sexta-feira, 30 de maio de 2014

Sesc Ramos recebe show de Roberta Sá

O Sesc Ramos apresenta no dia 31 de maio um show da cantora Roberta Campos, dentro do Circuito Sesc de Música, com entrada a R$ 10.

A cantora volta ao Rio de Janeiro para uma série de shows depois de turnê pelo Brasil ao lado de Martinho da Vila, Alcione e Diogo Nogueira. A apresentação marca a estreia da cantora no Circuito Sesc de Música 2014, que vai levá-la a outras unidades da instituição no Estado.

Também participam do Circuito Sesc de Músicas artistas como Adriana Calcanhotto, Elba Ramalho, Lenine, Ana Cañas, Chico César, Zélia Duncan, Geraldo Azevedo, Pedro Mariano, Leila Pinheiro, Ivan Lins, Léo Gandelman, MPB4, Pato Fu, Roberta Sá, Alice Caymmi, Toquinho, Tulipa Ruiz e Zeca Baleiro, entre outros.
No repertório do show estão compositores de diferentes gerações e linguagens: Caetano Veloso (“Deixa Sangrar”), João Cavalcanti (“O Nego e Eu”) e o trio Moreno Veloso, Quito Ribeiro e Domenico Lancellotti (“A Brincadeira”), além de Pedro Luís (“No Bolso”) e Jorge Drexler (“Esquirlas”). A cantora também revisitará outros álbuns da sua carreira como “Braseiro”, “Quando o Canto É Reza” e “Que Belo Estranho Dia Para Se Ter Alegria”. O show “Baile da Rosa”, que Roberta Sá montou no carnaval de 2013, será lembrado com sambas e marchinhas tradicionais. (Catraca/Redação)

quinta-feira, 29 de maio de 2014

Rio recebe 10ª edição da Feira do Vinil

Polícia ouve testemunhas da morte de mototaxista em protesto no Alemão

A Divisão de Homicídios Polícia Civil pretende ouvir três testemunhas nesta quinta-feira (29) na investigação da morte de um mototaxista durante um tiroteio no Conjunto de Favelas do Alemão, Zona Norte do Rio. De acordo com o titular da especializada, Rivaldo Barbosa, uma perícia foi feita no local para tentar saber de onde partiram os tiros que mataram Caio Moraes da Silva, de 20 anos. Como mostrou o Bom Dia Rio, ele participava na noite de terça de um protesto de mototaxistas contra a prisão de Romário Moraes da Silva, conhecido como Romarinho, procurado por tráfico de drogas. Outro morador da comunidade ficou ferido durante a ação.

“Nós ouvimos ontem 11 pessoas, apreendemos oito armas dos policiais militares e, com o resultado dessa perícia, nós vamos confrontar com o depoimento dos PMs. A gente também aguarda um exame do IML, que hoje de manhã deve estar pronto para ser inserido no inquérito”, explicou Barbosa, que frisou que o laudo oficial da perícia fica pronto em 30 dias.
O corpo de Caio será enterrado nesta tarde no Cemitério do Caju, Zona Norte da cidade. Os familiares da vítima passaram a tarde desta quarta-feira tratando da liberação do corpo no Instituto Médico Legal (IML). Denise Moraes da Silva, mãe de Caio, disse que acredita que o filho tenha sido baleado pelas costas e pede que a polícia investigue o caso.
“Pelo que eu observei na roupa do meu filho, ele levou um tiro pelas costas. Eu não vou dizer de quem veio, mas eu espero que a polícia me mostre quem atirou."
Protesto
Imagens publicadas na internet mostram que o protesto contra a prisão de Romarinho fechou a Estrada do Itararé, que corta a região, na noite de terça. Algumas pessoas a pé interromperam o tráfego na avenida e espalharam faixas e cartazes no asfalto. Logo após a interdição da via, policiais militares começaram a conversar com o grupo, mas, em seguida, jogaram bombas de gás para tentar liberar o trânsito. Tiros foram ouvidos no entorno do protesto e, de acordo com a PM, os disparos foram feitos dentro da comunidade, contra os policiais.

Um carro da PM foi alvejado pelos tiros e um morador ficou ferido por armas de fogo. Fausto Sobral, de 56 anos, foi ferido na perna durante o confronto. Ele foi levado para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da comunidade e depois transferido para o Hospital Estadual Getúlio Vargas, na Penha. Até as 7h, segundo a Secretaria de Saúde, o estado de saúde dele era estável.
De acordo com a assessoria das UPPs, por volta das 18h de terça um grupo de moradores e mototaxistas do Complexo do Alemão começou uma manifestação na frente do quartel da Coordenadoria de Polícia Pacificadora (CPP), na Avenida Itaoca. Este mesmo grupo seguiu pela Avenida Itararé, quando bloqueou a via por alguns minutos. O 22º BPM (Maré) conseguiu dispersar o grupo e liberar o trânsito.
Ainda segundo a corporação, ao se aproximarem da Avenida Central, os policiais das UPPs do Alemão que acompanhavam a manifestação foram alvos de disparos vindos do interior da comunidade. Um carro da PM foi alvejado pelos tiros.
Ônibus incendiado
Mais tarde, um ônibus foi incendiado em frente ao Posto de Assistência Médica (PAM) de Del Castilho, no Subúrbio, perto do Conjunto de Favelas do Alemão. Ninguém ficou ferido, segundo a Polícia Militar. Tropas do Batalhão de Operações Especiais (Bope) foram acionadas e, durante a madrugada, a PM fez buscas para encontrar os criminosos que participaram do confronto.

Traficante preso
Nesta quarta, a Polícia Civil prendeu outro traficante do Conjunto de Favelas do Alemão. De acordo com as investigações, Gustavo Rodrigues dos Santos, 22 anos, conhecido como Gugu, era o tesoureiro dos criminosos e foi detido em casa. Para a polícia, Romarinho e Guga fariam parte da mesma quadrilha. O bando seria chefiado por Bruno Eduardo da Silva Procópio, o Piná, preso em abril. (G1/Redação)


terça-feira, 27 de maio de 2014

Rodoviários do Rio ameaçam parar por tempo indeterminado

Na página do Facebook "Rodoviários unidos por um salário digno", os motoristas e cobradores do município do Rio de Janeiro anunciam uma assembleia para essa terça-feira (27), às 16h, na Candelária. Caso não tenham as reivindicações atendidas, eles ameaçam iniciar uma greve por tempo indeterminado. "Dia 27 acabou  a enganação! Sem aumento vamos fazer uma greve histórica por tempo indeterminado", diz o aviso na rede social. 

Maura Gonçalves, cobradora e integrante do grupo dissidente do sindicato que não aceitou o acordo salarial oficial, disse que o movimento "está no mesmo pique que antes" e que, antes da assembleia, vai se reunir no Tribunal Regional do Trabalho (TRT) para uma reunião com o órgão. Segundo ela, há boatos que o Rio Ônibus, o sindicato das empresas de ônibus, já foi recebido no TRT. A reunião não contará com a presença do sindicato das empresas nem dos rodoviários e será somente com o grupo dissidente. Até agora, os rodoviários que não aceitaram o acordo não foram recebidos pelo Rio Ônibus. 

No dia 20 de maio, quando houve a última assembleia do grupo, Hélio Teodoro, Luis Fernando Mariano e Luis Cláudio foram chamados à polícia para prestar depoimento. Maura revelou que ela também foi chamada, e irá na polícia , em outra data estratégica de reunião. Ela afirma que os dissidentes estão sendo processados por formação de quadrilha e danos ao patrimônio público, devido à depredação de ônibus. 
Maura relembra as ações movidas contra os trabalhadores pelo sindicato patronal, Rio Ônibus. A liminar que pleiteava a ilegalidade do movimento dos rodoviários foi negada no dia 9, na primeira paralisação, de 24 horas. Na segunda paralisação, de 48 horas, que começou no dia 13, outra liminar foi expedida, pedindo a garantia de 70% da frota de ônibus nas ruas. Nesse mesmo dia 13, os quatro dissidentes que estão liderando o movimento foram impedidos de participar das manifestações. A decisão dizia que eles estavam impedidos  de "promover, participar, incitar greve e praticar atos que impeçam o bom, adequado e contínuo funcionamento do serviço de transporte público". 
Para Maura, esse comportamento do Rio Ônibus mostra desespero com a força da luta dos trabalhadores. "Sabíamos que o Rio ônibus faria alguma coisa. Eles nunca viram, na história, a categoria tão mobilizada, ainda mais fora do sindicato. Os trabalhadores estão se unindo sozinhos, pelos seus interesses. Eles ficaram desesperados em ver isso", comenta a cobradora. "Durante a segunda paralisação, no primeiro dia deu 2 am, 4 am, não chegava nenhum rodoviário nas garagens. A categoria está no pique", completou ela. O assessor do Rio Ônibus não atendeu o JB até o fechamento desta matéria, assim como não respondeu ao e-mail enviado. 
 A negociação entre o sindicato dos rodoviários e das empresa não agradou a todos os profissionais. O acordo concedeu reajuste salarial de 10% e aumento do vale-alimentação de R$ 120 para R$ 150 com desconto de R$ 10. No entanto, a comissão de greve reivindica um reajuste salarial de 40% e vale-alimentação no valor de R$ 400, além do fim da dupla função do motorista, que também é cobrador, em algumas empresas. (JB/Redação)

NXZero faz show gratuito em Vila Isabel

O Parque Recanto do Trovador, o antigo Zoológico, localizado em Vila Isabel, recebe neste sábado, dia 31, apresentação do NXZero e de Thiago Martins. Os shows fazem parte do projeto “Estação Rio” e tem participação gratuita.
A abertura do evento é feita por Thiago Martins que apresenta o primeiro CD de sua carreira solo com um repertório pop, com pitadas de samba-rock e outros estilos. E,  o NXZero apresenta canções do novo CD “Em Comum” e outros sucessos como ”Cedo ou Tarde” e “Razões e Emoções”.  Os shows começam às 19h. (Catraca/Redação)

segunda-feira, 26 de maio de 2014

Copa do Mundo 2014: sob vaias e protestos, seleção brasileira deixa hotel no Rio e vai para a Granja Comary

As manifestações já começaram no Rio, antes mesmo do início da Copa do Mundo de 2014. Com vaias e protestos, os jogadores da seleção brasileira deixaram o hotel onde aconteceu a apresentação, por volta das 10h30 desta segunda-feira, rumo à Granja Comary, em Teresópolis (RJ). Cerca de 70 pessoas ligadas aos profissionais da educação gritaram, bateram na lateral do ônibus que levava os atletas e ainda colaram adesivos criticando os gastos do Mundial no país.

Mesmo com dificuldade, o veículo conseguiu deixar o local sob escolta policial. Dos 23 convocados pelo técnico Luiz Felipe Scolari, apenas o lateral-esquerdo Marcelo não se apresentou. O jogador ganhou uns dias a mais porque, no sábado, ganhou o título da Liga das Campeões com o Real Madrid. Ele chagará à Granja na próxima quinta-feira.




O atacante Neymar foi o primeiro a se apresentar. O craque do Barcelona chegou ainda na madrugada no hotel. Depois foi a vez do goleiro Jefferson e do atacante Fred, assim como os demais jogadores.
A Seleção Brasileira chega ainda nesta segunda em Teresópolisl. O Brasil está no Grupo A, com Camarões, Croácia e México, e terá a estreia contra o croatas no dia 12 de junho, na Arena Corinthians, em São Paulo.

Antes, a equope fará dois amistosos. No dia 3 de junho, o Brasil joga o primeiro amistoso antes do Mundial contra o Panamá, às 16h, no Serra Dourada, em Goiânia. Três dias depois, a equipe tem mais um amistoso contra a Sérvia, às 16h, no Morumbi. (O Dia/Redação)




sexta-feira, 23 de maio de 2014

Lenine faz show gratuito em São Gonçalo

No sábado, dia 24, a cidade de São Gonçalo recebe show gratuito de Lenine. O cantor apresenta o projeto “Encontros Socioambientais com Lenine – Música e Sustentabilidade numa só nota” em frente ao  Centro Cultural Joaquim Lavoura, às 19h30.

Lenine deu início a uma turnê por 12 projetos socioambientais pelas 5 regiões do Brasil para encontros com as comunidades, gestores, técnicos, além de fazer música. Em cada encontro, são dois dias de ações em cada destino. No primeiro dia o cantor visita o projeto anfitrião e no segundo celebra com a comunidade local. Mais informações no evento do Facebook. (Catraca/Redação)

Praça Paris é ocupada por esculturas monumentais

Entre os dias 24 de maio e  20 de julho, a Praça Paris, na Glória, ao lado da Cinelândia,  recebe a primeira edição da ‘Mostra Rio de Esculturas Monumentais’. Dezessete artistas ocuparão o espaço com obras de arte de grande porte, que estarão integradas à natureza local e abertas gratuitamente aos visitantes.
Entre os participantes estão o cearense Zé Tarcísio, os mineiros Manfredo de Souzanetto e Jorge dos Anjos, e as cariocas Claudia Dowek e Mercedes Lachman. Todos apresentarão trabalhos feitos especialmente para a exposição na Praça Paris.
A visitação acontece diariamente das 06h às 22h, com entrada gratuita. A 2ª edição já está programada para 2015, quando o Rio de Janeiro comemora 450 anos. (Catraca/Redação)

Viúvo é preso suspeito de ser o mandante da morte da esposa grávida, em São Gonçalo


Policiais da Divisão de Homicídios de Niterói, Itaboraí e São Gonçalo (DH NIT/SG) prenderam, na manhã desta sexta-feira, o viúvo de Suelen de Souza Sales, grávida de seis meses e morta em abril deste ano, no bairro da Trindade, em São Gonçalo, Região Metropolitana do Rio. De acordo com o titular da DH, Wellington Vieira, Rodrigo Folly Cuzzuol, de 34 anos, foi a acusado pela amante, Flávia da Silva Ramos, de 33, de ser o mandante do crime. Ele foi capturado na casa dos pais, no mesmo bairro onde o crime aconteceu. Com base nestas acusações e em provas recolhidas pelos investigadores, a Justiça decretou a prisão temporária de Rodrigo, por 30 dias.

- A Flávia contou durante o seu novo depoimento, prestado na quarta-feira, detalhes da sua participação no crime. Ela revelou que matou a Flávia com ajuda de outras pessoas e que o Rodrigo teria planejado toda a morte de Suelen. Era desejo dele ficar com a Flávia, mas ele precisava que alguém cometesse o crime - disse Wellington Vieira.

Ainda de acordo com o delegado, Flávia disse que o Rodrigo, além de planejar toda a ação, teria deixado a porta da casa aberta para que a Flávia pudesse entrar com os comparsas sem que chamasse a atenção da vítima.

- Agora estamos atrás das outras pessoas citadas por ela. Nós ainda não podemos dar detalhes sobre a investigação, porque existem elementos chaves que ainda não foram presos - informou Wellington.


Rodrigo prestará nesta sexta-feira um novo depoimento. Durante as últimas declarações dadas à policia o viúvo de Suelen negou que tivesse alguma participação no crime e apontou a amante como a principal suspeita.

Família em choque
Prima de Suelen, Alessandra Sales, disse estar completamente surpresa com o desfecho das investigações:
- A gente escutava muitas pessoas dizerem que ele tinha participado da morte da mulher dele, mas é muito difícil para a gente que convivia de perto aceitar isso. Mas a polícia e a Justiça estão aí para isso. Esse homem foi completamente diabólico. Um completo psicopata. Estamos em choque.

Morta com fio de computador
Suelen tinha 26 anos e foi morta no dia 7 de abril deste ano. Grávida do primeiro filho, ela foi estrangulada com um fio de computador. A criança também morreu. Dias depois do crime, o envolvimento de Rodrigo e Flávia veio à tona e a mulher acabou presa.

O relacionamento extraconjugal revoltou alguns parentes de Suelen, mas o pai da jovem partiu em defesa do genro. O pintor industrial Manoel Augusto Salles, de 53 anos, afirmou que, para ele, Rodrigo também era vítima de Flávia.
- Essa mulher é diabólica. Eu conheço o Rodrigo desde que era criança e nunca vi nada nele que pudesse desabonar sua conduta. Ele cometeu um erro (ao se envolver com Flávia) que todos podemos cometer - disse Manoel, dias depois do crime.
Nesta sexta, após a notícia da prisão de Rodrigo, ele mudou o discurso e disse querer que o genro seja punido "com todo o rigor da Justiça":

- Estou muito abalado. Quando tudo aconteceu, cheguei a defender o Rodrigo, porque sempre o considerei como se fosse um filho pra mim. Mas com o desenrolar das investigações minha ficha começou a cair - desabafou Manoel: - Se tudo se comprovar, podemos dizer que ele cometeu um ato monstruoso contra minha filha e meu neto. Meu desejo agora é que todos os envolvidos fiquem por muitos anos atrás das grades. (Extra/Redação)





quinta-feira, 22 de maio de 2014

Semana do violino tem apresentações gratuitas na Unirio

Até 25 de maio, o Instituto Villa-Lobos, na Unirio recebe a “Semana do Violino”. Na semana, o jovem violinista mineiro, radicado no Rio de Janeiro, Ayran Nicodeno, se apresenta todos os dias com um convidado diferente e entrada gratuita.

As apresentações marcam a divulgação do  primeiro álbum solo do músico que acaba de integrar a Orquestra Sinfônica do Theatro Municipal do Rio de Janeiro, “Pedra Cigana” (A Casa). Na quinta-feira, dia 22, o jovem se apresenta solo com composições suas e de Paganini e Bach, quando de fato acontece o lançamento do trabalho.

Veja a programção aqui: Instituto Villa Lobos - UNIRIO (Catraca/Redação)

quarta-feira, 21 de maio de 2014

CINEfoot 2014 chega à 5ª edição com exibição de 79 filmes

O Festival de Cinema de Futebol – o CINEfoot 2014- desembarcará na cidade do Rio de Janeiro entre 22 e 27 de maio em vários pontos da cidade e tem participação gratuita.

Os locais escolhidos são o Espaço Itaú de Cinema,  o Centro Cultural da Justiça Federal, o Cine Santa, a Biblioteca do Parque de Manguinhos, a Fundição Progresso e Ponto Cine.
As atrações são diversas. Por exemplo, na noite de abertura será marcada pela exibição do filme “Maracanã”, dos diretores uruguaios Sebastián Bednarik e Andrés Varela, que retrata o dia em que o Brasil foi derrotado pelo Uruguai na final da Copa do Mundo de 1950 em pleno estádio do Maracanã,  fato que ficou conhecido como “Maracanazo”.
O festival, que chega a sua quinta edição, exibirá no total 79 filmes.   A mostra competitiva conta com 16 longas-metragens, 12 deles brasileiros e o resto da Alemanha, França e Bulgária, país que estará representado com um documentário sobre o ex-jogador Hristo Stoichkov. Também concorrerão a um prêmio 22 curtas-metragens, 12 deles brasileiros e o resto da Espanha, Holanda, Alemanha, Grã-Bretanha, Japão, Argentina, além de uma co-produção da Bélgica, Emirados Árabes e Iraque.
Confira  a programação completa aqui. (Catraca/Redação)

Saúde estadual entra em greve por tempo indeterminado a partir desta quarta-feira



Os servidores da Secretaria estadual de Saúde decidiram nesta terça-feira, em assembleia, iniciar uma greve por tempo indeterminado nesta quarta-feira. Entre as reivindicações, estão melhores condições de trabalho, reajuste de 100%, incorporação de gratificações e fim da administração de unidades por organizações sociais e fundações, consideradas formas de privatização pelo Sindsprev, sindicato da categoria. Haverá uma nova assembleia nesta quinta-feira, às 11h, na Rua México 128, no Centro do Rio. Em nota, a Secretaria estadual de Saúde informou que não há privatização na rede pública. Ainda segundo a pasta, na última segunda-feira, 20 servidores do Hospital Rocha Faria fizeram uma paralisação de duas horas, sem afetar o funcionamento da unidade. (Extra/Redação)

terça-feira, 20 de maio de 2014

Rodoviários do Rio fazem nova assembleia na tarde desta terça-feira

Os rodoviários do município do Rio, dissidentes do sindicato da categoria, fazem uma nova assembleia para discutir os rumos do movimento, na tarde desta terça-feira (20), na Candelária, no Centro da cidade. Eles vão discutir a possibilidade de fazer uma nova paralisação, se entenderem que não houve avanço nas negociações com as empresas.
Na semana passada, motoristas e cobradores dissidentes do sindicato cruzaram os braços por 48 horas deixando milhares de passageiros em situação difícil na cidade.
Os rodoviários pedem reajusta salarial de 40% e cesta básica de R$ 400.
A Confederação Brasileira dos Trabalhadores de Policiais Civis divulgou nota afirmando que acontecerá uma paralisação de 24 horas no Rio de Janeiro na próxima quarta-feira (21). Ministro da Justiça afirma que os agentes não podem fazer greve. (G1/Redação)

segunda-feira, 19 de maio de 2014

Namorado e família de dançarina morta eram contra a cirurgia plástica

Cerca de 30 pessoas foram ao sepultamento da dançarina de funk Zulmariana Chareet Oliveira, a Mary Morena, de 26 anos, no Cemitério de Ricardo de Albuquerque, na tarde de domingo. A moça morreu por apresentar parada cardíaca após ser submetida a uma cirurgia plástica nos seios e barriga, na clínica Centro Médico da Barra, na Barra da Tijuca.

Namorado de Zulmariana há mais de dois anos,  Wallace Alfredo Valadares, 22 anos, disse que a jovem chegou a acordar após a operação e a conversar com parentes. Ela deveria receber alta neste domingo, e Wallace soube da morte enquanto dirigia para buscá-la na clínica.  "Fiquei em choque. Estava no meio do caminho quando tive a notícia. Estava pronto para pedi-la em casamento no meu aniversário, dia 6 de julho. Já estávamos juntando dinheiro para comprarmos nossa casa e um carro. Eu falava que ela não precisava fazer nenhum retoque. Ela estava linda", contou Wallace, que é jogador de futebol profissional e atua na reserva do Atlético Mineiro. Segundo Wallace, Zulmariana pretendia estudar Direito. "Ela era cheia de planos", lamentou.
Segundo André Barros, 30 anos, primo de Zulmariana, a vaidade dela preocupava a família. "Todo mundo falava que era exagero fazer operação. Não tinha nada para retocar ali, que ela já era bonita. Agora, só ficamos com a dor de perder uma pessoa alegre e amada. A mãe dela fez aniversário um dia depois da morte da única filha. O desespero é enorme", contou o primo André Barros, de 30 anos.

Amiga desconfiou de médico
A dançarina de funk Thamires Bastos Silva, de 23 anos, a MC Thamy Delícia, disse que planejava fazer uma lipoaspiração com o mesmo médico, mas não se sentiu segura. "A Mary Morena fez a cirurgia de surpresa. Se eu soubesse, iria comentar que o médico me disse para eu operar mesmo sem estar com todos os exames prontos, que era para levar os que eu tinha. Agora, não vou fazer nem com ele e nem com ninguém", desabafou.

De acordo com familiares, o médico Luiz Antônio Lima - responsável pela cirurgia de Mary Morena - arcou com todas as despesas do velório. A família aguarda o laudo da necrópsia, previsto para 90 dias, para comentar sobre o procedimento médico e a morte da dançarina. 


Lima também considerou que é praticamente impossível a anestesia ter provocado o óbito. “Não havia resquício de medicação mais depois de cinco horas. Porém, se for comprovado que a paciente consumia tais substâncias, pode ser a causa da taquicardia, já que anabolizantes provocam hipertrofia de músculos, inclusive coração, e o silicone líquido se desloca pelo corpo, podendo atingir até o órgão”, explicou.

Nota da clínica Centro Médico da Barra
Em nota, a assessoria de imprensa da clínica Centro Médico da Barra informou que, segundo o médico Luiz Antônio Lima, que operou a dançarina, a cirurgia correu dentro do esperado e a paciente chegou a sair do centro cirúrgico para conversar com parentes. Ainda de acordo com a nota, Zulmariana se sentiu mal, foi socorrida e faleceu na sala de recuperação pós-operatória de causa ainda desconhecida. (Extra/Redação)

quinta-feira, 15 de maio de 2014

Zé Ramalho faz show gratuito na Praia de São Francisco em Niterói

No próximo domingo, dia 18, o cantor Zé Ramalho participa do “Circuito Quatro Estações” e faz show gratuito na Praia de São Francisco, em Niterói. Zé apresentará o show “Tour 2014″.
A apresentação revisita alguns de seus maiores sucessos. “Avohai”, “Frevo Mulher”, “Admirável Gado Novo”, “Chão de Giz”, “Beira-Mar”, “Eternas Ondas”, “Garoto de Aluguel”, “Vila do Sossego” e “Banquete de Signos” estão no repertório.
O evento contará com abertura da banda de pop rock niteroiense JPG. A organização pede que o público leve 1 kg de alimento não perecível. As doações serão distribuídas para instituições da cidade. O evento começa às 18h.  A apresentação de Zé Ramalho aconteceria ao lado do cantor Lenine no dia 4 de maio, porém foi transferida para este fim de semana, sem a participação de Lenine.(Catraca/Redação)

Shopping apresenta exposição sobre Copa do Mundo


O América Shopping apresenta a exposição “As Copas da Placar”, em cartaz de 8 de maio a 18, com entrada gratuita.

A exposição mostra uma coleção histórica de fotos das glórias e dramas da seleção brasileira e de astros nacionais e internacionais por meio do acervo fotográfico da revista com alguns dos momentos mais marcantes da história do futebol, retratados desde 1970.

A mostra abriga 30 imagens produzidas por grandes nomes do fotojornalismo brasileiro, que retratam glórias e dramas da seleção brasileira, os craques que vestiram a “amarelinha” e astros e seleções internacionais que também já venceram a Copa do Mundo. (Catraca/Redação)

Rodoviários voltam hoje ao trabalho, mas podem parar na sexta-feira de novo

Motoristas e cobradores de ônibus do município do Rio se reúnem nesta quinta-feira, às 16h, na Candelária, no Centro do Rio, para um novo encontro da categoria. Segundo Luiz Fernando Mariano, um dos membros da comissão que encabeça a greve, “os próximos passos serão decididos pela classe durante a assembleia, mas não podemos descartar nada”. Uma das possibilidades é que outra paralisação seja anunciada a partir da 0h de sexta-feira, já que a prefeitura, o Sindicato dos Motoristas e Cobradores de Ônibus do Rio (Sintraturb) e o Rio Ônibus (representante das 43 empresas) não apresentarão uma segunda proposta de melhoria salarial e condições de trabalho.

Nesta quarta-feira, o Rio Ônibus informou, por meio de nota, que “alertou que os profissionais que não voltarem ao serviço terão seu dia de trabalho descontado em folha pelas empresas, uma vez que a ausência está em desacordo com a decisão do Tribunal Regional do Trabalho (TRT)”. A Justiça, porém, alega que os grevistas não podem ser descontados nem demitidos, até que haja uma decisão final sobre a legalidade da greve. (Extra/Redação)




quarta-feira, 14 de maio de 2014

Shows gratuitos de Trio Elétrico, Marcos Suzano Trio e Pedro Luís na Sala Funarte

O projeto Música no Capanema segue durante o mês de maio com shows gratuitos na Sala Funarte Sidney Miller. Nesta semana, do dia 14 ao dia 16, passam pelo local o Trio Elétrico, Marcos Suzano Trio e Pedro Luís.

O programa leva  ao público um pouco da diversidade musical do Brasil, com artistas dos mais variados gêneros, do jazz à MPB, passando pelo hip-hop e pelas linguagens mais tradicionais. Os shows são apresentados toda quarta, quinta e sexta-feira, sempre no horário das 18h30, com entrada franca, mediante a retirada de senhas na bilheteria que são distribuídas uma hora antes do inicio do evento. (Catraca/Redação)

segunda-feira, 12 de maio de 2014

Aberta as inscrições para o Enem 2014

Estão abertas as inscrições para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2014. Até o dia 23 de maio, às 23h59, qualquer estudante de ensino médio poderá se inscrever no site para prestar as provas nos dias 8 e 9 de novembro.
A taxa de inscrição é de R$ 35, e o pagamento do boleto deve ser feito até o dia 28 de maio. Ficarão isentos da taxa todos os estudantes de escola pública e alunos que comprovarem ter renda familiar mensal inferior a R$ 1.086. (Catraca/Redação)

Sequestrador do ônibus 723 diz que se sentia perseguido

O delegado Felipe Santoro, da 39ª DP (Pavuna), disse neste domingo que já solicitou as imagens do circuito interno do ônibus 723 (Mariópolis - Cascadura), que foi sequestrado, no fim da tarde de sábado, por Paulo Alberto Ferreira da Silva, de 32 anos. Em depoimento, Paulo explicou porque sequestrou o ônibus e manteve como reféns a estudante do 3º ano do Ensino Médio, Raphaella Lobo, de 17 anos, e o motorista do coletivo, Julio César Pereira.

— Ele achava que poderia estar sendo perseguido. Paulo era acusado de outros crimes e disse que tinha essa sensação. Em nenhum momento teve a intenção de machucar e nem de subtrair bens das pessoas. Quando chegou aqui estava um pouco desorientado — contou o delegado.

Autuado por sequestro simples e ameaça, Paulo foi levado ontem para o Complexo de Gericinó, em Bangu, onde vai cumprir a prisão em flagrante, que, provavelmente, será convertida em prisão preventiva, disse o delegado.

Negociador do Bope
Sargento do Batalhão de Operações Especiais (Bope), Glebson Ferreira, negociou durante 50 minutos até o sequestrador libertar a adolescente. Para ele, o caso foi atípico já que o sequestrador fez duas exigências aos policiais: a atenção da imprensa e a presença da família. Ele disse que Paulo parecia ter algum tipo de distúrbio mental:

— O sequestrador não pediu carro, dinheiro, como corre nesses casos. Ele disse que entrou no ônibus porque estava sendo perseguido. Não quis roubar o ônibus — contou o sargento, que é membro da unidade de intervenção tática do Bope e trabalha exclusivamente no resgate de reféns.
Ferreira entrou no Bope há 14 anos, quando ocorreu o caso do ônibus 174.

— Lembro bem, embora não tenha participado.

Uma jovem de 19 anos esteve na 39ª DP e disse que morava com Paulo no Morro da Formiga. Na segunda-feira, eles tiveram um desentendimento, e o sequestrador a deixou. Segundo ela, Paulo trabalhava, de carteira assinada, como ajudante de pedreiro no Flamengo. (Extra/Redação)




sexta-feira, 9 de maio de 2014

Morte suspeita de modelo do Rio é investigada pela polícia de São Paulo

A Polícia Civil de São Paulo investiga a morte da modelo Évora Ingrid Brenha de Andrade, de 22 anos, na madrugada do último domingo no bairro República, no Centro de São Paulo. O caso foi registrado como morte suspeita, depois que a jovem caiu do 13º andar do prédio onde morava com o namorado. A informação sobre a morte foi enviada ao EXTRA por meio do WhatsApp (21 99809-9952 e 99644-1263).

Évora nasceu e morou até os 16 anos com a família em Nova Iguaçu, na Baixada. A mãe da menina, a dona de casa Paula Francinete Brenha Dias Oliveira, de 42 anos, conta que ela mudou-se do Rio para a capital paulista há pouco mais de um ano para seguir a carreira de modelo:
— Ela foi para São Paulo justamente porque lá o mercado de desfiles e fotografias é maior e ela acreditava nesse sonho. Era uma pessoa batalhadora, cheia de objetivos. Não tinha motivo algum para tirar a própria vida.



Évora e o namorado, o piloto de helicóptero Daniel Quadri de Oliveira Freitas, de 24 anos, estavam em uma boate no bairro Bela Vista, na noite de sábado. Para a delegada Elizabeth Galvão, plantonista do 2º DP (Bom Retiro), um casal de amigos contou que eles discutiram dentro da casa noturna e foram para casa brigando.

Também em depoimento, Daniel disse que, ao chegar no apartamento, a modelo o agrediu, inclusive com mordidas, e depois se jogou da janela, caindo nos fundos do edifício. Ele ainda afirmou que os dois tinham engerido bebida alcoólica e que Évora já havia ameaçado se matar antes.

Depois da queda, o namorado desceu, pegou o corpo e o colocou na frente do prédio, na Rua Marquês de Itu. Segundo o registro de ocorrência 2922/2014, um porteiro teria chamado a polícia. A PM informou que o pedido foi feito às 4h37m. Abalado, Daniel buscou socorro no Hospital Santa Helena, no bairro da Liberdade. Foi na unidade que ele e o casal de amigos foram ouvidos pela delegada, que iniciou o procedimento às 7h19m.


Ainda segundo o procedimento, o casal afirmou que Évora e Daniel mantinham um relacionamento “conturbado” e que ela aparentava estar em um “quadro depressivo”. A delegada constatou que, no apartamento, não havia sinais de luta. No documento, há a informação que o caso aparenta, preliminarmente, tratar-se de suicídio. Procurado pelo EXTRA, o delegado Wilson Zampieri, do 77º DP (Santa Cecília), que assumiu as investigações, não quis dar detalhes sobre as linhas que estão sendo apuradas.

Dia das mães
No último Dia das Mães, Évora presenteou Paula com uma caneca, uma almofada e um cartão: “Tudo que ela me deu representa o carinho que ela tinha, que ela tratava todo mundo. Vou guardar para sempre essas lembranças”.

Visitas
A modelo fazia visitas constantes à família, em Nova Iguaçu. A última foi durante o carnaval, quando ela passou três dias na casa, que está em obras, no bairro Miguel Couto.

Ligações
Era Évora quem ligava para a mãe também. O último contato foi feito no dia 16 de abril, aniversário de um dos seus três irmãos.

Silêncio
Procurados pelo EXTRA, vizinhos, funcionários e o síndico do Edifício Paradise, onde a jovem morreu, preferiram não dar declarações sobre o caso.

Depoimento
A irmã de Daniel Quadri, Mariana Freitas, disse que o rapaz está internado, em tratamento psiquiátrico, numa unidade de saúde: “Ele está abaladíssimo, não faz outra coisa senão chorar”.

Namorado
Procurado pelo EXTRA, Daniel Quadri desligou o telefone logo depois de a repórter se identificar. Parentes do piloto não foram localizados pela reportagem. (Extra/Redação)

Teatro João Caetano tem apresentação gratuita para mães

Em homenagem ao Dia das Mães, o Teatro João Caetano apresenta a peça-musical “Deixa Clarear”, que lembra os 30 anos da morte de Clara Nunes. O espetáculo, que será apresentado no dia 9 de maio, tem entrada gratuita para mães acompanhada pelos filhos, que pagam meia entrada para acompanhar a peça (R$ 10).

O espetáculo passa pelas várias fases da carreira e da vida de Clara Nunes, com um repertório composto por grandes compositores, como João Nogueira, Paulinho da Viola, Nelson Cavaquinho, entre outros.

O objeto da peça é incentivar os jovens a valorizar a música brasileira e suas raízes. Os temas abordados no espetáculo são o amor, a esperança e a luta pela liberdade. (Catraca/Redação)

quarta-feira, 7 de maio de 2014

Em paralisação, professores do RJ fazem assembleia e debatem greve

Professores das redes municipal e estadual de ensino do Rio de Janeiro fazem uma paralisação de 24 horas, nesta quarta-feira (7). Segundo o Sindicato Estadual dos Profissionais de Ensino (Sepe-RJ), além das reivindicações de aumento salarial e melhores condições de trabalho, os professores reclamam de acordos não cumpridos pelos governo do Estado e prefeituras. O Sepe-RJ também marcou para a tarde desta quarta, no Clube Municipal, na Tijuca, na Zona Norte do Rio, uma assembleia para discutir a possibilidade de greve da categoria.
As secretarias municipal e estadual de Educação ainda faziam por volta das 9h um levantamento dos estabelecimentos que aderiram à paralisação.
Segundo o Sepe-RJ,  os governos estadual e municipal não cumpriram compromissos firmados junto ao STF, em outubro de 2013, como a implementação da Lei Federal do 1/3 da carga horária para planejamento fora da sala de aula, instituída para todos os professores pela lei que criou o piso da Educação Nacional.
As reivindicações conjuntas - para estado e município - englobam: plano de carreira unificado, reajuste linear de 20% com paridade para os aposentados, autonomia pedagógica, 30 horas para os funcionários administrativos, eleição direta para diretores, equiparação salarial da categoria, reconhecimento do cargo de cozinheira  e 15% de reajuste entre níveis.
Mas segundo informações da Secretaria estadual de Educação (Seeduc), as reivindicações não podem ser as mesmas para estado e município. A Seeduc cita por exemplo, que  no estado não há eleições para diretores de escolas, como reivindica o Sepe-RJ, e que o cargo é preenchido por uma processo seletivo. O governo do estado propõe um aumento de 8% nos salários, mas depende de aprovação da Assembleia Legislativa (Alerj).
Quanto à demanda de equiparação salarial dos professores, a Seeduc informa que a rede estadual do Rio paga, atualmente, R$ 16,90 pela hora-aula. Valor maior do que a hora-aula em São Paulo (R$ 15,80), no Espírito Santo (R$ 9,80) e em Minas Gerais (R$ 11,80). A secretaria diz que também os novos servidores têm ainda auxílio-transporte (entre R$ 63 a R$ 120/mês), auxílio-qualificação (bônus anual de R$ 500), auxílio-alimentação (R$ 160 mensais) e auxílio-formação para professores regentes de turma em  parceria consórcio Cederj (R$ 300 mensais).
Ainda de acordo com a assessoria da Seeduc, o secretário se reuniu na terça-feira (29) com o Sepe-RJ e informou aos sindicalistas que haverá reajuste com aumento real este ano. Já em referência à redução da carga horária para funcionários, a secretaria ratifica posição do STF, de que não pode reduzir carga horária sem reduzir salários.
Quanto ao enquadramento por formação para funcionários administrativos, há uma análise na Procuradoria Geral do Estado (PGE) dos casos que têm a ver com a área em que atuam. O grupo de trabalho acordado junto ao Supremo já está em funcionamento, tanto que a próxima reunião será no dia 12.  Mas o Sepe, segundo a Seeduc, se recusaria a participar devido ao fato de o outro sindicato da categoria, a UPPEs, fazer parte. (G1/Redação)

terça-feira, 6 de maio de 2014

Menino de 8 anos baleado na cabeça no Morro dos Macacos é operado e seu estado de saúde é grave

O menino de 8 anos baleado na cabeça no Morro dos Macacos, na tarde desta segunda-feira, durante confronto entre traficantes e policiais da UPP, foi operado durante mais de 5 horas no Hospital do Andaraí. A cirurgia terminou às 22h. De acordo com a assessoria de imprensa da unidade, o estado de saúde de Vítor Gomes Bento ainda é grave. Ele foi levado para o Centro de Tratamento Intensivo (CTI) do hospital logo após a operação.

Vitor foi atingido na Rua Armando de Albuquerque, próximo à UPP dos Macacos. De acordo com uma tia do menino que preferiu não se identificar, ele havia acabado de sair da escola e estava sentado com seu irmão, Felipe, de 7 anos, na porta de uma loja de material de construção, quando foi baleado.

- O Felipe viu o irmão ser baleado e está muito nervoso. Minha irmã (mãe de Vítor) está no sexto mês de uma gravidez de risco. Estamos muito preocupados - disse.

Socorrida pelo dono da loja de material de construção, identificado apenas como Beto, a criança foi logo levada para o Hospital do Andaraí.

De acordo com a assessoria da Coordenadoria de Polícia Pacificadora (CPP), policiais da UPP Macacos estavam em patrulhamento na localidade da Favelinha, quando se depararam com criminosos armados. O bando atirou contra os policiais, que revidaram. Os criminosos conseguiram escapar. Na fuga, já na localidade da Rachadura, os bandidos se depararam com outros PMs, e houve um novo confronto, no qual Vítor acabou atingido.
Por volta das 18h, o policiamento no local estava reforçado com agentes do Grupamento de Intervenções Táticas (GIT) das UPPs, além de homens de outras unidades da Zona Norte e do BPChoque. Às 20h30m, policiais do Bope e do Grupamento Aéreo e Marítimo (GAM) foram acionados.




Manifestação
Após Vítor ter sido baleado, moradores do Morro dos Macacos iniciaram uma manifestação e tentaram fechar a Rua Barão do Bom Retiro, uma das principais vias da região, mas foram impedidos pela polícia. Tiros e bombas foram ouvidos. Por volta das 20h, três crianças chegaram ao Hospital do Andaraí com sintomas de intoxicação por gás de pimenta.

- Estávamos em casa, na antiga Rua 20. Do lado de fora, acontecia uma manifestação. A polícia jogou gás de pimenta. Aquilo entrou na minha casa. Meu filho, que tem paralisia cerebral, começou a passar mal e corri com ele para cá — contou a dona de casa Simone Rodrigues, de 39 anos.

O mesmo aconteceu com os netos da diarista Luciene Cosme da Silva, de 36 anos, que mora na Rua Armando de Albuquerque. Os netos dela, Andrey, de 1 ano, e Wallace, de 3, desmaiaram.

- Eu estava com meus netos dentro de casa , na Rua Armando de Albuquerque, quando começaram a jogar bombas e gás de pimenta. As crianças passaram muito mal e desmaiaram. Fiquei desesperada. A minha sobrinha de 14 anos, Yasmin, foi quem me ajudou a carregar as crianças. Moro no morro há 36 anos e nunca vi isso acontecer. Estão jogando gás e está entrando na nossa casa. É um absurdo o que esses policiais fizeram - reclamou Luciene.

Armas recolhidas
De acordo com o delegado Ed Wilson da Silva Corrêa, da 20ª DP (Vila Isabel), responsável pelas investigações, duas pistolas e um fuzil usados por policiais da UPP foram recolhidos e passarão por perícia. Além disso, quatro PMs já foram ouvidos na delegacia. Dois deles disseram ter participado do primeiro confronto com os traficantes, e os outros, do segundo, no qual Vítor ficou ferido. O delegado ainda quer ouvir os outros policiais que estavam nos tiroteios, além de testemunhas. A perícia do local do crime deve ser feita nesta terça-feira, ainda pela manhã. (Extra/Redação)




segunda-feira, 5 de maio de 2014

Às vésperas da Copa do Mundo, roubos duplicaram no entorno do Maracanã

A gestora de RH Patricia Mussi, de 35 anos, costumava levar sua filha de 5 anos para brincar todas as tardes no entorno do Maracanã. Em dezembro do ano passado, a brincadeira ao ar livre foi substituída pelo playground do prédio em que a família mora, na Rua Conselheiro Olegário, a 50 metros do palco da final da Copa do Mundo. A decisão foi tomada por Patricia quando ela se tornou vítima da violência da região: numa segunda-feira, por volta das 7h, ela teve um cordão arrancado de seu pescoço, na calçada do estádio, quando se dirigia ao metrô para ir ao trabalho.

A 38 dias do início da Copa, a situação vivenciada por Patricia tornou-se mais comum ao redor do Maracanã. Segundo dados do Instituto de Segurança Pública (ISP), o número de roubos na região do 4º BPM, que engloba os bairros de São Cristóvão e Praça da Bandeira, além do Maracanã, dobrou, se comparados os registros de março deste ano com o mesmo mês do ano passado. No período, foram assaltadas 238 pessoas em 2013, e 481 este ano — 15 por dia.

— Só este ano, testemunhei três assaltos. Todos foram cometidos por meninos em bicicletas, que passam e arrancam bolsas e cordões — afirma Patricia.

De acordo com os dados do ISP, o tipo de roubo mais comum na área é o assalto a pedestres: no mês de março inteiro, foram registradas 280 ocorrências do tipo — nove por dia —, 135% a mais do que em março de 2013. Roubos de automóveis, de celular e a estabelecimentos comerciais também apresentaram aumento, respectivamente, de 166%, 111% e 166%. Para moradores e atletas que frequentam a pista de atletismo do Maracanã, esses crimes são fruto da falta de policiamento, principalmente à noite e em fins de semana sem jogo no estádio.




Quando tem jogo, há uma viatura em cada esquina. Quando não tem, vira um deserto. Por isso, passei a correr na pista só em dia de jogo — diz a enfermeira Sandra Filgueiras, de 68 anos.

O bairro no entorno do estádio em que os números mais avançaram é São Cristóvão. Na delegacia da área, a 17ª DP, foram 252 registros de roubo em março, 173% a mais do que no mesmo mês de 2013. A maioria das ocorrências é de roubo a pedestre, que saltou de 37 casos, em março de 2013, para 138, em 2014.

No ranking de aumento de roubos no Rio, a área do Maracanã só perde para outra região turística da cidade: os bairros de Leblon, Gávea e São Conrado, patrulhados pelo 23º BPM (Leblon). Nessa região, os assaltos avançaram 110%. Em março deste ano, foram registradas 255 ocorrências de roubos, enquanto, no mesmo período do ano passado, 121 casos chegaram às delegacias da área. A terceira região com maior taxa de aumento no número desse tipo de crime foi a do 18º BPM, que engloba os bairros de Jacarepaguá e Taquara.

Apesar de ser a área da cidade que mais vai receber turistas no período da Copa do Mundo, a Zona Sul é a região onde os assaltos mais avançaram (56,2%), com 711 casos em março. Já a Zona Norte, mesmo tendo o maior número absoluto de assaltos (4.050 no total, em março), apresentou um aumento menor: 42,2%.

Dos 17 batalhões que atuam na cidade do Rio, 15 não conseguiram conter o crescimento desse tipo de crime. Só as áreas do 17º BPM (Ilha) e do 40º BPM (Campo Grande) apresentaram redução nos números: na Ilha do Governador, as ocorrências de assalto diminuíram 7,6% e, em Campo Grande, os casos regrediram 13,2%.

Reforço

O secretário de Segurança, José Mariano Beltrame, anunciou que, a partir de hoje, 2 mil policiais de folga vão reforçar o policiamento das ruas. A medida, que só seria implantada durante a Copa do Mundo, foi antecipada em resposta ao aumento dos índices de homicídios e de roubos em fevereiro e março deste ano. Segundo a PM, as áreas que tiveram os maiores aumentos nos índices serão beneficiadas.

Por meio de nota, a Polícia Civil afirmou que, de acordo com os delegados da área do entorno do Maracanã — 6ª DP (Cidade Nova), 17ª DP (São Cristóvão) e 18ª DP (Praça da Bandeira) —, “os roubos na região são pontuais e praticados no oportunismo, geralmente por usuários de drogas”. De acordo com o texto, todas as delegacias fazem, desde fevereiro, rondas de duas a três vezes por semana para reprimir roubos na cidade. (Extra/Redação)