool brasileiro


A capital britânica deve ter ônibus movidos a álcool brasileiro em breve. O prefeito de Londres, Ken Livingstone, dará início aos testes com o primeiro veículo do tipo na cidade abastecido com etanol. O Scania OmniCity, de dois andares, carregará até 81 passageiros e será movido a álcool produzido com cana-de-açúcar brasileira.

Helen Woolston, coordenadora de meio ambiente da empresa de transportes públicos de Londres, a Transport for London (TfL), disse nesta sexta-feira (19) que o ônibus deve integrar uma frota composta por sete veículos híbridos movidos a diesel e eletricidade.

Estes ônibus já circulam na cidade e, segundo Woolston, há planos para a compra de mais 50 híbridos até o fim de 2008.

A TfL terminou recentemente testes com ônibus movidos a hidrogênio e pretende adquirir dez veículos do tipo no próximo ano, disse Woolston durante uma conferência em Londres, na sexta-feira.

Os ônibus são parte de uma nova meta da prefeitura que visa a reduzir as emissões de gás carbônico de Londres em 60% até 2025, considerando como base o nível de 1990.

A TfL também avalia a possibilidade de criar uma taxa sobre as emissões de veículos, segundo Woolston. Os veículos que não produzem emissões já estão isentos da taxa de congestionamento, cobrada dos motoristas que circulam pela região central da cidade.

G1

MP do Rio entra na Justiça contra Barcas S.A e Transtur

Rio - O Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro reiterou, ao juízo da 3ª Vara Empresarial, o pedido de liminar para obrigar as empresas Transtur e Barcas S.A. a prestarem serviço de transporte coletivo eficaz, adequado, contínuo e seguro, fazendo cessar todas as irregularidades constatadas, seja pela Capitania dos Portos, seja pela AGETRANSP e retirando do tráfego qualquer embarcação que represente risco à segurança, à vida e à saúde dos passageiros, sob pena de pagamento de multa diária no valor de R$ 50 mil a cada infração verificada.

Na promoção, o promotor Carlos Andresano, titular da 3ª Promotoria de Defesa do Consumidor, chama a atenção para os acidentes ocorridos nos dias 16 e 18 deste mês, o primeiro o encalhe da barca Ipanema em um banco de areia ao chegar no píer de Paquetá, e o segundo, o choque de um catamarã com o pier da Praça XV.

As denúncias de má qualidade dos serviços de transporte de passageiros prestados pelas duas empresas vêm sendo investigadas pelo Ministério Público desde abril de 2002, quando foi instaurado inquérito civil público para averiguar fatos relativos ao descumprimento da maioria das obrigações constantes do contrato celebrado pelas empresas com o Poder Concedente, bem como para apurar reclamações informais e verbais com relação aos serviços prestados, notadamente, quanto à falta de rampa de acesso seguro entre o píer e a embarcação, com risco à integridade física dos passageiros.

No ano seguinte, foi instaurado novo procedimento, por força de reclamações do Instituto Brasileiro de Cidadania, e, finalmente, em 2005, um terceiro, desta vez, em razão de reclamação de usuário dos serviços prestados pela empresa Barcas S.A. quanto à qualidade da água servida a bordo das embarcações. Em diligências feitas pelo Ministério Público, foi colhida amostra de água na barca Vital Brazil, que resultou em laudo insatisfatório elaborado pela Anvisa, em virtude da presença de coliformes totais.

Este ano, o MP instaurou mais dois procedimentos para investigar reclamações relativas às péssimas condições dos sanitários nas barcas que operam a travessia Rio-Paquetá, além da falta de bilhetes suficientes para atender à demanda de passageiros, assim como o mau funcionamento dos aparelhos de ar-condicionado de embarcações que fazem o trajeto Rio-Niterói.


O Dia Online

Trânsito é que mais mata jovens no mundo, revela OMS


Acidentes automobilísticos são a principal causa da morte, em todo o mundo, de crianças e jovens entre 10 e 24 anos, revelou a Organização Mundial da Saúde (OMS), acrescentando que o maior número de vítimas concentra-se em países em desenvolvimento, com más condições de segurança nas estradas. Quase 400 mil jovens de menos de 25 anos morrem em acidentes por ano. Milhões são feridos ou tornam-se deficientes.

"A falta de segurança nas estradas tornou-se um importante obstáculo à saúde e ao desenvolvimento", disse a diretora-geral da OMS, Margaret Chan. "Nossas crianças e jovens adultos estão entre os mais vulneráveis. Colisões nas estradas não são 'acidentes'. Temos de desafiar a noção de que são inevitáveis".

Mortes de infecção respiratória, HIV/Aids e diarréia ocorrem em número muito maior entre crianças de até 10 anos, mas a partir desse ponto, acidentes dão um salto. Para crianças de 10 a 14 anos, o trânsito é a segunda maior causa de morte, atrás de pneumonia e outras infecções respiratórias. Mas dos 15 aos 19 os acidentes são a primeira causa de óbito, causando mais de 90 mil adolescentes a cada ano.

Segundo o relatório, as maiores taxas de morte por acidente automobilístico ocorrem na África e no Oriente Médio. Jovens do sexo masculino correm mais risco que os do sexo feminino, diz a OMS. A organização afirma, ainda, que a maioria dos desastres de automóvel é previsível e evitável, desde que medidas de segurança sejam tomadas. A maioria dos acidentes envolve crianças brincando na rua, pedestres inexperientes, motoristas novos e passageiros de transporte coletivo.

Ainda segundo cálculos de Banco Mundial (BM) utilizados pela OMS, os acidentes de trânsito em estradas poderiam significar um custo anual no mundo todo de US$ 518 bilhões em material e cuidados médicos, entre outros gastos. Para alguns países emergentes, esse custo pode superar 1,5% da riqueza nacional e, inclusive, toda a ajuda internacional ao desenvolvimento recebida durante um ano.

Yahoo Notícias

Secretaria de Transportes vai abrir licitação para barcas na Baía de Guanabara

Novas operadoras vão atuar entre Niterói, São Gonçalo e Rio.
Governo estuda licitar ainda linhas para transportar cargas e carros.


Depois do sétimo acidente com barcas na Baía de Guanabara, em menos de 30 dias, o governo do Rio resolveu abrir uma nova licitação para empresas que queiram operar no transporte entre Rio e Niterói e uma nova linha entre São Gonçalo e a capital. As atuais operadoras ficariam de fora da nova disputa.

“Tivemos uma reunião com o governador e ele nos cobrou providências com a Barcas S/A e a Transtur (que operam atualmente). A licitação ficará pronta em até 15 dias para a linha social de São Gonçalo e Praça Araribóia com o Rio de Janeiro. É uma determinação do governador para estimular uma melhora competitiva no transporte na Baía de Guanabara”, explicou o secretário de transportes Júlio Lopes, em entrevista à rádio CBN.

Segundo Lopes, ainda este ano haverá licitação ainda para transportes de carros e cargas leves. “Já fomos procurados por duas empresas interessadas e temos trabalho com essa perspectiva”, disse ele, que pretende, com isso, desafogar o trânsito na ponte Rio-Niterói.

Acidentes em série
Foram sete acidentes em menos de 30 dias envolvendo embarcações do sistema aquaviário do Rio de Janeiro.

G1

Estado renegocia com o Itaú

Sérgio Cabral quer renovar com banco contrato em bases mais vantajosas

Rio - O governo do Estado do Rio e o Itaú iniciaram conversas para renegociar o contrato que garante ao banco a exclusividade sobre a folha de pagamento do funcionalismo. O Palácio Guanabara vai aguardar até a próxima terça-feira, dia 24, por uma resposta do Itaú sobre a proposta entregue à instituição, que já está sendo analisada pelos executivos.

O principal objetivo do estado com a renegociação junto ao Itaú é garantir condições mais vantajosas no acordo que deu ao banco o monopólio da folha de pagamento de servidores ativos, inativos e pensionistas.

OBJETIVO ANTIGO

O secretário da Fazenda, Joaquim Levy, considera que a renovação do contrato, feita em 2003, ainda durante a gestão da governadora Rosinha Garotinho, foi desalinhada. A validade do contrato atual termina em 2010. Outra reclamação de Levy seria a diferença entre o que o Itaú paga ao Estado do Rio e à Prefeitura de São Paulo , onde o banco também tem a exclusividade sobre a folha do funcionalismo. O secretário considera essa diferença injusta com o governo fluminense.

Renegociar as bases do contrato com o Itaú já estava nos planos do governo Sérgio Cabral desde janeiro. Também está previsto no programa de controle de gastos do estado, que tem como meta acertar uma diferença de R$ 1 bilhão entre os recursos estimados e o que foi efetivamente encontrado em caixa, no início deste ano.

O Itaú tem interesse em manter o vínculo de exclusividade com o estado, pois quer continuar a ter em sua carteira as 460 mil contas do funcionalismo. O banco paulista também é o único a receber pagamentos de impostos estaduais, como o IPVA e a taxa de incêndio.

O deputado Paulo Ramos (PDT) pretende conversar com Cabral sobre como ficam os servidores diante desse impasse com o Itaú. No ano passado, a Alerj aprovou lei de autoria de Ramos dando ao funcionário o direito de escolher o banco onde quer receber o salário.

O Dia Online

Agência Metropolitana de Transportes Urbanos faz estudo para abrir licitação para vans


Reunidas nesta quarta-feira, a Agência Metropolitana de Transportes Urbanos (AMTU) anunciou a criação de uma câmara técnica para estudar a proposta de licitar de uma só vez as vans de todos os 20 municípios da região Metropolitana do Rio. Se a idéia sair do papel, cerca de 27 mil vans piratas poderão desaparecer das ruas, já que a legalização facilitará a repressão policial.
Ainda de acordo com a reportagem, pela proposta, o edital lançado pelo Detro para regulamentar as vans intermunicipais servirá de base para os demais. A Prefeitura do Rio já tinha sinalizado que pretende adotar o mesmo procedimento, pelo qual as Kombis não participarão da concorrência.
A regulamentação do transporte alternativo depende ainda de leis municipais. Segundo o secretário municipal de transportes, Arolde de Oliveira, o Rio já tem uma lei com suas regras.

O Globo On Line

quinta-feira, 19 de abril de 2007

Manifestação contra violência em Copacabana reúne 1300 rosas vermelhas


Rio - O movimento Rio de Paz realiza na manhã desta quinta-feira um protesto pacífico na Praia de Copacabana, na altura da Rua Princesa Isabel, Zona Sul, contra a violência na cidade. A manifestação, batizada de "Jardim da Morte" reúne cerca de 1300 rosas vermelhas nas areias da praias para representar o número de vítimas da violência no Rio desde janeiro.

A iniciativa faz parte do cronograma de protestos cívicos do movimento e pretende mobilizar a sociedade na luta contra a violência crescente no Estado. "Se os milhares de brasileiros que ainda amam a pátria e seu próximo não se mobilizarem para uma participação mais ativa na vida nacional, continuaremos a viver em meio à barbárie", diz Antônio Carlos Costa, presidente do Rio de Paz.

Mães e pais que perderam seus filhos ou parentes em decorrência da violência participam do ato. Paula Ascenção, presidente do grupo "Avante Brasil", que também luta pela paz, está no local ouvindo as pessoas. Ela está perguntando qual seria a melhor solução para diminuir a violência: pena de morte, Forças Armadas nas ruas ou aumento do salários dos policiais Civis e Militares. De acordo com Paula, 70% das pessoas ouvidas acham a pena de morte é a solução.

Esta é a terceira manifestação organizada pelo movimento Rio de Paz neste ano, em Copacabana. No início de abril, mil pessoas vestidas com blusas pretas deitaram no calçadão da praia por cerca de meia hora. E em março, 700 cruzes foram fincadas na areia para representar as vítimas da violência.

O Dia Online

Posto de Fiscalização da Secretaria Estadual de Transporte não impede caos no embarque Niterói – Rio


Mais uma manhã de caos na Estação da Barcas S. A na Praça da Araribóia, em Niterói. Nem o recém-inaugurado Posto Avançado de Fiscalização da Secretaria estadual de Transportes e da Agência Reguladora dos Serviços Públicos Concedidos de Transportes (Agetransp) impediu a desorganização no embarque em Niterói para o Rio.
Os passageiros passavam de um cais a outro, sem saber onde embarcar nem a que horas. Não havia funcionários para qualquer informação. Embora o painel (em inglês) cheio de luzes e dados estivesse dizendo no saguão que estavam sendo embarcados (boarding) 1.238 passageiros às 8:13 da manhã, a verdade é que a barca velha do horário já estava lotada com gente pelo ladrão.
Um funcionário disse que “achava que era a barca velha que ia sair”. Mas a nova (Ingá I) estava acabando de atracar. Uma multidão aguardava a liberação do impasse, quando cinco minutos depois do suspense – finalmente o funcionário liberou a passagem para o catamarã social (Ingá I).
Um pouco mais tarde, (às 9:26h) O Globo Online noticiava que a fila do catamarã, na estação de Charitas, ultrapassava os limites da estação, chegando à rua.
Para reclamações, o posto de fiscalização funciona, na Praça XV, de segunda à sexta-feira, das 7 às 19h, com quatro funcionários atendendo também os passageiros de Paquetá e Cocotá, na Ilha do Governador.
Em Niterói, funciona um balcão de apoio do posto, no mesmo horário. na Praça de Araribóia, com apenas dois funcionários. Há uma ficha para reclamação ou sugestão que pode ser preenchida e depois entregue.
A Agetransp será responsável por reunir as reivindicações feitas e encaminhá-las a Barcas S. A . Dependendo da reclamação, a concessionária terá um prazo médio de 30 a 60 dias para dar a solução. (Por Thereza Christina Jorge para o Blog InformativoRio, às 10:45h).

quarta-feira, 18 de abril de 2007

Audiência pública para discutir Corredor Viário da Alameda na Câmara Municipal de Niterói


Para discutir o projeto de remodelação da Alameda São Boaventura, no Fonseca, zona norte de Niterói, a Câmara Municipal de Niterói promoverá uma audiência pública nesta quinta-feira, às 11h30.

Uma faixa convidando a população foi estendida e tem chamado a a atenção dos que passam pelo local, no centro de Niterói.
Há 15 dias, a Alerj promoveu uma audiência pública com o mesmo objetivo mas a participação da população de Niterói foi inexpressiva. Na reunião desta quinta-feira, os moradores de Niterói poderão dar opinião, além de tomarem conhecimento dos benefícios e transtornos das mudanças.

Após 13 longos anos, o que parecia impossível, vai sair do papel.
Durante a apresentação do projeto final da construção do corredor viário da Alameda São Boaventura, no Fonseca, em março passado, na Assembléia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj), o secretário estadual de Transportes, Júlio Lopes, confirmou a publicação do edital para a licitação para este mês. A estimativa da secretaria estadual de Transporte é que a obra esteja concluída em seis meses, até janeiro de 2008.

Falta a liberação dos mais de R$ 11 milhões pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) para dar início ao processo.

A parte de monitoração, como a compra e instalação do equipamento de sinalização, foi separada em um único edital, que deve ser publicado até abril.

A secretária de Serviços Públicos, Trânsito e Transporte (SSPTT) de Niterói, Dayse Monassa, explicou que, desde 1994, quando o projeto foi originalmente concebido, não recebeu a devida atenção por parte dos governos federal e estadual que se sucederam. Inicialmente, considerada como parte integrante da RJ-104, foi municipalizada durante a gestão da ex-governadora Benedita da Silva.

O deputado Comte Bittencourt (PPS) ressaltou que a obra faz parte de um débito que os governos adquiriram com a cidade, desde a inauguração da Ponte Rio-Niterói. De acordo com dados da SSPTT, cerca de 2,3 mil ônibus trafegam por hora nos horários de maior movimentação. Destes, 70% são coletivos intermunicipais, que apenas utilizam a via como passagem para a capital ou para cidades vizinhas, como São Gonçalo, Maricá e Itaboraí.

Características

Seis baias de embarque e desembarque de passageiros serão construídas sobre o canal da Alameda São Boaventura, no Fonseca, Zona Norte de Niterói. As estações estarão localizadas em frente ao Hospital Infantil Getúlio Vargas Filho, na entrada dos bairros Chique, Riodades e Santo Cristo, uma próxima ao Jardim Botânico e, a última, ao lado do Colégio Nossa Senhora das Mercês. Os pontos ficarão situados na pista central da via, a ser construída sobre o canal. Faixas para a travessia de pedestres e sinais de trânsito serão instalados juntamente com terminais para dar maior segurança ao atravessar as pistas.

"Em algumas baias, como a da Nossa Senhora das Mercês, tentamos concentrar pontos de ônibus que são extensos. Neste trecho param veículos municipais e intermunicipais, o que, em determinados horários, congestiona toda a saída da Alameda", analisa Monassa.

No Centro, a Avenida Feliciano Sodré também sofrerá modificações. Os pontos serão agrupados na pista da direita. A pista, sentido Centro, contará com quatro faixas, para que possa absorver o tráfego da BR-101, da descida da Ponte Rio-Niterói e da Avenida Benjamin Constant. Próximo ao Porto de Niterói, já está prevista a instalação de uma passarela.

Ainda no Centro, futuramente o motorista, além de contar com duas pistas da Avenida Feliciano Sodré, também poderá utilizar a Rua Saldanha Marinho como via auxiliar. Sinais serão instalados nos entroncamentos com as ruas Visconde de Itaboraí, Visconde do Uruguai e Barão do Amazonas.

"O que queremos é providenciar uma rota de fuga para que as pessoas não tenham somente uma opção", comentou Monassa.
Do site da Secretaria de Serviços Públicos, Trânsito e Transporte (SSPTT) de Niterói ( Blog informativoRio )

Rio de Janeiro verá aviões a 400 km/h


A cidade do Rio de Janeiro será sede, no próximo final de semana, da segunda etapa do Red Bull Air Race World Series 2007, única categoria de corrida entre aviões que chegam a até 400 km/h, na Enseada de Botafogo, na Baía de Guanabara.

Terra

JORNALISMO POR OMISSÃO OU OCULTAMENTO !

1. Em geral se analisa a ação da imprensa pelo que publica. Mas há uma análise que deve ser feita e que é tão importante quanto a primeira. É a que trata dos fatos relevantes que não se publicam ou que se publicam de forma a ocultá-los num canto de página interna ou num "caco" em rádio ou TV.
2. Isso em geral ocorre quando o meio de comunicação passa a ser porta voz de um tema ou quando escolhe seus porta vozes intelectuais, políticos, econômicos ou sociais preferenciais.
3. Sempre que um fato relevante contraria a sua linha digamos e no sentido comum do termo ideológica, esse fato, mesmo que relevante é omitido ou ocultado.
4. Para quem acessa vários meios de comunicação isso é irrelevante. Um cobre o que o outro não cobriu. Mas quando o que acontece em geral se acessa apenas um meio de comunicação de um tipo de mídia, a omissão ou o ocultamento, é grave.
5. Desinformar, é certamente informar. Em geral isso se demonstra mais facilmente, lendo os editoriais e depois vendo o noticiário omitir ou ocultar, os fatos que contrariam o editorial. Com isso de desfaz a idéia que o noticiário é de jornalismo aberto e que o editorial opina.
6. Em grande medida omissão e ocultamento fazem parte da família de tipos de noticia que esse Ex-Blog tratou um tempo atrás, como pseudo-fato, verossimilhança,....etc...
7. E muito mais discreto. E perigoso. Esse tipo de desinformação tem crescido no ultimo ano. Se você acessa normalmente mais de um meio de comunicação, preste atenção. Quase todo dia verá isso ocorrer !

(Ex-blog Cesar Maia 18.04.07)
Imaginem um lugar onde se pode ler gratuitamente, as obras de Machado de Assis, ou A Divina Comédia, em português, ou ter acesso às melhores historinhas infantis de todos os tempos. Um lugar que lhe mostrasse as grandes pinturas de Leonardo Da Vinci.
Onde você pudesse escutar músicas em MP3 de alta qualidade... pois esse lugar existe!

O Ministério da Educação disponibiliza tudo isso, basta acessar o site: www.dominiopublico.gov.br

Só de literatura portuguesa são 732 obras! Estamos em vias de perder tudo isso, pois vão desativar o projeto por desuso, já que o número de acesso é muito pequeno. Vamos tentar reverter esta intenção, divulgando e incentivando amigos, parentes e conhecidos, a utilizarem essa fantástica ferramenta de de cultura e do gosto pela leitura.

Divulgue para o máximo de pessoas.

www.dominiopublico.gov.br

(Helio Steves por e-mail)

Situação é tranqüila no morro da Mineira na manhã desta quarta-feira

Policiais do Batalhão de Operações Especiais ocupam o local por tempo indeterminado.
Confronto na terça-feira (17) causou 13 mortos.


A situação é de aparente tranqüilidade no morro da Mineira, no Centro do Rio, no início da manhã desta quarta-feira (18), após um dia de confronto que deixou 13 mortos. Todos supostos traficantes, segundo a polícia.

De acordo com o batalhão da PM, o morro está ocupado por homens do Batalhão de Operações Especiais (Bope) por tempo indeterminado.

A Secretaria de Segurança pediu também reforço no policiamento dos bairros vizinhos. O movimento de moradores é pequeno, mas aos poucos eles começam a sair de suas casas. Durante a madrugada desta quarta-feira (18), a situação era de tranqüilidade nos acessos ao morro e no túnel Santa Bárbara.


Veja onde foi o conflito no Catumbi (Imagem: G1)

G1

terça-feira, 17 de abril de 2007

PRIMEIRA SEMANA MUNDIAL DE SEGURANÇA VIÁRIA REÚNE ONU, PREFEITURA E UFRJ

A Organização das Nações Unidas (ONU), a Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro e a Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) estão promovendo o Primeiro Encontro Interinstitucional para Atenção e Prevenção de Acidentes de Trânsito, com o objetivo de dar atenção às propostas da ONU/Organização Mundial da Saúde (OMS) para segurança viária.
Conforme dados da ONU/OMS morrem 1,2 milhão de pessoas, por ano, no mundo, representando a 10ª causa de morte.
Na cidade do Rio de Janeiro, morrem três pessoas por dia no trânsito, sendo a segunda causa de morte entre os jovens.
A Prefeitura através da CET-Rio estará apresentando espetáculos da companhia Mímica em Trânsito nos seguintes dias e locais:
24 de abril - 14 horas – Calçadão de Campo Grande
26 de abril - das 8 às 17 horas _ I Encontro Interinstitucional de Atenção e Prevenção dos Acidentes de Trânsito - UFRJ - Praia Vermelha
27 de abril - 14 horas - Vila Olímpica Oscar Schmidt – Rua do Matadouro, Santa Cruz.

Decreto estabelece normas para implantação do Corredor T-5


Corredor Viário de Curitiba

As condições para parceria com o setor privado visando a construção, operação e manutenção do Corredor Exclusivo de Ônibus (T-5) estão contidas no decreto publicado nesta edição. O ato autoriza, também, a constituição de Comissão vinculada à Secretaria Municipal de Transporte para acompanhamento do trabalho.

O trajeto parte do Terminal Alvorada, na Barra da Tijuca, segue pelas avenidas Ayrton Senna, Abelardo Bueno e Bandeirantes. Passa pela Rua Cândido Benício, Largo do Campinho e avenidas Ministro Edgar Romero, Vicente de Carvalho e Brás de Pina.

O sistema será integrado a todos os ramais da Supervia e à Linha 2 do Metrô.

Prefeitura do Rio de Janeiro

Câmara de Niterói discute com população remodelação da Alameda


Para discutir o projeto de remodelação da Alameda São Boaventura, no Fonseca, zona norte de Niterói, a Câmara Municipal de Niterói promoverá uma audiência pública nesta quinta-feira, às 11h30.
Uma faixa convidando a população foi estendida e tem chamado a a atenção dos que passam pelo local, no centro de Niterói.
Há 15 dias, a Alerj promoveu uma audiência pública com o mesmo objetivo mas a participação da população de Niterói foi inexpressiva. Na reunião desta quinta-feira, os moradores de Niterói poderão dar opinião, além de tomarem conhecimento dos benefícios e transtornos das mudanças.

InformativoRio

Secretário Júlio Lopes recebe passageiros na estação da Praça XV


Hoje às 8:40h, o secretário estadual de Transportes Julio Lopes recebeu os passageiros que vinham de Paquetá, Cocotá e Niterói, na estação das Barcas S.A, na Praça XV.
Ontem, ao lado do presidente da Agência Reguladora dos Serviços Públicos Concedidos de Transporte (Agetransp), Antônio de Carvalho, ele inaugurou o Posto Avançado de Fiscalização, para reclamações dos usuários de barca, aerobarco e catamarã, na Praça XV, no Rio, e na Praça Araribóia, em Niterói. Em 24 h, o setor recebeu dezenas de queixas.

(Thereza Christina Jorge para o blog InformativoRio 17.04)

Inaugurado posto de fiscalização das barcas no Rio e em Niterói


Somente na manhã desta segunda-feira, mais de dez pessoas passaram pelo recém-inaugurado Posto Avançado de Fiscalização, voltado para os usuários de barca, aerobarco e catamarã fazer sua reclamação ou deixar uma sugestão. Localizado na Praça XV, no Rio de Janeiro, e na Praça Araribóia, em Niterói, o espaço foi inaugurado oficialmente pelo secretário estadual de Transportes, Julio Lopes, e pelo presidente da Agência Reguladora dos Serviços Públicos Concedidos de Transportes (Agetransp), Antônio de Carvalho.

"A idéia é criar uma ouvidoria ao vivo. É uma forma de automatizar o processo e dependendo de cada caso, serão realizadas reuniões com a Concessionária Barcas S.A. para deliberar uma solução", comentou Julio Lopes.

O Posto Avançado de Fiscalização funciona de segunda a sexta-feira, das 7 às 19 horas, e conta com quatro funcionários trabalhando em escala na plataforma da Praça XV, além de mais dois no balcão de apoio na Praça Araribóia. Todos são funcionários capacitados pela Agetransp e segundo o presidente do órgão regulador, Antônio de Carvalho, o posto do Rio é estrategicamente localizado em frente ao embarque e desembarque para a Ilha de Paquetá ou para Cocotá, na Ilha do Governador.

A Agetransp será responsável por reunir todas as reivindicações feitas ao longo de cada dia e encaminhá-las para a Barcas S.A. Dependendo da sugestão ou reclamação, a concessionária terá um prazo médio de 30 a 60 dias para dar a solução. Ainda segundo Carvalho, as pessoas poderão preencher as fichas e depois entregá-las no posto.

O Fluminense

Acidente e tiroteio deixam 11 feridos e um baleado no Túnel Santa Bárbara


Uma colisão entre oito veículo deixou pelo menos 11 pessoas feridas na manhã desta terça-feira, no interior do Túnel Santa Bárbara, sentido Catumbi-Laranjeiras.

O acidente, que aconteceu por volta das 6h45, ocupou as duas pistas de rolamento. Várias ambulâncias e guarnições do Corpo de Bombeiros do quartel do Catete estiveram no local. As pessoas feridas foram levadas para o Hopsital Souza Aguiar, no Centro.

Por conta do acidente, o túnel ficou fechado de 7h15 até 8h15, o que causou um enorme engarrafamento em diversos bairros da Cidade. O trânsito no Catumbi, Santo, Cristo, Gamboa e Cais do Porto ficou bastante complicado.

Tiroteio na Mineira

No mesmo momento, havia uma troca de tiros entre traficantes do Morro da Miniera, no Catumbi, e muita gente que estava presa no congestionamento abandonou o carro para fugir de balas perdidas. Um passageiro de que estava em um ônibus foi baleado na cabeça e levado para o Hospital Souza Aguiar. A pista de saída do Túnel Santa Bárbara, sentido Laranjeiras, chegou a ser fechada por 20 minutos.

Efetivos do 1º BPM (Estácio) do Bope ocupam o Morro da Mineira. A Rua Catumbi, que liga o bairro ao Rio Comprido, estão fechadas pela Polícia Militar, o que está causando um novo congestionamento.

O tiroteio no Morro da Mineira começou por volta de 7h desta terça, entre facções de traficantes rivais. O morro era dominado pelo Comando Vermelho (CV), que foi tomado recentemente pelo Amigos dos Amigos (A.D.A). Agora, o CV tenta recuperar o território do bando rival. Não há informações de mortos ou feridos. Ainda de acordo com a PM, o tráfego na Rua Itapiru, que teria sido fechado por conta do conflito, segue normal.

O Dia Online

Rio cria edital de vans

Grupo de trabalho da prefeitura prepara documento até junho

Foi dada a largada para a regulamentação do transporte alternativo no Rio. Resolução publicada ontem no Diário Oficial do Município anunciou a criação de grupo de trabalho para definir os detalhes do edital de licitação do setor, que deve ser lançado até julho.

De acordo com o secretário municipal de Transportes, Arolde de Oliveira, o grupo é formado por cinco técnicos da secretaria e tem 60 dias para apresentar relatório. “Depois que estiver pronto, o documento, que na verdade será espécie de minuta do edital de licitação, será encaminhado a análise do prefeito Cesar Maia, que vai decidir por sua publicação”, explicou Arolde. Hoje, circulam na capital cerca de 5,6 mil vans legalizadas e 18 mil piratas. Arolde disse que o estudo indicará se o total de carros na licitação aumentará ou será reduzido.

Além do número de permissões, o grupo também vai definir a quantidade de linhas que serão licitadas durante o processo, além do trajeto de cada uma delas.
Conforme O DIA noticiou com exclusividade em janeiro, Kombis não poderão participar. Já as vans movidas a gás natural ou a biodiesel terão vantagens na concorrência. O uso de alto-falantes adaptados aos carros também está proibido.

O Dia Online

Prefeitura inaugura serviço especial de táxis para cadeirantes


A Prefeitura do Rio, através da Secretaria Municipal de Transportes inaugurou nesta terça-feira à tarde, nos jardins do Palácio da Cidade, Botafogo, um serviço inédito de táxis adaptados com plataforma elevatória para atender passageiros com deficiência física e idosos que dependem da cadeira de rodas em suas locomoções. A entrega oficial da nova frota dos primeiros oito táxis Fiat Doblò operados pela Especial Coop Táxi - RJ foi feita pelo prefeito César Maia e o secretário de Transportes, Arolde de Oliveira, com a presença da Secretária Extraordinária Deficiente-Cidadão, Leda de Azevedo e representantes dos cadeirantes. Desde o início de sua gestão à frente da Secretaria, Arolde elegeu o transporte para portadores de necessidades especiais como um dos desafios prioritários do seu trabalho. Os resultados já estão surgindo, como a entrega, hoje, dos táxis especiais e a implantação, ano passado, de 46 ônibus adaptados para portadores de deficiência motora. Os táxis estão autorizados a prestar esse serviço na categoria de fretamento, utilizando o taxímetro igual ao dos táxis convencionais (amarelinhos), nas corridas que podem ser contratadas através de uma Central de Serviço ( 3295-9606).O prefeito disse que em seis meses, após o teste do novo serviço no âmbito comercial, o atendimento poderá ser estendido às camadas mais carentes, através de convênios com hospitais e outros setores. O secretário Arolde de Oliveira acrescentou que, além desses táxis, o atendimento às pessoas com dificuldades de locomoção poderá se estender para as vans, com custos mais baixos que a tarifa do táxi. Arolde defende, ainda, a ampliação do serviço na frota dos ônibus adaptados para os cadeirantes. Para ele, o importante é que a Prefeitura está andando com passos firmes em direção a inclusão das pessoas com problemas de mobilidade física , que não dispunham, antes, de alternativas no transporte público.

segunda-feira, 16 de abril de 2007

Ministro anuncia envio de 6 mil homens para segurança no Pan


Foi antecipada a chegada de 400 homens da Força Nacional e de 200 a 300 da PRF.
Eles devem ficar em entroncamentos das vias principais da cidade do Rio de Janeiro.


O ministro da Justiça Tarso Genro informou, ao final da reunião entre o governador Sérgio Cabral e o ministro da Defesa, Waldir Pires, e os comandantes da Aeronáutica, tenente-brigadeiro Juniti Saito, da Marinha, almirante Júlio Soares de Moura e do Exército, general Enzo Martins Peri, que seis mil homens virão reforçar a segurança no Rio de Janeiro para os Jogos Pan-americanos.

Foi antecipada em mais de um mês a chegada de 400 homens da Força Nacional de Segurança que viriam apenas para o Pan e devem chegar em 10 dias. Outros 200 a 300 agentes da Polícia Rodoviária Federal estão programados para vir ao Rio em 20 dias. Eles devem ficar em entroncamentos das vias principais da cidade do Rio de Janeiro. Essa antecipação depende apenas da assinatura do presidente Lula.

A reunião realizada na tarde desta segunda-feira (16) durou 45 minutos. O governo do estado deve apresentar em 10 dias as propostas operacionais para a vinda das Forças Armadas (Exército, Marinha e Aeronáutica). Em até 15 dias, o ministro da Defesa se comprometeu a apresentar a contraproposta federal.

Também estavam presentes na reunião os secretários de Segurança, José Mariano Beltrame, e de Administração Penitenciária, Cesar Rubem Monteiro, além do chefe de Polícia Civil, Gilberto Ribeiro, e do comandante geral da Polícia Militar, coronel Ubiratan Ângelo.

G1

No Rio, a morte chega cedo, diz 'The Washington Post'


O diário americano The Washington Post publica em sua edição desta segunda-feira uma grande reportagem sobre a violência no Rio de Janeiro, na qual afirma que o número de mortes de jovens nas favelas da cidade “ultrapassa de longe o de muitas zonas de guerra”.

“De 2002 a 2006, 729 menores israelenses e palestinos foram mortos como resultado da violência em Israel e nos territórios ocupados, segundo o B’Tselem, um grupo de direitos humanos israelense. Durante o mesmo período no Rio de Janeiro, 1.857 menores foram assassinados, segundo o Instituto de Segurança Pública, um centro de pesquisas do Estado”, comenta o jornal.

BBC Brasil

Um morto e dois feridos em acidente na Niterói-Manilha

Uma mulher morreu e duas pessoas ficaram feridas em um acidente envolvendo ônibus da empresa 1001 e um carro particular na Rodovia Niterói-Manilha, na subida do viaduto de Tanguá, por volta das 6h desta segunda-feira.

Segundo a Polícia Rodoviária Federal, o veículo estava parado na pista, sentido Niterói, quando o coletivo bateu na traseira. Uma mulher, cujo nome não foi revelado ainda pela polícia, estava no bando do carona do carro e morreu na hora. O condutor do carro estava fora do veículo no momento do acidente e não sofreu ferimentos. O viaduto foi interditado. Policiais rodoviários estão no local.

O Dia Online

Botafogo bobeia e empata com Cabofriense


Alvinegro peca nas finalizações, sofre virada mas consegue empatar

O Botafogo dominou o jogo, colocou três bolas na trave adversária, mas não conseguiu vencer a Cabofriense neste domingo, na primeira partida da final da Taça Rio. O Tricolor da Região dos Lagos soube aproveitar melhor as chances que teve e a partida, disputada em ritmo alucinante no Maracanã, terminou empatada em 2 a 2.

A partida foi em clima de nervosismo. O Botafogo, empurrado por 23.797 pagantes, começou pressionando com Zé Roberto, que teve boa chance, e abriu o placar logo aos nove minutos. Lucio Flavio cruzou, Dodô cabeceou no travessão e o próprio atacante no rebote, emendou de bicicleta, marcando um golaço.

Lancepress